08 Mai 16

Gostei

 

Da goleada. Outra vitória por números esmagadores do Sporting neste campeonato. Desta vez frente ao V. Setúbal, que já tínhamos goleado na primeira volta. Então vencemos por 6-0, esta noite levaram 5-0. E bem podiam ter encaixado mais dois ou três, não fosse a boa exibição de Ricardo, o guarda-redes sadino, que impediu in extremis dois golos de Slimani, autor de um soberbo disparo logo aos 18' e reincidente num remate em jeito, muito bem colocado, aos 43'.

 

Da exibição. Excelente demonstração de categoria e classe da nossa equipa, que sufocou a do Setúbal, cortando-lhe sistematicamente as saídas, ganhando todas as segundas bolas e comprimindo a turma adversária numa área de 30 metros. A dinâmica leonina foi ainda mais avassaladora na segunda parte, em que quase não decorreram dois minutos sem uma jogada de perigo.

 

De Gelson Martins. Entrou em cima da hora como titular, rendendo João Mário. E cumpriu com brilhantismo a missão, marcando dois golos. O primeiro da série de cinco, logo aos 25', foi decisivo, picando a bola com mestria. O outro foi marcado aos 54', culminando um lance exemplar de ataque, inaugurando-se assim 35 minutos de luxo da nossa equipa naquela que foi talvez a exibição mais conseguida neste campeonato. 

 

De Bryan Ruiz. Foi a figura de um jogo onde vários dos seus colegas também brilharam. É dele a assistência para o primeiro golo de Gelson. E foi ele a marcar o quarto e o quinto da goleada - aos 71', dando o melhor seguimento à marcação de um livre apontado por Bruno César, e já no segundo minuto do tempo extra ao marcar ele próprio um livre directo de forma superior.

 

De Adrien. Novamente o motor da equipa. Parece estar sempre em todo o lado onde se disputa a bola, abrindo constantes linhas de passe. Um dos golos, o terceiro, é inventado por ele numa jogada de insistência que resultou numa assistência a Gelson e fez levantar o estádio, demonstrando bem como se tornou um dos melhores profissionais do futebol português.

 

De Rúben Semedo. Está cada vez mais confiante e motivado. Desta vez com uma exibição quase perfeita: cortou tudo quanto havia para cortar, antecipou-se aos adversários e repôs a bola sempre bem colocada nos colegas da frente. Com frescura física e inegável capacidade de ler o jogo.

 

Dos nossos laterais. Bruno César, pela esquerda, e Schelotto, pela direita, foram incansáveis no apoio ao ataque sem comprometerem na defesa. Duas apostas que Jorge Jesus ganhou.

 

Da vibração no estádio. Só quem lá esteve, como eu, consegue avaliar: este Sporting vence e convence, enchendo de alegria o público nas bancadas que nunca se cansa de puxar pela equipa. Desta vez, e apesar da chuva intensa que se prolongou por quase todo o dia, estivemos lá 43.327. Foi batido o recorde de assistências numa temporada desde que este estádio existe: 925.102 entradas.

 

De  ver o Sporting novamente na liderança do campeonato. Voltamos a estar em primeiro, com 83 pontos, pelo menos até se realizar o jogo Marítimo-Benfica. Este campeonato, disputado taco a taco, promete emoção até ao fim.

 

 

Não gostei

 

Da inoperância total da equipa adversária. Rui Patrício não fez uma defesa ao longo de todo o jogo, dada a impotência dos setubalenses.

 

Do cartão amarelo mostrado a Adrien logo no início da partida. À primeira falta aparente, com apenas 14 minutos de jogo e sem que o lance o justificasse, o nosso capitão foi sancionado. Falhará o encontro decisivo em Braga, na próxima jornada, por acumulação de cartões.

 

Do festival de cartões exibidos por Tiago Martins. Dir-se-ia que houve uma batalha campal no estádio. Mas não aconteceu nada disso: foi só uma arbitragem à portuguesa, com certeza.

