20 Jul 12

Ao longo dos anos já passaram pela minha frente muitas decisões judiciais desprovidas de razão e de bom senso, mas esta do Conselho de Justiça da FPF a dar provimento ao recurso do Benfica, sobre o impedimento aos empréstimos de jogadores dentro da mesma divisão, atinge novos patamares de absurdidade. O teor completo do juízo ainda não é conhecido, mas por o que foi noticiado, a justificação principal assenta-se na risória premissa de que o regulamento aprovado pelos clubes na Assembleia Geral da Liga «limitaria o princípio de livre acesso a trabalho». Nem sequer me vou dar ao trabalho de elaborar um qualquer argumento quanto à nulidade desta premissa, transparente na sua intenção de «atirar poeira jurídica para os olhos». No que ao Benfica concerne - uma vez que foi a entidade que apresentou o recurso e que na época passada emprestou 29 jogadores estrangeiros - esta decisão infere, explicitamente, que o conselho federativo português atribui a si dispensação jurisdicional para deliberar sobre «o princípio de livre acesso a trabalho» de cidadãos do Brasil, Suécia, Eslovénia, Uruguai, Paraguai, Argentina, e Cabo Verde, só para nomear alguns, num contexto generalizado e ignorando o enquadramento real e legal relevante a esta ocorrência laboral.

De qualquer modo, o que aconteceu, na realidade, foi que o voto legítimo e democrático da Assembleia Geral da Liga lesou os interesses partidários de uma minoria - leia-se, Benfica e FC Porto - e, daí, a necessidade de encaminhar o processo para outro fórum onde as influências obscuras poderiam agir em todo o seu esplendor, à conveniência. Gostaria de ver os clubes recorrerem desta decisão mas duvido que aconteça. O mais provável, à boa portuguesa, é alcançarem um qualquer entendimento para aplacar as vozes mais ruídosas e satisfazer os mesmos interesses. Não posso dizer que fiquei pasmado pela decisão, mas lamento verificar que mais uma vez o futebol português foi traído.


comentar
16 comentários:
De Pedro G. a 20 de Julho de 2012 às 16:03
Não entendo a sua luta por esta proibição de empréstimos a clube da mesma liga... O Sporting é claramente o clube que mais ganha com empréstimos à 1ª Liga, pois inúmeros jogadores como André Santos, Wilson Eduardo ou Adrien, que não tinham espaço no Sporting, rodaram noutros clubes da 1ª liga, fizeram grandes épocas e voltaram a Alvalade com outro estatuto. Pelo contrário os emprestados do Porto ou do Benfica raramente têm sido chamados e têm tido sucesso nas equipas principais. Aliás, o Porto já corrigiu a sua estratégia de espalhar jogadores em clubes da 1ª Liga para tramar o Benfica para começar a espalhar treinadores da casa em clubes da 1ª Liga para tramar o Benfica...

Sinceramente, o argumento da desconfiança sobre o menor rendimento destes jogadores contra o clube de empréstimo para mim não colhe. Como pudemos constatar e bem com Adrien na final da Taça!


De Edmundo Gonçalves a 20 de Julho de 2012 às 16:17
Chiça penico, chapéu de coco!

É que só os do Sporting não têm caganeira nos dias dos jogos com o seu clube, entendeu????

Arre, que é demais!


De Rui Gomes a 20 de Julho de 2012 às 16:26
A minha oposição aos empréstimos tem múltiplas vertentes e em nada se relaciona com simpatias clubísticas. A principal delas, a flagrante exemplo do que o FC Porto faz há anos e o Benfica tem vindo a tentar imitar, é o «armazenar» de jogadores, primacialmente para evitar que eles optem por outros emblemas. Isso, e a distribuição dos activos pelos clubes medianos de forma a condicioná-los. O Sporting é o que menos tem emprestado e 99% dos que emprestou são oriundos da sua formação, acentuando, portanto, a intenção da sua continuada evolução. Não é esse o caso com os outros clubes. Não é ao acaso que o Benfica e o FC Porto são os principais opositores ao regulamento. O Benfica na época passada teve apenas 4 portugueses emprestados na 1.ª Liga, e o único da sua formação - que até rescindiu com o clube há pouco tempo - foi o David Simão. Tudo o resto são estrangeiros. A lei dos emprestados, como estava, faz com que os principais clubes, salvo o Sporting, apostem menos na formação e privilegiem cada vez mais o estrangeiro. Muito por isso, o SLB entra em campo quase sempre com 10 ou 11 estrangeiros e a Selecção Nacional tinha apenas um - e duvidosa escolha que foi - desse clube. A verdade é uma coisa e os interesses partidários é outra. O atleta português é prejudicado imenso com esta lei que eles insistem em manter. Não o perturba que PInto da Costa seja a favor dela ? Desde quando é que ele se preocupa com o estado do futebol português ? Nunca...


De Lancero a 20 de Julho de 2012 às 19:22
Anda um sócia do David Simão, que até usa o mesmo nome que ele, no Benfica B.
Investigue-se


De Rui Gomes a 20 de Julho de 2012 às 20:37
Quem anda bem informado não necessita de investigar. Só há um David (Martins) Simão que foi formado no Benfica, esteve emprestado à Académica na época passada e que inicialmente foi dado na equipa B este ano.
Jornal Record 2/7/2012: «David Simão já não é jogador do Benfica. O médio de 22 anos rescindiu contrato que o ligava aos encarnados até Junho de 2015. Esclarecido ?


De Lancero a 20 de Julho de 2012 às 22:13
Sim, muito esclarecido.

Benfica B - Beira Mar, 18/07/2012

Minuto 80, golo de David Simão, de livre.

Não tem de agradecer a correcção. Pode até insistir no erro.


De Rui Gomes a 20 de Julho de 2012 às 22:32
Continua a «martelar» na mesma ! O David Simão que eu refiro no comentário que fiz e já em alguns outros escritos, como tendo sido o único português emprestado na 1.ª Liga pelo Benfica na época passada, é o David Simão que esteve na formação do Benfica de 1999 a 2009, que foi emprestado ao Fátima, Paços Ferreira e depois de ainda ter estado com a equipa principal, foi então emprestado à Académica. Nasceu em 1990-05-15. Se existe um outro David Simão, eu desconheço-o, nunca me referi a ele e é-me indiferente. Só se o David Simão que rescindiu contrato mudou de ideias passados alguns dias e voltou ao clube. É um cenário que não vi noticiado em lado algum.


De Lancero a 20 de Julho de 2012 às 22:52
Ahahaha.
Oiça, estou a tentar-lhe transmitir a mensagem que está enganado.
O David Simão (só há um) não rescindiu com o Benfica (não acredite em tudo o que lê) e está a jogar na equipa B. Ainda anteontem o vi jogar e marcar contra o Beira Mar.


De Rui Gomes a 20 de Julho de 2012 às 23:05
Se, de facto, ele não rescindiu e continua no clube, tudo bem. Nos meus escritos sobre os empréstimos mencionei a sua noticiada rescisão como um à parte, uma vez que não influi a essência dos argumentos citados. Admitindo que é então verdade, eu teria informado o leitor de modo completo e correcto, em vez de o «mandar» informar-se. Claro, cada um tem os métodos de dialogar.


De Lancero a 20 de Julho de 2012 às 23:30
Se não percebeu à primeira a minha correcção à sua falsa informação (mesmo com a arreliadora gralha na palavra sósia), devia ter percebido à segunda.
Mas, naturalmente, a culpa é dos meus "métodos".
Ok.


De Rui Gomes a 20 de Julho de 2012 às 23:44
Alguém terá dito, algures: «muito débil é a razão senão chega a compreender que há muitas coisas que a ultrapassam».


De Lancero a 21 de Julho de 2012 às 00:10
Prefiro Voltaire: "É perigoso ter razão quando o governo está equivocado."
Saudações.


De A. Santos a 20 de Julho de 2012 às 22:18
Toda a gente se ajoelha perante certos clubes... O ano passado foi o presidente do conselho de arbitragem, este ano é o conselho de justiça da FPF, enfim... É gritante a falta de coragem desta gente.

Saudações Leoninas


De Rui Gomes a 20 de Julho de 2012 às 22:45
Tem razão caro A. Santos.Mas eu ainda vou mais longe do que falta de coragem, é, sobretudo, falta de honestidade e integridade. Cumprimentos.

P.S. Veja o meu outro post sobre «o que dizem eles». Ilustra bem a vida do «sistema». Mas o que para mim mais confirmou a falsidade do argumento jurídico do orgão federativo, foi a ausência argumentos no contexto técnico de José Manuel Meirim que, por norma, tem sempre tanto para dizer.


De Edu a 22 de Julho de 2012 às 14:54
caros Sportuinguistas, o futebol está como o mundo, enquanto houver juizes, que fazem as leis para os amigos, nunca haverá justiça, muitos dos problemas dos países é este, tudo é feito para meia duzia beneficiarem, o pior é que nem existe vergonha, todos sabemos que tem sido desonesto o emprestimos de jogadores ás outras equipas, o futebol devia se proteger ou fazerem uma lei que fosse transparente no emprestimos de jogadores, mas não tudo continua na mesma ou seja vou a estádio ver um jogo 11 contra 11, e já sei qual vai ser o resultado, pois está viciado, continuamos assim cantando e rindo..............


De Rui Gomes a 22 de Julho de 2012 às 15:23
Os interesses partidários impõem-se sobre o bem estar do futebol, desporto e indústria. Daí, que a verdade desportiva é frequentemente traída.

Cumprimentos.


Comentar post

Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

Jogo de apresentação aos ...

Aves e Ave

Porta giratória

Verdadeiros adeptos somos...

Os nossos comentadores me...

Palmarés leonino (44)

Chavões da bola (122)

O Eng. Dias, o Dr. Zacari...

Os nossos comentadores me...

Tudo ao molho e FÉ em Deu...

Facebook
És a Nossa Fé no Facebook
Twitter
És a Nossa Fé no Twitter
Arquivo

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

comentários

memória

selecção

leoas

bruno de carvalho

prognósticos

balanço

jorge jesus

slb

há um ano

vitórias

campeonato

benfica

jogadores

eleições

rescaldo

arbitragem

mundial 2014

taça de portugal

nós

golos

ler os outros

liga europa

godinho lopes

futebol

árbitros

clássicos

euro 2016

comentadores

cristiano ronaldo

scp

humor

formação

análise

crise

chavões

liga dos campeões

derrotas

sportinguismo

todas as tags

Mais comentados
158 comentários
155 comentários
152 comentários
142 comentários
138 comentários
136 comentários
132 comentários
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds