Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

És a nossa Fé!

Um assunto pessoal com a Selecção

Dentro de semanas, passam 8 anos de uma dívida que ficou por saldar entre mim e a selecção nacional, com prejuízo para o primeiro e com danos colaterais para o segundo. Falo da final do Europeu de 2004, sim, aquela em que vimos os gregos levantarem o caneco em nossa casa. Dirão agora que então a dívida é para com todos os portugueses e que não percebem as motivações deste tipo que se considera a última coca-cola no deserto. Pois bem, tal seria verdade se naquele fatídico 4 de Julho de 2004, eu não celebrasse os meus 12 anos. Na altura, não queria melhor presente: o primeiro título europeu ganho por Portugal aconteceria no meu dia de anos. Ora, no fim, acabei o dia a lacrimejar, enquanto via o Estádio da Luz pintalgado de azul (que combinação hedionda!). Isto marca qualquer um. Isto não se faz a uma pobre criança de 12 anos. O resto da minha infância não foi a mesma, garanto-vos. É este o assunto pessoal que tenho a tratar com a selecção. Não lhes perdoo aquela desfeita.

 

A dívida ficará por pagar até ao dia em que vençam um Europeu e, como sou exigente, o ideal seria numa final jogada a 4 de Julho. Seria ouro sobre azul. Este ano, mesmo que consigamos chegar tão longe, a final joga-se a 1 de Julho. É por três dias, mas também vale! Vou abrir uma excepção. Passados 8 anos, acredito que existe uma hipótese disso acontecer. A esta hora, estão a pensar que o dia dos 12 anos também me deixou sequelas psicológicas para afirmar tal coisa. Mas acredito honestamente e não apenas para inglês ver que temos hipóteses de ir à final de 1 de Julho. A selecção não tem, na minha opinião, a qualidade do Euro 2004 ou do Mundial 2006, mas é uma das mais fortes em competição. Temos de ter isto em conta, pois apesar dos dois jogos particulares que deixaram o país boquiaberto, não somos a Estónia ou o Liechtenstein. Voltando à vaca fria, em 2008, não me pagaram a dívida. Portanto, ficou para 2012. Espero que comece hoje, no jogo com a Alemanha, o início da cobrança. E apesar de estar contra-corrente, eu não peço juros. Vamos lá Portugal!

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D