Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Assembleia Geral do Sporting

O seguinte texto surgiu na forma de comentário no blogue «A Norte de Alvalade» por um leitor identificado por «JPS» :

 

« A AG de Sábado começou com o habitual pedido da Mesa da dispensa da acta da anterior AG, documento de 26 páginas e de pouco interesse prático, atendendo que é do conhecimento de todos o desfecho da referida AG. Um largo conjunto de sócios opôs-se a esta dispensa, (vá-se lá saber porquê, sendo contudo um direito que lhes assiste), obrigando a uma votação. Feita a votação, perdidos 45 minutos neste experiente dilatório, uma maioria de cerca de 60% aprovou a dispensa da votação. Na primeira intervenção, Bruno de Carvalho sobe ao palco e proclama a ausência de democracia no Clube em virtude da dispensa da leitura da acta, fazendo tábua da votação e mostrando a todos qual é o seu conceito de democracia.

 

Imediatamente a seguir, apresenta uma lista de 8 questões ao presidente do Sporting. A última das quais era «qual é a data a partir da qual o Sporting entrará em ruptura de tesouraria e deixará de cumprir os seus compromissos». Godinho Lopes, estoicamente, no meio de insultos e gritaria por parte dos apoiantes de Bruno de Carvalho, responde a todas elas. As respostas não são do agrado do último, que regressando ao palco diz que as perguntas não são dele mas de todos os sportinguistas e lamenta não lhe ter sido respondida uma única questão, pese embora todos termos acabado de as ouvir.

 

A AG prossegue para a aprovação do orçamento. Os apoiantes de Bruno de Carvalho sobem ao palco e falam de tudo menos do orçamento. Acusam o presidente de ser mentiroso. Bruno de Carvalho sobe ao palco pela 3.ª vez e é o único que fala sobre o orçamento. Quando alguém chama a atenção para o facto de o número de associados ter aumentado na última época, os apoiantes de Bruno de Carvalho gritam violentemente MENTIRA, MENTIRA, MENTIRA, apesar dos números serem bem claros no orçamento. Teme-se o tumulto.

 

Segue-se o complexo de Odivelas. Pese embora todas as virtudes da operação para as modalidades, os apoiantes de Bruno de Carvalho não desarmam. Não são contra a operação mas são contra o protocolo. Invocam riscos jurídicos, mesmo depois de um sócio que é vereador da CM de Odivelas os ter desmontado.

 

Durante esta discussão, um sócio sobe ao palco criticando violentamente o presidente por não falar nas AGs aos sócios, mesmo depois do presidente ter respondido a todas as questões. Na mesma frase, este sócio acusa a Mesa da AG dizendo que é uma vergonha que o presidente disponha de 30 minutos para falar, quando o tinha acabado de acusar de não querer falar.

 

No fim, Bruno de Carvalho sobe ao palco pela 5.ª vez, invocando a defesa da honra. A Mesa da AG faz-lhe vontade. Em palco, Bruno de Carvalho, falando pela 5.ª vez aos sócios, acusa a Direcção e a Mesa da AG de não deixarem que ele se exprima em Assembleia Geral e volta a proclamar a falta de democracia no Sporting.

 

É este o Sporting que temos ».

 

Observação: Mais uma vez os interesses do Sporting invocados para justificar acções e discursos, reduzindo a nada o uso da razão, em prejuízo da Instituição que clamam defender. Triste e lamentável !   

 

5 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D