24 Mai 12

João Pereira foi transferido para o Valência por 3,684 milhões de euros (mais 526 mil variáveis), assinando um contrato com três anos de validade, mais um de opção. O jogador foi adquirido ao SC Braga em Janeiro de 2010 por 3 milhões de euros.

É fácil comentar de fora para dentro, sem verdadeiramente sentir a real necessidade do Sporting de gerar receitas neste momento, no entanto, parece evidente que o montante da venda, para o actual melhor lateral direito português, ainda com 28 anos, é muito baixo. Esperamos explicações do Conselho Directivo mas não é difícil de antecipar que o caso apenas reflecte o desespero financeiro do Sporting. 


comentar
17 comentários:
De CP a 24 de Maio de 2012 às 22:27
Vender um titular numa posição dificil e titular na selecção nacional por esse valor é de facto muito estranho.
será dificuldade em negociar? será necessidade urgente de dinheiro? será o jogador a forçar a saida? seja qual for a resposta os tais 3,6 é um montante ridiculo e custa a acreditar como se vende o jogador por esse valor.
A ser, como você diz, para fazer face a dificuldades financeiras, não deveriam antes pôr uma série de emprestados no mercado? apostar em vender jogadores pouco utilizados também. mas isto digo eu que sou Benfiquista.


De Rui Gomes a 24 de Maio de 2012 às 22:36
Não tenho conhecimento directo de causa, mas estou convencidíssimo que a necessidade obrigou o negócio, considerando, também, as opções disponíveis para a posição. O Sporting está a negociar a partir de uma posição fraca, face aos resultados. Por conseguinte, se este jogador tem este mercado, onde é que ele existe para os emprestados, salvo, porventura, duas ou três opções que, para o Sporting, não são convenientes neste momento. A exemplo do que foi recentemente comunicado sobre a «Premier League», um prejuízo colectivo em excesso de 500 milhões, a crise é generalizada. Isto dito, uns são mais transparentes com as contas do que outros.


De CP a 24 de Maio de 2012 às 23:27
Concordo consigo. Imagino que pôr no mercdado jogadores que não jogam ou emprestados não seja fácil nem permita grandes retornos financeiros. apontei essas alternativas ao facto de vender um jogador titular por um valor baixo.


De Rui Gomes a 24 de Maio de 2012 às 23:45
Própriamente dito, os jogadores nunca são colocados no mercado mas, no mesmo sentido, estão sempre no mercado, caso haja interesse e com verbas atractivas. Acontece que aqueles que se encarregam destas questões, directores e empresários, têm conhecimento da receptividade dos clubes sobre a venda deste ou aquele jogador. Outra via, é um qualquer clube instruir um ou mais empresários para iniciar contactos para determinar o interesse vigente. Por vezes, é semelhante a um negócio de imóveis, quando se delega a alguém a procura de comprador para uma propriedade nossa.


De Jose Manuel Barroso a 24 de Maio de 2012 às 22:58
Mal seria do SLB se tivesse vc como gestor. Tantos disparates juntos é dificil...


De CP a 24 de Maio de 2012 às 23:30
Que resposta agradável.
Não sou nem ambiciono ser gestor portanto por ai parece que o meu clube se deve safar. agradeço a sua ideia.
Quais disparates? podia ao menos desenvolver a sua opinião à luz do excelente gestor que deve ser?


De Rui Gomes a 24 de Maio de 2012 às 23:33
Penso que o comentário não era para mim mas, de qualquer modo, tenho interesse em saber a sua opinião Zé Manel. A minha expectativa sobre o João Pereira, mesmo nas circunstâncias, foi sempre de 5 a 6 milhões. Possivelmente irrealista, não sei.


De Outside a 24 de Maio de 2012 às 23:43
José (se me permitir) a questão não é essencialmente de gerência mas de coerência e a coerência é mesmo tramada nestas coisas. É que seja no resultado que o Slb teve após a passagem de JP na luz (houve resultado do Gil?) seja no futuro presente da necessidade urgente do glorioso superar o seu próprio milagre financeiro.

SL

David


De CP a 24 de Maio de 2012 às 23:52
O que uma mera opinião origina. Disparates e incoerência.
E depois sou eu que saio fora do contexto e que sou "pouco simpático". muito bom.
Eu até me parece que a culpa do JP sair e por esse valor é do SLB.


De Outside a 25 de Maio de 2012 às 00:05
O slb não é para aqui chamado a não ser obviamente que um adepto do clube venha comentar/opinar sobre uma venda do SCP.
Meu caro, não sei que lhe diga e apesar de ter jeito para o desenho não tenho por aqui ferramentas para lho transmitir.
A coerência, e na falta de tempo para lhe demonstrar aquilo que os blogues que já lhe indiquei, afectos ao Benfica, posso só lhe resumir na vossa relação com o Madrid, não o Real, desde Simão, passando por Reyes e terminando na espantosa venda de Roberto por 8,5 M na qual certamente você acreditou?

Disparates é eufemismo na sua escriba.

Não obstante, fique bem e parabéns pelo basquetebol.



De CP a 25 de Maio de 2012 às 08:48
Patetices. Patetices alegres vindas de onde nada mais há para vir.


De jpt a 25 de Maio de 2012 às 04:42
Não me parece estranho e até saúdo a transferência. Mas espanta-me e preocupa-me que dois campeoes juniores saiam por 800 000 euros para o Inter Milan, como leio agora na Bola. Ou alguém se enganou em Milão ou então, agora sim, é o total desespero.


De Rui Gomes a 25 de Maio de 2012 às 08:01
A venda do JP era esperada e compreende-se. O que surpreendeu, a mim e a muitos, foi o montante tão baixo. Se o melhor lateral direito português da actualidade só vale isso, então está mesmo mal. O passe dele estava por 7,5 milhões. Sempre se pensou que sairia por 5,5 ou 6. O caso dos juniores é ainda mais preocupante. Duas grandes promessas com ainda 18 anos de idade. Potencialmente poderá chegar aos 3 milhões, com objectivos atingidos, mas até lá. É possivel que o Sporting tenha ficado com uma percentagem do passe. Ainda com o JP, teremos que dar 144 mil ao Benfica e 36 mil ao Gil Vicente ao abrito do acordo de solariedade entre clubes. Não tenho dúvidas que a situação é preocupante até aparecer algum investidor. Além disso entra-se agora num período em que não há receitas. A exemplo, o Sporting votou recentemente contra o custo da inscrição da equipa B na Liga Orengina, não tanto pelo montante - 50 mil - mas por queria pagar em tranches. Enfim, vamos observando, porque ainda não parou.


De jpt a 25 de Maio de 2012 às 14:50
Há outra coisa que me leva à interrogação. Esta direcção foi eleita há um ano. Um ano depois está aflita (não vamos à champions, mas o apuramento é uma hipótese nunca uma certeza), radicalmente. Foi, apesar da retórica, uma eleição de continuidade. Ou seja, não pode invocar desconhecimento ou armadilhas. Qual a explicação para esta aflição toda?


De Rui Gomes a 25 de Maio de 2012 às 15:22
José Teixeira, eu não apoiei a lista de Godinho Lopes, por isso estou à vontade para falar objectivamente. Devo, desde já, esclarecer que tenho vindo a respeitar e a admirar a qualidade e, sobretudo, a sinceridade do empenho dos corpos sociais vigentes. Andei muitos anos envolvido em clubes e futebol e sei, em primeira mão, que por muito que se investigue e analise um qualquer estado das coisas, a totalidade da realidade só é verdadeiramente apurada quando a liderança é assumida, in loco, e a soma dos factos e alternativas viáveis são equacionadas. Godinho Lopes, como muitos outros, já tinham amplo conhecimento de que o Clube não estava saudável mas desconheciam a profundidade desse mal-estar. Algo que a auditoria consolidada esclareceu definitivamente. Entretanto, surgem ideias e projectos, uns que se realizam outros nem por isso. Torna-se evidente que a participação da Champions era um dos objectivos mais desejados, pelas receitas, obviamente, mas tanto ou mais pela montra que é para a valorização de activos. O Sporting tem vindo e continua a ser gerido em deficiência, pela ausência de resultados e títulos. Estes, facilitam a procura de investidores, marketing merchadising e associados. Esta Direcção já começou aflta, a bem dizer, como qualquer outra começaria, nas circunstâncias. Godinho Lopes avisou logo no ínicio que terui que se investor mas colher e que os dois primeiros anos iriam ser muito difíceis. O crédito na banca está esgotado e os fundos são apenas uma medida provisória e muito no que concerne os activos. A recente declaração de Bruno de Carvalho (quem eu apooiei, mas não o faria hoje, nem amanhã), relativamente a um suposto fundo de 70 milhões é inútil. O Sporting, a exemplo de muitos dos maiores clubes europeus, necessita de investimento, de parcerias, não de empréstimos, venham eles intitulados como fundos.
Para mérito de Godinho Lopes, ele não tem invocado «desconhecimento ou armadilhas». É evidente que a supracitada auditoria revelou muitos factos não antes revelados. Eu penso que ele pensava que seria mais fácil encontrar investidores.
A crise económica geral, a realidade de que futebol, nomeadamente em Portugal, não é considerado um bom investimento, e a falta de títulos tem proporcionado uma barreira muito difícil de ultrapassar. Como palavra final (e já loga de mais), o caso de JP ilucida imenso a situação. Este jogador, no FC Porto, hoje, teria valido mais uns milhões. Porquê ?...porque o FC Porto negoceia a partir de uma posição forte, com o seu palmarés e, mesmo sentido carências financeiras, pode apresentar-se como quem não necessita de vender. A percepção, no mercado, por vezes, é mais vantajosa do que a realidade. O Sporting não pode esconder a sua e os terceiros interessados em negociar tiram partido disso. Penso, também, que nós sportinguistas, com o nosso brio, orgulho e devoção clubista, vivemos um tanto ou quanto sob a ilusão. Dando uma vists de olhos pela web, verifico disparates como 10, 12 ou mais milhões pelo JP. Totalmente irrealista. Este tema dá pano para mangas, pelo menos para mim, mas vou ficar por aqui. Tudo is é apenas a minha leitura do estado das coisas, que não sendo perfeita, aproxima-se muito da realidade. Um abraço.


