Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

O que dizem eles


29 de Maio de 2012 - «As declarações de Scolari não têm pés nem cabeça.»

30 de Maio de 2012 - «Recordo-me de uma única situação que eu saiba, e até não foi o presidente (Pinto da Costa) mas pessoas ligadas à estrutura do FC Porto. Neste caso, até foi legítimo, porque tinham jogo passado um dia ou dois. Estavam convocados quatro ou cinco jogadores para um jogo particular da Selecção em Coimbra, se a memória não me falha, e foi-nos chamado a atenção para o facto de o FC Porto ir disputar esse jogo, mas o sr. Scolari acabou por convocá-los. Se os pôs a jogar a tempo inteiro isso já não sei.» 

 -    Gilberto Madaíl    - 

 

29 de Maio de 2012 - (Em síntese, no programa Trio de Ataque): «Isto não tem pés nem cabeça... Scolari no seu pior... Diz muito e não concretiza nada... Acho que Scolari é um verdadeiro aldrabão, um pantomimeiro...Espero que a direcção do FC Porto diga qualquer coisa.»

-    Rui Oliveira e Costa    -

Observação: É sempre missão espinhosa quando se pretende encobrir verdades e, por vezes, nessa tentativa, a memória falha, no mínimo, atrapalha-se. Primeiro Gilberto Madaíl diz que as declarações do ex-seleccionador nacional não têm pés nem cabeça, no dia seguinte recorda-se de uma única interferência, mas legítima. Acontece que o FC Porto de facto disputou um jogo europeu com o Deportivo da Corunha, que até venceu por 0-1, no dia 4 de Maio de 2004. A Selecção Nacional jogou um particular, em Coimbra, no dia 28 de Abril. O problema com a versão do ex-presidente federativo é que dos 20 jogadores convocados por Felipe Scolari não se encontrava um único atleta portista. Após a entrevista concedida à RTP por Scolari, era de esperar que Gilberto Madaíl viesse a público refutar as declarações e defender aquilo que o público português sabe que é indefensável. Nunca existiram dúvidas que ao longo dos anos Pinto da Costa tem vindo a influenciar, ou pelo menos a tentar influenciar, dirigentes da FPF, incluindo seleccionadores nacionais, visando a defesa dos interesses do FC Porto, em detrimento do desporto nacional.

Quanto a Rui Oliveira e Costa e a sua representação no programa Trio de Ataque, se é que ainda existiam dúvidas, foram definitivamente esclarecidas, que não é um digno representante do Sporting Clube de Portugal, simbólico que seja e como Conselheiro Leonino. O seu usual discurso ambíguo, neste dia, evidenciou-se pela sua ausência, na reforçada defesa do... FC Porto. Por impossível que pareça, até conseguiu exceder Miguel Guedes que, por norma, surge com recados encomendados e muito bem estudados. É por demais desconcertante que o universo sportinguista seja exposto às intrujices de egos vazios a desfilar na passarela mediática, em pretensa representação do seu Clube.

10 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D