07 Jan 12
Logo à noite
José Navarro de Andrade

 

foto de Andreas Gursky, Dortmund, 2009

(a célebre e intimidante "Die Wand" no topo norte do estádio do Borussia Dortmund)

 

Hei de ir para o estádio com pés de chumbo, maldizendo 7 vezes a sorte que me fez ser sportinguista. Malvada paixão em literal sentido bíblico, legítima tragédia grega, este sofrimento ao qual nos entregamos como se fosse inevitável e não houvesse a alternativa de ficar em casa descansado a ver o jogo na TV. Não há desafio, destes carregados de eletricidade, em que mal entreveja o céu de chumbo iluminado pelo halo do estádio, não me acometam angústias: o que faço aqui? Porque entrego desta maneira a minha alegria ao que podem conseguir 14 futebolistas?

Quando o árbitro (e logo que bisca nos havia de ter calhado!) apitar o início, hei de desejar que já tivessem passado os 90’ para acabar com aquele sofrimento e desde logo sonho como seria bom marcarmos 3 golos no primeiro quarto de hora, para que o resto da partida fosse uma festa, sabendo que isso não vai acontecer e hei de beber esta taça de veneno até ao fim.

 

Hei de ser constantemente atravessado pelo arrepio dos moribundos quando os outros, infames, ganharem um lance, se aproximarem a menos de 20 metros da nossa baliza, ou marcarem um canto. E se o Polga esquece que já não estamos no ano passado? E se o Onyewu escorrega? E se o Carriço jogar?

Hei de ficar desiludido cada vez que o Capel o Elias ou o Ricky peguem na bola e não fizerem aquele golpe de magia que tudo decide; abre o livro!, grito eu da bancada e eles surdos ao meu tormento.

Hei de ficar prostrado com o nosso primeiro golo, sem forças para exultar, por achar que veio ou cedo ou tarde demais e será efémero se não lhes aplicarmos um golpe que os ponha KO. Como é pequena a alegria dos sacrificados, sempre ensombrada pelo desastre.

 

Se eles, os outros, os infames, marcarem um golo, hei de olhar para o lado estupefacto, para o silêncio dos que me rodeiam, a tentar perceber se aquilo foi verdade e aconteceu mesmo; talvez tenhamos visto mal e a bola foi fora, talvez tenha havido uma falta antes e o árbitro ainda anule aquela desfaçatez.

Se perdermos hei de concluir que aqui está de novo o Sporting do Mirko Jozic, muita parra e pouca uva; se ganharmos hei de fazer contas para os pontos que ainda nos falta recuperar, se empatarmos não saberei o que hei de pensar.

 

Ir ao futebol não é um passatempo, não é um divertimento, é uma provação que haveremos de atravessar. Então porque vais, pergunta-me a minha mulher, sensata e atónita? Porque não tenho outro remédio…

Tomara que já fosse domingo de manhã.


comentar
8 comentários:
De David Soares a 7 de Janeiro de 2012 às 15:22
Só uma correcção...esta bancada chamada Südtribüne é topo SUL...tal como em Alvalade onde se situa a maior e mais antiga claque de Portugal! Sporting und BVB 09 FÜR IMMER


De José Navarro de Andrade a 7 de Janeiro de 2012 às 23:34
Obrigado pela sua correção - IMMER!


De João Távora a 7 de Janeiro de 2012 às 16:18
Brilhante, caro José: "Hei de ir para o estádio com pés de chumbo, maldizendo 7 vezes a sorte que me fez ser sportinguista. Malvada paixão em literal sentido bíblico, legítima tragédia grega, este sofrimento ao qual nos entregamos como se fosse inevitável e não houvesse a alternativa de ficar em casa descansado a ver o jogo na TV. Não há desafio, destes carregados de eletricidade, em que mal entreveja o céu de chumbo iluminado pelo halo do estádio, não me acometam angústias: o que faço aqui? Porque entrego desta maneira a minha alegria ao que podem conseguir 14 futebolistas?" Não há-de ser nada!


De José Navarro de Andrade a 7 de Janeiro de 2012 às 23:35
pois não foi - snif!


De Jose Manuel Barroso a 9 de Janeiro de 2012 às 00:10
Que texto delicioso, José! Divertido, alma sportinguista, culto. É isso:'porque não tenho outro remédio'. Este é o destino (comento eu concordando...).


De José Navarro de Andrade a 9 de Janeiro de 2012 às 01:49
Destino! É isso mesmo. Obrigado pelas suas palavras.


De Jose Manuel Barroso a 9 de Janeiro de 2012 às 00:22
Mas, cuidado! Se o gajo do Público, que descobriu aqueles significados todos nas fotos do corredor do balneário, vê esta foto do estádio do Borussia - ainda vamos ter uma noticia sobre as ligações a uma internacional extremista qualquer (de direita, claro!). Uff...


De José Navarro de Andrade a 9 de Janeiro de 2012 às 01:56
É extraordinária a capacidade de alguns jornalistas em produzir não-notícias a partir de nada acerca de cosia nenhuma. Estamos mesmo a ver um jogador a recusar-se entar em campo e pedir auxílio psiquiátrico depois de evr aquelas fotos no corredor. Ouvi dizer que o próprio repórter do Público ficou tão combalido que pediu dispensa durante uma semana argumentando que uma visão daquelas nem no Afeganistão.


Comentar post

Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

Os nossos comentadores me...

Os melhores prognósticos

O dia seguinte

Nem se dão ao incómodo de...

Os nossos comentadores me...

Isto é o Sporting!

Limpinho, limpinho

Ao Edmundo

Pódio: Bruno César, Gelso...

A diferença entre erro e ...

Arquivo

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

memória

comentários

selecção

bruno de carvalho

leoas

vitórias

prognósticos

há um ano

jorge jesus

campeonato

balanço

slb

arbitragem

benfica

mundial 2014

jogadores

rescaldo

taça de portugal

liga europa

godinho lopes

eleições

euro 2016

árbitros

ler os outros

futebol

golos

clássicos

comentadores

nós

marco silva

crise

scp

cristiano ronaldo

análise

chavões

formação

humor

slimani

liga dos campeões

todas as tags

Mais comentados
158 comentários
155 comentários
152 comentários
136 comentários
132 comentários
114 comentários
112 comentários
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds