Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

A estabilidade, valor supremo

MEDIANIA OU SUCESSO. Tudo o que o Sporting precisa agora é de estabilidade. Só a estabilidade permitirá definir e aplicar políticas de crescimento viáveis e sustentáveis. Não é preciso nomear clubes que basearam êxitos na continuidade e coerência das suas políticas, algo que só o tempo permite. A questão é decidirmos - adeptos, sócios e dirigentes - se queremos inscrever o SCP nesta lista ou na dos que, pela sua instabilidade, se ficam pela mediania, por nada construirem de duradouro, nem de sólido.

 

A PAIXÃO QUE DESTRÓI. É certo, a paixão atravessa-se nos caminhos do futebol como nos amores. A relação da maioria dos adeptos com o clube é feita de amor exacerbado, o adepto espera a consumação do seu amor pelas vitórias. Mas os amores sólidos também precisam de tempo, para serem duradouros. Observarão alguns: mas tudo o que temos sempre dado é tempo, e já estamos cansados da espera. Verdade e mentira. Temos dado tempo, por junto, mas temos sido impacientes, a cada passo. Deixamos plantar, mas não deixamos germinar e dar fruto.

 

UM CARROSSEL LOUCO. A história recente do Sporting foi feita de mudanças sucessivas de presidentes, dirigentes do futebol e treinadores. Muitas, demais. Nenhuma empresa bem sucedida sobreviviria com tanta mudança em pouco tempo. Nenhuma política de recuperação económica e financeira ou desportiva terá êxito fazendo do clube um carrossel louco que expulsa, a cada volta, tudo e todos. A cada insucesso, a cada dificuldade entramos em guerra civil. Tornamo-nos autofágicos.

 

O SPORTINGUISMO DO 'EU'. Por vezes, interrogo-me sobre o real sportinguismo de alguns (independentemente do seu direito a terem e a manifestarem opinião... no momento e lugar certos). Uns, face às dificuldades e espreitando sempre as dificuldades, afirmam ter dinheiros para aplicar no clube, mas guardam-nos com avareza egoísta - 'só se for comigo'. Outros, ainda uma direção está a tentar aplicar programas - aprovados em AG - e já anunciam candidaturas de oposição. Os clubes que admiramos, pelas vitórias, guardam para dentro de si as disputas internas, uma das razões dos sucessos. Identidade de objetivos e de ação entre direção, adeptos e jogadores.

 

SÓ UM: O SCP. Em vez de concentrarmos esforços no 'um por todos e todos por UM' - o Sporting, claro!, porque só pode haver UM - tendemos a dispersar esforços e forças no projeto individual e no criticismo patológico. É, a meu ver, escolher o caminho errado: o fado da mediania. O SCP precisa de mais e de melhor.

1 comentário

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D