 

Do penálti sobre Slimani que ficou por marcar. Iam decorridos 20' quando o argelino foi claramente carregado na grande área sadina, ainda com 0-0. O árbitro fez vista grossa.

 

De um falhanço de Teo Gutiérrez. O colombiano, autor do segundo golo aos 37', podia ter bisado aos 51', quando Bruno César lhe entregou a bola num lançamento em profundidade, isolando-o. Excelente oportunidade, infelizmente desperdiçada: Teo foi incapaz de marcar tendo apenas o guarda-redes à sua frente.

 

Da ausência de João Mário devido a um problema muscular. Mas, em boa verdade, o nosso médio desta vez nem fez falta: os companheiros deram boa conta do recado, numa organização colectiva irrepreensível.


comentar
17 comentários:
De Edmundo Gonçalves a 8 de Maio de 2016 às 00:50
Em resumo:
Faltou um golo para eu acertar nos "prognósticos";
O rapaz de preto fez o trabalhinho conforme lho encomendaram.
Ou seja, tudo como dantes.


De Pedro Correia a 8 de Maio de 2016 às 01:00
Esta noite a bifana e a imperial ainda souberam melhor, Edmundo. Um jogo muito próximo da perfeição.


De Edmundo Gonçalves a 8 de Maio de 2016 às 01:10
Depois duma lebre com feijão a meio da tarde, hoje não havia espaço para as bifanas.



De Pedro Correia a 8 de Maio de 2016 às 01:11
Ora muito bem. Esperemos que o menu de amanhã também seja do melhor.


De José da Xã a 8 de Maio de 2016 às 01:16
"Tungas"... desta vez acertei eu... eheheheheh!


De Pedro Correia a 8 de Maio de 2016 às 01:27
Ora aí está a prova de que vale sempre a pena tentar.


De Edmundo Gonçalves a 8 de Maio de 2016 às 01:34
Sacrista!
Roubaste o prognóstico ao Tiago. Isso dá amarelo! eheh
A propósito de amarelo: http://www.maisfutebol.iol.pt/jorge-jesus/sporting/amarelo-ao-adrien-enfim-nao-quero-chamar-os-arbitros-de-totos

Abraço


De Fernando Albuquerque a 8 de Maio de 2016 às 11:12
Edmundo Gonçalves

É impressionante como estes "artistas" apitam os jogos. Trazia a lição bem estudada e não se esqueceu de" lixar" o SCP , num jogo em que nunca esteve em dúvida a nossa superioridade.

Todos sabemos que o Adrien é uma peça fundamental nesta equipa do SCP . Para mim uma das grandes surpresas deste campeonato é a qualidade do nosso Capitão, pois não parece o mesmo jogador. tendo feito uma época excelente. Salvo erro, já tem 12 cartões amarelos na sua conta. É um dos jogadores que leva mais pancada e enquanto outros não são punidos, basta o simples facto de saltar a uma bola para o "artista" em causa descobrir uma falta (?) com direito a cartão amarelo, que neste caso o impede de jogar em Braga.

Assim, é fácil ter aquele sorriso, do treinador dos vermelhos, que não se preocupa com nada e apenas quer ganhar os jogos um a um, porque sabe que tem sempre quem o ajude noutros locais a trabalhar para a sua equipa. Li algures que o futebol em Portugal é uma vergonha, mas o pior de tudo é que
temos uma comunicação social que é conivente com esta situação. Os jornalistas vermelhos conseguem o "milagre" de branquear tudo o que se passa de estranho em redor desta indústria, pois não é normal serem tantos a utilizar o "manto protector" de que tanto se fala. Ontem, na Madeira eram "milhões" depois "centenas" e depois "dezenas" de adeptos em euforia, como se isso fosse algo de extraordinário, sabendo todos nós, que este campeonato foi oferecido pela "passadeira vermelha" vinda de vários factos que aconteceram. Outro facto muito comentado pelos vermelhos, diz respeito á "onda vermelha". Quando terminar o campeonato indicarei a soma dos adeptos dos três clubes presentes nos diversos estádios, excluindo os jogos entre si, pois mais uma vez a CS mente dizendo que os estádios estão todos cheios quando recebem o tal clube das "sete maravilhas".

