Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Seis pontos para o fim do jejum

Tal como grande parte dos sportinguistas, só celebrei doís títulos nacionais na minha vida adulta. Para trás ficaram os gloriosos tempos de 1979/1980 e de 1981/1982, dos quais guardo memórias difusas, e nos últimos anos houve o ano da semana negra (quantas equipas perdem a Taça UEFA no seu próprio estádio?) e aquele mais recente em que o Ronny do Paços de Ferreira forçou Paulo Bento a lembrar as diferenças entre futebol e andebol. Este ano, com um treinador a sério e um plantel a sério, chegou a hora de voltar a festejar. O caminho começa já no sábado, frente ao FC Porto, pois os seis pontos de desvantagem em relação aos principais adversários só podem ser revertidos nos confrontos directos. Se todo aquele desperdício frente à baliza do Benfica (tal como da Académica) não se repetir, haverá tempo para o novo estádio provar que não foi construído por cima de um cemitério índio.

2 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D