Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

O papel de parede como manobra de diversão

 

A manchete do jornal Público de hoje merece alguns comentários, embora o que está por trás desta operação também deva ser objecto de análise por parte de especialistas clínicos. Em primeiro lugar, a notícia: desde quando o papel de parede que forra o corredor de acesso aos balneários de um estádio de futebol é manchete num jornal de referência? Não é. Ou se é, algo de muito preocupante se passa na imprensa dita de referência. 

Quanto às imagens em si, não vejo sinceramente o interesse em falar do assunto agora e com este alarido, a não ser por estarmos na véspera de um clássico que pode ser decisivo para o Sporting.

 

Toda a gente sabe que as claques têm indivíduos mais ou menos recomendáveis, toda a gente sabe que os clubes têm uma relação delicada com as mesmas, mas também não se pode negar que este fenómeno não é sequer um exclusivo do Sporting, muito menos será um fenómeno apenas nacional. Há claques destas por todo o lado. Em Inglaterra, em Itália, em Espanha, nos campeonatos mais exigentes e mais competitivos.

 

A intenção dos responsáveis leoninos foi óbvia: colocar imagens que mostrem aos jogadores visitantes parte do ambiente que se vive em Alvalade. Agora, é evidente que o ambiente em Alvalade não é só aquilo, há muito mais e é bastante saudável. Em Alvalade há gente bem educada, senhoras e senhores, crianças e famílias. Podemos até discutir o bom gosto das imagens, agora não é motivo para esta gritaria, sobretudo quando sustentada em declarações de figuras que têm um interesse paralelo à questão em causa. É o caso de Vicente Moura - citado abundantemente no Público - que fala em "formas de pressão dispensáveis" sobre os adversários. Alguém se esqueceu que este senhor foi um opositor de Godinho Lopes nas eleições internas, tendo feito parte das listas de outro candidato, por sinal o menos votado, Sérgio Abrantes Mendes?

 

Nota importante: o blogue És a Nossa Fé rejeita todas as formas de violência no desporto, despreza as ideologias extremistas, mas também está alerta em relação a estas "formas de pressão dispensáveis" sobre o clube. O Sporting é um clube de bem, deixem que o jogo de amanhã seja isso mesmo: um jogo.

 

P. S. - O SCP fez hoje - e bem - este comunicado oficial. A UEFA e a Liga de Clubes aplaudiram as novas imagens, apesar de alguém achar que elas podem servir de arma de arremesso com outros usos...

4 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D