03 Jul 12

O seguinte texto surgiu na forma de comentário no blogue «A Norte de Alvalade» por um leitor identificado por «JPS» :

 

« A AG de Sábado começou com o habitual pedido da Mesa da dispensa da acta da anterior AG, documento de 26 páginas e de pouco interesse prático, atendendo que é do conhecimento de todos o desfecho da referida AG. Um largo conjunto de sócios opôs-se a esta dispensa, (vá-se lá saber porquê, sendo contudo um direito que lhes assiste), obrigando a uma votação. Feita a votação, perdidos 45 minutos neste experiente dilatório, uma maioria de cerca de 60% aprovou a dispensa da votação. Na primeira intervenção, Bruno de Carvalho sobe ao palco e proclama a ausência de democracia no Clube em virtude da dispensa da leitura da acta, fazendo tábua da votação e mostrando a todos qual é o seu conceito de democracia.

 

Imediatamente a seguir, apresenta uma lista de 8 questões ao presidente do Sporting. A última das quais era «qual é a data a partir da qual o Sporting entrará em ruptura de tesouraria e deixará de cumprir os seus compromissos». Godinho Lopes, estoicamente, no meio de insultos e gritaria por parte dos apoiantes de Bruno de Carvalho, responde a todas elas. As respostas não são do agrado do último, que regressando ao palco diz que as perguntas não são dele mas de todos os sportinguistas e lamenta não lhe ter sido respondida uma única questão, pese embora todos termos acabado de as ouvir.

 

A AG prossegue para a aprovação do orçamento. Os apoiantes de Bruno de Carvalho sobem ao palco e falam de tudo menos do orçamento. Acusam o presidente de ser mentiroso. Bruno de Carvalho sobe ao palco pela 3.ª vez e é o único que fala sobre o orçamento. Quando alguém chama a atenção para o facto de o número de associados ter aumentado na última época, os apoiantes de Bruno de Carvalho gritam violentemente MENTIRA, MENTIRA, MENTIRA, apesar dos números serem bem claros no orçamento. Teme-se o tumulto.

 

Segue-se o complexo de Odivelas. Pese embora todas as virtudes da operação para as modalidades, os apoiantes de Bruno de Carvalho não desarmam. Não são contra a operação mas são contra o protocolo. Invocam riscos jurídicos, mesmo depois de um sócio que é vereador da CM de Odivelas os ter desmontado.

 

Durante esta discussão, um sócio sobe ao palco criticando violentamente o presidente por não falar nas AGs aos sócios, mesmo depois do presidente ter respondido a todas as questões. Na mesma frase, este sócio acusa a Mesa da AG dizendo que é uma vergonha que o presidente disponha de 30 minutos para falar, quando o tinha acabado de acusar de não querer falar.

 

No fim, Bruno de Carvalho sobe ao palco pela 5.ª vez, invocando a defesa da honra. A Mesa da AG faz-lhe vontade. Em palco, Bruno de Carvalho, falando pela 5.ª vez aos sócios, acusa a Direcção e a Mesa da AG de não deixarem que ele se exprima em Assembleia Geral e volta a proclamar a falta de democracia no Sporting.

 

É este o Sporting que temos ».

 

Observação: Mais uma vez os interesses do Sporting invocados para justificar acções e discursos, reduzindo a nada o uso da razão, em prejuízo da Instituição que clamam defender. Triste e lamentável !   

 


comentar
5 comentários:
De Jans a 3 de Julho de 2012 às 08:38
Eu não percebi foi se o 'JPS' (João Pedro Silva) se pronuncia como vogal, como sócio ou como simples apoiante de uma rede que tem desmontado o Sporting e que ele em tempos ainda chegou a criticar.


De AV a 3 de Julho de 2012 às 11:24
Caro Rui Gomes,
É factual (pelo seu comentário a um outro post neste blog) que não esteve na AG.
No entanto, não tem qualquer pejo em vir transcrever um texto de um apoiante de GL sobre a AG, quando na realidade poderia encontrar outro tipo de versões, todas elas diferentes e muitas delas antagónicas, mas vá-se lá saber porque é que se confia mais numas que noutras. Mas não é isso que me faz comentar este post.
Comento o post, apenas para realçar a sua democracia (sim, porque para apresentar, sem fazer qualquer reparo, o post é porque acredita e concorda com ele). Pois bem, para si, uma pessoa que faz oposição a uma direcção, seja ela política, desportiva ou associativa, não pugna pela democracia nem pode defender uma causa. E mais, acusa-o de lamentável e triste, mesmo não tendo estado presente e baseando-se, para isso, num testemunho de uma pessoa com ligação ao criticado.
Não defendo BdC ou GL, apenas quero o melhor para o Sporting, mas a forma como aqui apresenta a sua opinião é extremamente falaciosa e, diria mesmo, até triste e lamentável, que em nada dignifica a defesa dos interesses do Sporting, nem a discussão sobre o Sporting, que, para bem dos seus interesses, deve ser contínua.


De Rui Gomes a 3 de Julho de 2012 às 12:14
Transcrevi um comentário que, segundo contactos que fiz, aproxima-se da realidade da ocorrência. Á parte disso, não apoio GL mas sim o presidente do Sporting, o que é muito diferente. Ainda, não obstante o que ocorreu nesta AG, BdC já deu amplas provas - públicas e conformadas - da sua constante destrutiva oposição. Apoiei-o no último acto eleitoral, não o faria hoje e não o fari amanhã. Por fim, não indico que estive presente na AG.


De Outside a 3 de Julho de 2012 às 11:28
Não é o único relato de quem assistiu a essa AG.

Não se percebe é como é que esse senhor foi quase eleito nas últimas eleições.

Eu que não sou nenhum ilumidado, nunca me iludi pela demagoria transparente e pela moral incoerente desse senhor.

E após as eleições a sua conduta fica à consideração dos Sportinguistas.

SL


De Rui Gomes a 3 de Julho de 2012 às 12:20
Segundo duas pessoas que contactei sobre a AG, o supracitado relato descreve a generalidade do que ocorreu. Na realidade, não pasma, minimamente, considerando as suas constantes digressões públicas ao longo do último ano, com o único objectivo de «deitar abaixo esta direcção». As palavras são dele, não minhas.


Comentar post

Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

Podem colocar o homem em ...

Tristeza

Feito de Sporting - um de...

Frases eternas (2)

Postal aos nossos jogador...

O berço do campeonato

Mais do que desporto

Frases eternas (1)

Leoas às sextas

Ética - a morosidade da (...

Facebook
És a Nossa Fé no Facebook
Twitter
És a Nossa Fé no Twitter
Arquivo

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

comentários

memória

selecção

leoas

bruno de carvalho

prognósticos

jorge jesus

balanço

slb

há um ano

vitórias

campeonato

jogadores

benfica

eleições

rescaldo

arbitragem

mundial 2014

taça de portugal

nós

golos

ler os outros

liga europa

godinho lopes

futebol

árbitros

clássicos

euro 2016

comentadores

cristiano ronaldo

scp

formação

humor

análise

crise

chavões

liga dos campeões

derrotas

william carvalho

todas as tags

Mais comentados
158 comentários
155 comentários
152 comentários
142 comentários
138 comentários
136 comentários
132 comentários
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds