Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

No alto da madrugada

É sempre um bom momento para pensar e partilhar no blogue, o exercício interior que a madrugada nos permite. Dias de convulsão, onde a par da tragédia do terrorismo, aqui tão perto, temos a tragicomédia da administração Trump - só coisas que nos ralam -, a observação do estado de espírito de muitos Sportinguistas, nas redes sociais em especial, dá que pensar. Não há como nós para tudo questionar e pôr em causa, mesmo que, ou sobretudo, a procissão ainda vá no adro. Ainda nem cumprida que está a terceira jornada, e já se vaticina o pior. Calma. A equipa ainda não está a corresponder à expetativa coletiva, eu diria até à ansiedade generalizada, mas estamos no início. Nem se ganhou nem se perdeu nada.Temos de dar tempo ao tempo, de nos dar o benefício da dúvida. Há, sobretudo, um fator muito importante que precisamos de interiorizar. O Sporting precisa de unidade à volta da equipa, dos adeptos, do clube em geral. Se queremos vencer, temos de afastar uma certa bipolaridade emocional. Bem sei que pessoas com responsabilidade falam demais, ou fora de tempo. E que por vezes mais valia estarem calados. Mas a tentação do microfone à frente... Sou dos que acredita, sobretudo na nossa força e na nossa superioridade, a vários níveis (eles não gostam de ouvir... e querem calar-nos...eles!). Não é por acaso o tratamento noticioso que nos dedicam e as decisões disciplinares cirúrgicas para nos enfraquecer. Mas nisso devemos encontrar forças, resistências, engrandecermo-nos. Sendo um exemplo. Acredito no nosso lema, nas nossas cores, nos nossos atletas das várias modalidades, não entro em crise só porque empatamos um jogo. Vibro no andebol, no futsal, no ciclismo, no ténis de mesa, no judo, na natação, no atletismo, no goalball, etc., no masculino e no feminino, nos jovens e nos seniores. E na nossa obra social, na IPSS Leões de Portugal. Apenas porque o Sporting Clube de Portugal é tudo isso. Aquém e além mar. Sim, logo vamos vencer em Guimarães e dia 3 de setembro lá estarei em Coimbra para apoiar as leoas na supertaça de futebol. Se cada um de nós der mais um pouco de si ao clube, a fasquia da exigência sobe relativamente a todos os que nos representam, impondo-lhes mais esforço e mais dedicação. No alto da madrugada fica este pensamento. Temos de ter cultura de vitória, sim, e de conviver mal com a derrota, mas também espírito de unidade e de coesão à volta do clube, como temos demonstrado nas bancadas.Todos, sem exceção. Acreditar e ter esperança. Afinal temos tanta coisa para ganhar esta época!

IMG_3713.

3 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D