Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

A futebolização do desporto

O desporto futebolizou-se em Portugal. É um fenómeno recente. Não é preciso recuar muitos anos para lembrar que já houve um tempo em que nem só o pontapé-na-bola mobilizava as atenções de quem se interessava pela prática desportiva. Tornei-me sportinguista em miúdo, por exemplo, pelo grande cartaz multidesportivo que o clube de Alvalade então ostentava. Vibrei com os golos de Yazalde em vários estádios, é certo. Mas também com as proezas de Livramento no hóquei em patins, de Joaquim Agostinho no ciclismo, de Brito no andebol ou de Carlos Lopes no atletismo. Este foi um património que se perdeu. É um património que também tem vindo a perder-se no Sporting. O futebol tomou conta de tudo, em regime de monopólio. Noutros países europeus não é assim. Mas em Portugal é. O que constitui uma prova adicional do nosso atraso.



8 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D