Bom domingo. SL Fernando Albuquerque




De Edmundo Gonçalves a 8 de Maio de 2016 às 16:03
Temos que estar todos unidos para que isso mude de vez, Fernando. Vai ser difícil, mas eu espero ainda ver.

Abraço, SL


De rui a 8 de Maio de 2016 às 01:01
Não gostei (mesmo nada): que as nossas claques não tenham respeitado o minuto de silêncio em memória do Paulo Paraty.


De Pedro Correia a 8 de Maio de 2016 às 01:04
Você esteve no estádio?


De rui a 8 de Maio de 2016 às 01:24
Não, porquê?


De Pedro Correia a 8 de Maio de 2016 às 01:26
Porque se lá tivesse estado, como eu estive, saberia que a quase totalidade das pessoas lá presentes respeitaram o minuto de silêncio.


De JM a 8 de Maio de 2016 às 01:32
Gostei muito da equipa, e do público. Para um futebol de qualidade um público de qualidade. O cartão amarelo a Adrien é escandaloso, um lance a meio campo, que nem falta foi, e assim tira Adrien do jogo com o Braga. Houve durante o jogo, muitíssimos lances como o do Adrien, a meio campo sem que fosse mostrado o cartão amarelo. Com a agravante do lance do Adrien nem ter sido falta. Os papagaios falam , mas não foram ao estádio e como tal não sabem que o speaker disse antes do jogo se iniciar que o minuto de silêncio era em homenagem aos 2 sportinguistas que morreram ao caírem do varandim do antigo Alvalade e a Rui Mendes morto por um verylight no Jamor, ninguém falou em Paulo Paraty antes e aquando do ninuto de silêncio. SL


De Pedro Correia a 8 de Maio de 2016 às 14:29
Por isso mesmo questionei um papagaio aí em cima se tinha ido ao estádio. Claro, nem se deu a esse incómodo. Mas não resiste em falar do que não viu nem ouviu.
Tuga típico.


De José Vieira a 8 de Maio de 2016 às 11:12
"Da vibração no estádio"

Impressionante manifestação de apoio e, viver o SPORTING.
Depois de terminado o jogo as bancadas repletas de sportinguistas a apoiar a equipa.
Momentos de uma enorme comunhão que revelam a nossa fé.

SPORTING SEMPRE!


De Pedro Correia a 8 de Maio de 2016 às 14:30
É verdade. Ninguém parecia querer arredar pé do estádio. Mais uma grande lição de sportinguismo.
Só não vi nenhuma melancia no nosso estádio. Deixaram de frequentá-lo desde que acabaram os croquetes.


Comentar post

Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

Ética - a linguagem de Jo...

Depois dos cinco a zero

Apoiem o Sporting.

A suta, o trabalho, um ân...

Pódio: Bruno Fernandes, B...

Tudo ao molho e FÉ em Deu...

Talvez não tenham percebi...

Olheiro de Bancada - III

Os nossos jogadores, um a...

Rescaldo do jogo de hoje

Facebook
És a Nossa Fé no Facebook
Twitter
És a Nossa Fé no Twitter
Arquivo

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

comentários

memória

selecção

leoas

bruno de carvalho

prognósticos

jorge jesus

balanço

slb

há um ano

vitórias

campeonato

jogadores

benfica

eleições

rescaldo

arbitragem

mundial 2014

taça de portugal

nós

golos

ler os outros

liga europa

futebol

godinho lopes

árbitros

clássicos

euro 2016

comentadores

cristiano ronaldo

scp

formação

humor

análise

crise

chavões

liga dos campeões

derrotas

william carvalho

todas as tags

Mais comentados
158 comentários
155 comentários
152 comentários
142 comentários
138 comentários
136 comentários
132 comentários
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds