Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Análise do campeonato 2011-12

Em termos simples e breves, esta é a minha análise do campeonato:

 

1. O Sporting não foi campeão ou, a bem dizer, não conseguiu lutar pelo título, porque teve a ousadia de expressar essa intenção e, por consequência, começou logo na primeira jornada a ser premiado com a «justiça» das insólitas arbitragens, e daí sucessivamente em momentos cruciais da época, ao ponto, até, de não lhe ser permitido o acesso à Liga dos Campeões;

 

2. O Benfica não foi campeão porque após uma primeira volta do seu melhor futebol e bem recheada de beneficências, não deu a si próprio margem suficiente para sobreviver o desgaste físico que Jorge Jesus usualmente impõe às suas equipas e, em simultâneo, algumas displicências dos homens do apito nos últimos jogos;

 

3. O FC Porto foi campeão, mesmo com um futebol muito pouco convincente, porque conseguiu ser menos irregular que os seus mais directos rivais e sempre que os ventos desairosos abalaram, surgiram as «mãos dos deuses» a equilibrar o estado das coisas. Daí que Domingos Paciência, entre os elogios que dirigiu ao «seu» Porto, hoje, também acrescentou: «a maior parte das pessoas não ficaram convencidas com o título do FC Porto»;

 

4. O SC Braga nunca poderia aspirar a ser campeão, sobretudo pelo semelhante objectivo do seu forte aliado, mas foi fazendo uma época muito «habilidosa» com o expresso escopo de ir à Liga dos Campeões por via do 2.º ou 3.º lugares e sempre a depender da intervenção divina e afins do cérebro da obra, PInto da Costa, através do seu pupilo favorito, António Salvador.

 

Pequenas curiosidades: Desde que foi derrotado em Barcelos no dia 29 de Janeiro, o FC Porto venceu 5 jogos em casa e empatou 1, marcando 14 golos e sofrendo 1. Desses 14, apenas 2 não foram marcados através de grandes penalidades ou em situações de superioridade numérica, ambos no embate frente ao Beira-Mar. Ainda, o FC Porto nunca perdeu nenhum jogo arbitrado por Pedro Proença contra os eternos rivais.

2 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D