De paulo mendes a 25 de Maio de 2012 às 15:35
Boas caros adeptos do Grande SPORTING C.P . . :

Mais uma que vergonha senhores dirigentes do Sporting c.p ., e ainda tem gente neste blog que vem defender esta direcção com unhas e dentes, deixem-se de compadrios, é por estas e por outras que não ganhamos nada de nada, apesar de haver alguns intelectuais que vivem de vitorias morais.

Compramos o passe do João Pereira ao Braga por 3 milhões de euros, fizemos dele o melhor lateral direito do futebol português e consequentemente titular indiscutível da selecção nacional, e agora vendemo-lo ao Valência por 3.600 milhões de euros, preferia vender o passe ao Pedro Baltazar, assim como fizeram com o passe do Daniel Carriço. Ta tudo dito INCOMPETÊNCIA que é o mesmo que dizer INCOMPETENTES.

Até vou esperar para ver por quanto vão vender o Rui Patrício , e outros mais, quando vamos comprar o passe de um jogador, a maior parte das vezes pagamos mais que o real valor, quando vamos vender é sempre a preço de saldo, com estes dirigentes a negociarem, ainda vamos ficar conhecidos como :

SPORTING CLUBE OUTLET SHOPPING TODO O ANO EM SALDOS.

Saudações Leoninas

Paulo Ramses76




De Rui Gomes a 25 de Maio de 2012 às 17:14
Caro Paulo Mendes,

Vou tentar fazer-me compreender esclarecidamente. Da minha parte não existem compadrios, com estes corpos sociais ou com outros, existe apenas o Sporting. Isto dito, a minha expectativa quanto à venda de João Pereira rondava os 5 milhões e fiquei algo surpreendido com a verba inferior que, provavelmente, face aos objectivos acordados, chegará aos 4,2 milhões. Após reflexão e tentando evitar lançar críticas infundadas da bancada, acsbei por reconhecer aquilo que eu até já sabia. O JP, no FC Porto, neste momento, teria uma valorização mais alta, consequentemente, teria importado mais alguns milhões. A realidade sportinguista, que muitos não conseguem ou não querem digerir, é que o Sporting não está na posição ideal para negociar por montantes mais apetecíveis. Porquê ?...muito implesmente porque além da necessidade, não tem títulos para sustentar a sua posição na negociação de jogadores, e estes, quer se queira, quer não, fazem toda a diferença. Estamos perante mais uma época sem ir à Champions, cujo apuramento, em si, daria mais receita do que chegar às meias finais da Liga Europa. Os atletas estiveram na montra europeia, mas não na que mais importa e que mais os valoriza. Ninguém é mais sportinguista do que eu, mas é uma ilusão, face ao nosso muito modesto palmarés de uns anos a esta parte, pensar que vamos comandar preços no mercado, salvo surgir um outro atleta ao nível do Cristiano Ronaldo ou lá próximo. Quanto a apelidar terceiros de incompetentes, é injusto, pelo menos por parte de quem não tem conhecimentos profundos da matéria, em geral, e directos de causa, em particular. Não apoiei a lista vencedora, mas por vezes penso que uma parte da massa associativa tem-se mantido em constante campanha eleitoral ao longo do ano. Pode servir os interesses de alguns, mas não serve o Sporting, minimamente.

Cumprimentos.


Comentar post

Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

Liga dos Palpites 2016/20...

Indigno

Os nossos comentadores me...

Os prognósticos passaram ...

Bas Dost versus Slimani (...

Mais do mesmo

E agora?

O ano que vem

Palmarés leonino (15)

A melhor decisão da SAD l...

Arquivo

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

comentários

memória

bruno de carvalho

selecção

leoas

prognósticos

jorge jesus

vitórias

há um ano

balanço

slb

campeonato

arbitragem

benfica

rescaldo

jogadores

eleições

mundial 2014

taça de portugal

liga europa

godinho lopes

ler os outros

nós

golos

clássicos

árbitros

futebol

euro 2016

comentadores

crise

marco silva

cristiano ronaldo

scp

análise

humor

formação

chavões

liga dos campeões

slimani

todas as tags

Mais comentados
158 comentários
155 comentários
152 comentários
136 comentários
136 comentários
132 comentários
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds