20 Mai 17

Chega ao fim mais um "campeonato" de prognósticos, esperando que os nossos leitores queimem aqui os últimos cartuchos da temporada.

O jogo será o Sporting-Chaves, a disputar a partir das 20.15 de amanhã, com arbitragem de Jorge Ferreira. Hora esquisita, em véspera de um dia de trabalho, mas enfim...


comentar ver comentários (30)
Parabéns (1)
Pedro Correia

2066288-43320976-640-360[1].jpg

 

O único título de futebol profissional que este ano podemos festejar é o do Mónaco, novo campeão francês.

Treinado pelo "nosso" Leonardo Jardim, que permite ao Sporting encaixar 250 mil euros extra.

Dão-nos muito jeito.


comentar ver comentários (25)
Parabéns (2)
Pedro Correia

 

Pelo quarto ano completo e consecutivo desde que Bruno de Carvalho tomou posse como presidente do Sporting, venho dar os parabéns a todos os benfiquistas, que viram o seu emblema sagrar-se campeão nacional. Foi o último dos chamados três grandes clubes portugueses a sagrar-se tetracampeão - com dois técnicos diferentes a comandar a equipa ao longo deste tempo, iniciado pelo actual treinador do Sporting. Mas as coisas são o que são: manda o mais elementar desportivismo que saibamos dar os parabéns a quem venceu.


comentar ver comentários (40)

As nossas leoas jogam hoje aquele que poderá ser o jogo do título, contra o Boavista. Sem antecipar resultados nem entrar em euforias desmedidas, devo confessar que tenho uma enorme esperança que a nossa equipa feminina cometa a proeza de se tornar campeã nacional já neste sábado (também os juniores masculinos, em Alcochete...). Razão pela qual mais logo, pelas 16 horas, estarei em Ramalde, no campo do Inatel, com o meu cachecol a apoiar. Força leoas, vamos lá mostrar como se joga e trazer o caneco.


comentar

Se formos apenas a culpar os nossos então estaremos irremediavelmente perdidos a caminho do abismo de 2013! Deixem-nos jogar sem decidirem contra nós, e retirem o colinho vermelho, e aqui estarei em Maio de 2018 a pedir a cabeça de presidente e treinador. Mas tenho convicção plena que estarei a festejar no local onde nós, sportinguistas, inaugurámos os festejos com o grande Iordanov: no nosso Marquês!»

António Ramos, neste meu texto


comentar ver comentários (4)
19 Mai 17
Um, dó, li, tá
Edmundo Gonçalves

Vou; Não vou. Vou; Não vou. Vou; Não vou...

 

O Gelson apareceu por aqui a pedir. Vamos ver...


comentar ver comentários (13)
A minha costela Jota Jota
Edmundo Gonçalves

Último jogo de uma época para nunca esquecer, onde os erros de casting foram mais que muitos e em muitos jogos.

Porque estava demasiado aziado, passou-me ao lado o balanço dos prognósticos para o jogo com Os Belenenses. Nessa partida os vaticínios do nosso Francisco Chaveiro Reis (que segue destacado com três prognósticos em cheio) e do nosso leitor Orlando revelaram-se certeiros. Já no outro malfadado jogo em Santa Maria da Feira, ninguém bateu na mosca.

Domingo, como disse lá atrás, será o último jogo da época. Com o Chaves. Vamos apostar?

 

Nota: Com o que se vai lendo nos jornais, será que é também o último jogo de Jesus?...

 


comentar ver comentários (11)
Adeus?
Francisco Almeida Leite

Muitos adeptos do clube com quem tenho falado nos últimos dias não querem ir a Alvalade este domingo. Estão revoltados com as intervenções erráticas de Bruno de Carvalho, tristes com mais uma época desastrosa e muito críticos sobre a forma como estamos a jogar à bola.

O mais incrível é que alguns só admitem ir ver o jogo com o Desportivo de Chaves porque admitem que há jogadores que não voltam a vestir de verde e branco. E querem de alguma forma despedir-se e vê-los pela última vez em Alvalade. Falam de William Carvalho, Adrien Silva, Gelson Martins ou Rui Patrício. Falam só da coluna da equipa, por isso acredito que estejam preocupados e angustiados.

 

É altura de começar a ter estratégia e não deixar que estes e outros medos se instalem no SCP.


comentar ver comentários (10)
Vicente de Moura
Edmundo Gonçalves

Não tenho o privilégio de me relacionar com o agora demissionário vice-presidente.

Não irei tecer comentários, nem fazer juízo de valor acerca do seu pedido de demissão. O Sporting precisa de paz!

Quero principal e inequivocamente fazer aqui pública homenagem ao homem que deu grande parte da sua vida ao desporto em geral e ao clube em particular e desejar que continue, como entender melhor, a dar o seu importante e válido contributo a ambos.

 


comentar
O maior fiasco
Pedro Correia

image[1].jpg

 

O Djaló peruano, um dos raros jogadores do Benfica capazes de sorrir quando a equipa sofre golos, dignou-se mandar  "um abraço a Bruno de Carvalho" na hora dos festejos, única ocasião em que marca presença obrigatória.

Devia ter sido dispensado da festa. Porque foi o maior fiasco do SLB em 2016/17.

Digno sucessor de um Taarabt, valha a verdade. Mas mais caro ainda.

Tags:

comentar ver comentários (74)

«O último post [de Bruno de Carvalho] foi dos piores que lhe vi, quase um canto do cisne: Mostrem que estão comigo ou então o Sporting se afundará! Porque o Sporting só será bom comigo! Parece-me um presidente perdido. Numa linha atira pedras aos adeptos, noutra exige-lhes que eles estejam a dar apoio.»

Sol Carvalho, neste meu texto


comentar ver comentários (4)
18 Mai 17
Sporting adiado
Rui Cerdeira Branco

Mudar a data de uma gala que celebra o aniversário do clube para não colidir com o casamento do presidente que quer casar no dia de aniversário do clube... Confesso que por esta não estava à espera.

Isto é que é ser mesmo sportinguista, pá. Sim senhor, grande ideia. Estou todo derretido com tanto fervor. Isto é que é um verdadeiro presidente.

Que emoção.

 

Menos, caro presidente, menos, muito menos. Ou ganha o sentido do ridículo depressa e percebe que ninguém lhe entregou carta branca para fazer do Sporting um servente para caprichos pessoais, por maior que seja a corte que agora granjeou em sua volta, ou então passa a ser um problema.

Foi com fundadas esperanças e empenho que votei em si há poucos dias, mais até do que quando votei nas eleições anteriores, mas esse voto foi acima de tudo patrocinado por um conjunto de valores que quero ver a protagonizar e sempre em defesa do clube, acima de qualquer devaneio pessoal, seja de quem for.

Pela minha parte estou farto de ver o Sporting adiado e desrespeitado por quem chega a seu dirigente. Quer mesmo fazer parte desse restrito "clube"? É que há muitas formas de ganhar lugar cativo por lá.

Olhe e outra coisinha para tentar continuar a respeitá-lo: bardamerda para si por não ser capaz de encaixar uma crítica decente e respeitosa dos adeptos do clube que lidera. Espero que entenda, é que é inteiramente merecido.

Saudações leoninas para todos.


comentar ver comentários (14)
Tiro ao adepto
Pedro Correia

Não há outra maneira de pôr as coisas: o alegado "último texto no Facebook" foi talvez o mais lamentável de quantos Bruno de Carvalho até hoje escreveu.

O presidente leonino, de pé no acelerador, excedeu-se como nunca.

Já tinha disparado contra tudo quanto mexe fora de Alvalade. Depois disparou contra ex-presidentes e ex-dirigentes do clube, sem esquecer alguns ex-jogadores. A seguir disparou contra jogadores actuais. Mais adiante, disparou contra elementos da equipa técnica - incluindo treinadores

Faltava disparar contra os adeptos que o elegeram e reelegeram e nunca deixaram de apoiar a equipa, mesmo nos momentos mais difíceis, mesmo quando ficámos arredados da conquista de qualquer troféu cedo de mais, logo em meados de Janeiro.

Ei-lo, enfim, a bradar contra nós neste prosa sobressaltada e torrencial.

Promete deixar de escrever. Faço votos para que cumpra a promessa.

 

Leitura complementar: O fim de um novo princípio?, no Leão de Plástico.


comentar ver comentários (100)
Perguntas de algibeira
Edmundo Gonçalves

Quantos dos que criticam a decisão de antecipar a gala, um dia, estariam a fazer planos para participar nela?

Quantos dos que criticam a decisão de antecipar a gala, um dia, estariam a fazer planos para assistir a ela pela TV?

Quantos dos que criticam a decisão de antecipar a gala, um dia, estarão sequer interessados em saber o alinhamento da mesma?

Quantos dos que criticam a decisão de antecipar a gala, um dia, terão que alterar a sua vida por via desta decisão?

 

Ainda que mal pergunte, não foi o homem sufragado e mandatado para dirigir o Clube durante quatro anos?

Será que para qualquer assunto terá que haver um referendo?

 

Da-se, que o homem p'ra dar um peido tem que pedir autorização a três milhões e meio de gajos! É dose...

 

 

Desculpem o vernáculo, mas na tão hipotética quanto impossível troca de lugares, eu provavelmente já teria mandado tudo para a real senhora que os fez nascer!

 

 

Tags:

comentar ver comentários (46)
Outras claques
Edmundo Gonçalves

JJBdC.PNG 

 

 

Excelente post, no "Tu Vais Vencer".


comentar ver comentários (11)

Os leitores continuam a afluir em grande número a este blogue, como os números confirmam: só nos últimos três dias, recebemos 7535 visitas e registámos 15.465 visualizações. Sinal inequívoco de que nada do que se passa no Sporting nos é indiferente.

E ainda bem.


comentar

«Vai ser preciso mudar tudo, ou quase, na estrutura do futebol profissional. Desde a postura do Presidente em relação à comunicação à liderança da mesma estrutura, ou seja, um director de futebol a sério, que seja o elo de ligação entre o grupo de trabalho e o Presidente, à mudança de estilo do director de comunicação. Ensinar aos jogadores a cultura de estarem num clube como o SCP, seja dentro ou fora de campo. Uma equipa de olheiros profissionais que sejam uma mais-valia para o clube. Um treinador que seja capaz de integrar os jovens da nossa academia, junto da equipa principal.»

Pedro Wasari, neste meu texto


comentar ver comentários (3)
17 Mai 17

 em Alvalade, tinha discussões na Superior Sul com outros sócios, sobre a sua performance.

- Só pensa no penteado!

- Passa o tempo no chão!

- Ele quer é saber do cabelo! 

E eu que não fossem parvos, que vissem mais que isso, que chatos e velhos do Restelo-mas-em-Alvalade. 

O Sporting não ganhava, e lá vinha o cabelo do Figo à conversa. É facto (e pena) que Figo não foi campeão no Sporting, mas a culpa não foi certamente do cabelo.

Não mudámos muito. Só que hoje, em vez de cabelo, são os cães de um, o restaurante de outro, no instagram. Divido-me. Os rapazes têm direito às suas redes sociais, oficiais ou não, têm direito a divulgar os seus projectos e tempos livres. Se acho que podia haver algum recato, ou demonstração de insatisfação? Acho, percebo perfeitamente que custe passar um domingo a pensar que perdemos 1-3 com o Belenenses, e vê-los (aparentemente) de ânimo leve partilhar as suas vidas tranquilas.

Mas assim como não temos nada a ver com a vida pessoal do presidente - não tenho mesmo, quero não saber nada disso se puder - podemos não ver estas partilhas. Há um botão de unfollow ao alcance de cada indignado. 

Eu cá divirto-me bastante com os videos do Francisco Geraldes. E mesmo com os cães do William. E distingo isso do que possam demonstrar pelo Sporting. 


comentar ver comentários (7)
Fora do baralho?
Pedro Correia

 

Leio na imprensa de hoje que Francisco Geraldes será uma carta fora do baralho leonino na próxima época.

Entre os vários erros que têm sido cometidos pela estrutura de futebol do Sporting, este - caso se confirme - não figurará entre os menores.


comentar ver comentários (48)
Mais um mito que cai
Edmundo Gonçalves

O PIB, no Mister do café.

 

 

PIB Portugal.png

A fonte destes dados é o banco mundial.

 

 


comentar ver comentários (39)
Dislike
Luciano Amaral

Sobre a comunicação através do facebook do presidente Bruno de Carvalho sobre o fim da comunicação do presidente Bruno de Carvalho através do facebook:

1) Acho bem.

2) Inacreditável, o ataque aos adeptos. Talvez Bruno de Carvalho, Jorge Jesus e os vários atletas, técnicos e dirigentes devessem perceber uma coisa: o que faz do Sporting ainda um grande clube nacional não são eles. Nos últimos 40 anos, eles (os actuais e os passados) pouco têm contribuído para essa grandeza. São os adeptos que continuam a garantir-lhe esse estatuto. Bruno de Carvalho deve a sua relevância social enquanto presidente do Sporting aos adeptos que, apesar do currículo medíocre do clube nos últimos anos, continuam a apoiá-lo (ao clube). Não são os dirigentes, os técnicos e os atletas que dão aos adeptos a sensação de que são de um clube grande. São os adeptos que dão essa sensação aos dirigentes, técnicos e atletas.

3) Inacreditável, o ataque às modalidades. As modalidades são o melhor que o Sporting tem conseguido manter: o andebol, o sobrevivente da razia de Santana Lopes, com muitas dificuldades foi-se aguentando como a segunda melhor equipa nacional; o futsal é o melhor nacional. E por aí fora, com outras modalidades de menor impacto. O futebol é que é o reino da incompetência.

4) Espero que tenha sido um último desabafo e que agora, em vez de atirar aos adeptos, se dedique à gestão competente. Se as coisas não correram bem no futebol, a culpa não é dos adeptos nem dos atletas das modalidades. É dos gestores do futebol: o presidente e o treinador. Ainda bem que o facebook se calou. A ver se dá para trabalhar com mais eficiência agora.


comentar ver comentários (14)
O início de tudo
Pedro Correia

805367[1].jpg

 

Jogámos 80 minutos muito bem no Santiago Bernabéu, silenciando a afición madridista naquele dia 14 de Setembro. Até que Jorge Jesus, com os nervos à flor da pele, se fez expulsar.

Já da bancada, de cabeça perdida, deu ordem ao adjunto para mandar tirar do campo o Adrien e o Gelson, que estavam a ser os melhores em campo, fazendo entrar Elias e Markovic.

Sabe-se o que aconteceu: reviravolta no marcador nos últimos cinco minutos. O Real Madrid passou de uma iminente derrota por 0-1 à vitória por 2-1.

Nas declarações pós-jogo, mais destemperado que nunca, Jesus apontou para si próprio, reclamando os louros da vitória moral. A diferença estava não nos jogadores mas no treinador. A tal ponto - garantiu - que o jogo só foi perdido por ele já não estar no banco.

"Tinha sido muito mais difícil para o Real se eu estivesse no banco nos últimos minutos",  acentuou o técnico, numa das suas frases mais infelizes da época, passando um atestado de incompetência a Raul José.

O sonho virou pesadelo, o descalabro global viria a seguir. Com o dedo infalível do treinador. Nós sabemos que ele sabe que nós sabemos.


comentar ver comentários (36)

comentar ver comentários (1)

«Não sei o que se passa... mas tenho pena que nosso presidente não nos ouça!! E mais, estou farta de JJ! Parece que tenho de dar razão a quem me diz tantas vezes que com ele nunca seremos campeões...»

Manuela Santos, neste meu texto


comentar ver comentários (4)
16 Mai 17
Tendo em concordar
Edmundo Gonçalves

"Vejo, em todas as modalidades, um apoio que mais nenhum clube tem no mundo, mas um grau de exigência muito pequeno. A cada mau resultado, e então se torno público o meu desagrado, lá vem a onda de apoio aos "meninos". Nas modalidades, sem ser o futebol, então é confrangedor... perdemos jogos e lá estão as bancadas a aplaudir os "seus meninos" e a acarinhá-los", escreveu o presidente do Sporting.

"Nos bons e maus momentos dizemos nós! E tem de ser assim. Mas não podemos ser só nós, dirigentes e adeptos, a sofrer. Neste clube, treinadores e atletas têm como missão dar-nos bons momentos e evitar os maus. O seu direito é ter boas condições de trabalho e os ordenados em dia. O seu dever é ser profissionais, honrarem a nossa camisola, dignificarem o Clube, vencerem ou lutarem até à exaustão e terem sempre compromisso com os objetivos estabelecidos: ganhar, conquistando todos os títulos que disputam".

 

Agora deixar-te em paz...


comentar ver comentários (37)

Jornal A Bola de 2017.05.16 pág. 5; canto superior direito, uma imagem de Jonas e Salvio e escrito em branco por David Luiz: TRETAAAAAAAAA (treta+oito AAs maiúsculos) rodeado com marcador azul.

Por baixo dessa imagem escreveram os "jornalistas" d' A Bola:

"Olha o David. David Luiz entrou em direto [sic] num vídeo publicado por Salvio no Instagram «Tetra, Glorioso e Benficaaa», escreveu o brasileiro ex-Benfica"

Palavras para quê.

Manipulação jornalística descarada ou amadorismo?

(convido os leitores que possuam o jornal em versão papel a constatarem o que acabo de escrever, com uma lupa de preferência pois o contraste das letras brancas com o fundo não é o melhor)

Tags:

comentar ver comentários (18)
Cuspir para o ar
Pedro Correia

 

Cá está um que talvez um dia venha a engolir o cuspo que agora mandou para o ar. O mundo gira várias vezes sobre o seu eixo, o que já levou este palerma a dar o dito por não dito enquanto foi acumulando umas dividazitas fiscais.

 


comentar ver comentários (41)

Não faltou optimismo nos prognósticos do Feirense-Sporting. Faltou foi haver quem em campo soubesse levá-los à prática.

Resultado: mais uma jornada de previsões falhadas aqui no blogue. Até nisto está a ser uma época para esquecer.


comentar ver comentários (10)

20188116_gHG5z[1].jpg

 

Em oito títulos possíveis, não mencionando a frente internacional, Jorge Jesus venceu só um enquanto técnico do Sporting - por sinal o mais irrelevante. A Supertaça, em Agosto de 2015.

Passaram duas épocas. O diagnóstico está feito, o quadro real está à frente de todos, falta apenas aplicar a terapia adequada à situação.

Ou nos conformamos com este triste e lamentável e tremido terceiro lugar, ou ambicionamos mais para o Sporting. Seja quem for o treinador.

Porque o caminho tem de ser em crescendo, como nos três anos iniciais da presidência Bruno de Carvalho. Não podemos prolongar a rota do retrocesso registada no quarto ano - por sinal o da reeleição do líder leonino.

 

Alguns vultos influentes nos bastidores têm-se movimentado nos últimos dias para defender a continuidade de Jesus, garantindo que ele faz parte da solução e não do problema.

Ignorando que a questão não é de nomes, mas de projecto.

Por outras palavras, em forma interrogativa: preferimos definir primeiro uma linha de rumo e escolher depois o treinador mais capaz de a pôr em prática ou optar pela navegação à vista em função das características do técnico, mesmo distorcendo e subvertendo o projecto?

 

De momento, o dilema está instalado.

Deve o Sporting sujeitar-se ao treinador ou este adaptar-se ao clube?

Deve o Sporting ceder aos caprichos de um técnico que exige dezena e meia de "reforços" estrangeiros para no fim aproveitar dois ou três, como sucedeu no Verão passado, ou colher os frutos de uma formação de reconhecida excelência, capaz de ombrear com a do Ajax que disputará com o Manchester United a final da Liga Europa?

 

Julgo que as coisas têm de ser postas neste plano e não em qualquer outro.

Por mim, não restam dúvidas. O projecto está acima do treinador e este só será parte da solução se o incorporar como seu. Sem reservas mentais. Sem desvirtuamentos nem distorções.

Jesus aceita-o? Que o diga com clareza ao presidente e aos sócios, sem entretantos nem entrelinhas. Só deste modo justificará uma tolerância suplementar dos adeptos, fartos de verem o Sporting triunfar apenas no campeonato da bazófia e coleccionar vistosos títulos em exclusivo nos jornais.

 

Se não for assim, invertem-se os dados da equação: o técnico passa a ser parte do problema. E só continuará em Alvalade pelo pior dos motivos: para evitar que lhe seja transferida uma indemnização milionária para as mãos.

Sacrifica-se tudo em função da racionalidade financeira. Mesmo mandando o projecto desportivo às urtigas. Mesmo ampliando a distância entre a gerência leonina e a massa adepta, cansada de ver tanta promessa desfeita no confronto com a realidade.

 

Tal como muitos outros, também eu cada vez mais me interrogo sobre os desafios da época que se avizinha. E, após tantas decepções acumuladas, sinto-me incapaz de renovar o capital de confiança que já depositei em Jesus.

Para mim, tornou-se uma solução esgotada. Porque não o vejo como intérprete do ADN leonino.

 

Precisamos de um treinador ainda jovem, dinâmico, ambicioso, de preferência com conhecimento da nossa cultura clubística e que goste de potenciar jogadores oriundos dos escalões da formação.

Precisamos de alguém com o perfil muito próximo de Leonardo Jardim - a primeira escolha de Bruno de Carvalho e que se prepara para festejar o título de campeão em França como timoneiro do Mónaco, batendo o milionário Paris Saint-Germain, que todos apontavam como favorito.


comentar ver comentários (60)

«É preciso um director desportivo com passado futebolístico, que os jogadores respeitem. É preciso um departamento de futebol moderno, avançado, com um núcleo de scouting de topo. Não era a cor vermelha dos carros que deveria ser proibida, proibido deveria ser falar constantemente do rival.»

Sérgio Gomes, neste meu texto


comentar ver comentários (3)
15 Mai 17
A verdadeira questão
Edmundo Gonçalves

Creio que será fácil de identificar.

Os jogadores deixaram de respeitar/acreditar/apoiar o treinador.

Dar a volta a isto vai ser uma obra hercúlea.

Tags:

comentar ver comentários (42)

img_757x498$2017_05_07_23_02_57_625359[1].jpg

 

Caro Presidente:

Já deixou claro, na sua mais recente prosa feicebuquiana, que não passa cartão a "cartas abertas de adeptos, blogguers, opinadores e afins".

Está no seu direito.

Mesmo assim, atrevo-me a recomendar-lhe desde já algumas linhas de actuação para a época que há-de vir e tem de ser preparada a partir de agora: muito menos conversa fiada, muito menos bravatas, muito menos facebook, muito menos impulsos, muito menos tempo perdido com revistas do coração.

Não tente concorrer com o nosso Presidente da República em protagonismo diário junto dos órgãos de informação: nesse domínio, que gere como ninguém, Marcelo Rebelo de Sousa é imbatível.

Pense duas vezes antes de falar. Ou dez, se for preciso.

Aprenda a controlar os seus impulsos. Respire fundo durante um minuto. Ou cinco, se for necessário.

Habitue-se a escrever metade do que escreve. Ou metade da metade. Fica com mais tempo para ler e meditar: ser-lhe-á útil.

Comece por comunicar no seu gabinete muito daquilo que diz sobre terceiros perante os jornalistas: todos somos escravos das nossas palavras, sobretudo se foram tornadas públicas.

Rodeie-se dos melhores, chame para junto de si os mais competentes. Não meça as suas escolhas em função de padrões de fidelidade.

E nunca se esqueça: estão de antemão condenados ao fracasso todos os homens que julgam alcançar o sucesso sozinhos. Se há lição que o desporto nos ensina é precisamente esta.


comentar ver comentários (54)

Neste fim de semana, no És a Nossa Fé recebemos 5631 visitas e registámos 13.377 visualizações. Números que naturalmente nos enchem de satisfação.

Cada vez mais pessoas consideram este blogue de leitura obrigatória. Fica a certeza: faremos tudo para continuar a corresponder às vossas expectativas.


comentar ver comentários (6)

«Precisamos de: novo treinador, um médio experiente (centro ou ofensivo), dois laterais e um avançado para fazer competição com Bas Dost.»

MB, neste meu texto


comentar ver comentários (5)
14 Mai 17

 

Continuação daqui.

O que dói é que Bruno de Carvalho tem tanto capital emocional e político investido em Jorge Jesus que dificilmente encarará a hipótese de arrepiar caminho e encontrar um treinador mais adequando às nossas atuais capacidades e interesses. O que dói é que JJ é velho demais para mudar genuinamente, percebendo que os riscos que corre com a canalhada dificilmente se compararão pior do que o que “conquistou” com as escolhas feitas este ano. O Sporting termina a época em terceiro, perto do nível de quarto e dando vários passos atrás. Termina a época com menos titulares indiscutíveis do que no ano passado e com um grande ponto de interrogação para o futuro quanto a qual a estratégia a privilegiar.

O que dói é que a relação com o treinador e o plantel vai ter de cair de podre ou estar inteiramente dependente do tal fator que raramente nos tem bafejado.

Três ou quatro contratações galácticas, aparentemente pouco promissoras (três ou quatro Slimanis para diferentes posições, num acerto de scouting que no ano passado esteve longe de se concretizar), uma conjuntura de maior fragilidade nos adversários que não se adivinha (pelo menos o benfica) e uns milagres altamente improváveis nas competições europeias.

A esperança nunca morre, mas arrisca-se a iniciar a próxima época internada no hospital à espera de um renascimento, talvez lá para o natal.

Está difícil sequer conseguir esfregar as mãos com o “para o ano é que é”.

Dito isto, espero que os próximos meses amenizem este estado de espírito e este balanço e que daqui a um ano estejamos aqui a celebrar. Para já, com o realismo possível de quem “só” sabe o que vê em público, é isto que tenho digerido. Imensas dúvida quanto à razoabilidade de manter a aposta no atual treinador. Imensas.


comentar ver comentários (2)

 

Francisco Geraldes, Gelson Dala e Ryan Gauld jogaram hoje. Pela equipa B.

 


comentar ver comentários (10)
Cavar mais fundo
Pedro Correia

1024[1].jpg

 

«A equipa está à espera que a época acabe», diz o técnico mais bem pago do futebol português, para quem a época acabou de facto há quatro meses. Dando assim uma imagem de falta de profissionalismo e nula entrega à camisola por parte dos jogadores que ainda treina. Vários dos quais não merecem uma só palavra desta triste e lamentável frase.

Jorge Jesus nunca cessa de nos espantar: por mais que o buraco se agigante, ele está sempre disponível para cavar mais fundo.


comentar ver comentários (22)

O que dói é que há um ano terminámos o campeonato a jogar o melhor futebol da liga, derrotados por uma nesga de fortuna mas legitimamente confiantes de que iriamos enfrentar a época seguinte num patamar superior àquele com que tínhamos entrado a época que findava.

Terminar melhor do que se começou, avançando mais do que os adversários é a única forma de nos aproximarmos decisivamente da glória e é a única coisa – juntamente com o apoio dos adeptos – que depende estritamente de nós, naquilo que é uma prova longa, cheia de imponderáveis e até de eventuais cartilhas e encartados.

Sporting

 

Se o que depende de nós não for bem feito, sobra pouco crédito como capital de queixa e entregamos a uma imensa sorte – que raramente nos bafeja – para atingir aquele que será sempre um sucesso improvável.

 


comentar ver comentários (7)

Por curiosidade, aqui fica a soma das classificações atribuídas à actuação dos nossos jogadores no Feirense-Sporting pelos três diários desportivos:

 

Gelson Martins: 15

Adrien: 14

Coates: 13

Jefferson: 13

Rui Patrício: 13

Bas Dost: 12

Schelotto: 12

Podence: 11

William Carvalho: 11

Bryan Ruiz: 10

Bruno César: 10

Matheus Pereira: 9

Rúben Semedo: 9

 

Os três jornais elegeram Gelson Martins como o melhor entre os sportinguistas.


comentar
Coabitação
Francisco Almeida Leite

Ouve-se e não se entende. Então Jorge Jesus considera que o vencedor do treta-campeonato "foi um vencedor justo"? Como conciliar isso com as declarações de vários dirigentes do SCP, e sobretudo do seu presidente, sobre os árbitros, a liga, etc?


comentar ver comentários (10)

Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

Leoas às sextas

Os nossos comentadores me...

Balanço (2)

O Sporting à frente

Tão preocupado que eu est...

Cuspiram acusações entret...

Os nossos comentadores me...

Balanço (1)

Boas notícias

Liga dos Palpites 2016/20...

Arquivo

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

comentários

memória

bruno de carvalho

selecção

leoas

prognósticos

jorge jesus

vitórias

balanço

há um ano

slb

campeonato

arbitragem

benfica

rescaldo

jogadores

eleições

mundial 2014

taça de portugal

liga europa

godinho lopes

ler os outros

nós

golos

clássicos

árbitros

futebol

euro 2016

comentadores

crise

marco silva

cristiano ronaldo

scp

análise

humor

formação

chavões

liga dos campeões

slimani

todas as tags

Mais comentados
158 comentários
155 comentários
152 comentários
136 comentários
136 comentários
132 comentários
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds