Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

És a nossa Fé!

Vou levar dois cachecóis a Alvalade.

 

A maioria dos portugueses apoia, em Espanha, o Real Madrid (por causa de Ronaldo ou Mourinho) ou o Barcelona (por causa de Figo). Eu nunca fui desses. Só tenho dois clubes no Mundo, e por esta ordem: Sporting e Real Sociedad. Não é a primeira nem a segunda vez que o digo.

 

Não é normal apoiar a Real, eu sei. Tudo se deve ao meu avô, que emigrou e se tornou sócio cativo deste estranho clube. Eu sempre que ia ter com ele aproveitava também para ir ao estádio e comecei a sentir um carinho especial pelos txuri urdin e por toda a cultura basca.

 

Um desses jogos que fui ver foi precisamente contra o grande rival: o Athletic Bilbau (o Real Madrid também é, mais por razões políticas e culturais). Imaginava um ambiente tenso como nos clássicos portugueses, mas nada me podia preparar para o que se passou. Saí com o meu avô de casa, só os dois, para ir ao jogo. Quando dei conta, vejo-me a ir directo aos adeptos adversários, que estavam concentrados a uma avenida de distância do Anoeta. Com medo, vi que todos os adeptos se reuniam ali, sem preferência clubística. Bebiam-se cervejas e cantavam-se coisas em basco, até que, todos juntos, se começou a caminhada até ao estádio, só com bandeiras de Euskadi no ar e parando nos bares para abastecer de cerveja. Estava no meio de uma manifestação política, pacífica, que ocorre em todos os jogos. Chegado ao estádio, e maravilhado com o que se passara, começaram a separar-se os adeptos e a gritar ofensas aos rivais, como eu esperava. Devia ter os meus 12/13 anos, mas nunca mais me esqueci de tal exemplo de desportivismo, primeiro, e rivalidade, num segundo momento. E é por isso que vou levar estes dois cachecóis a Alvalade comigo (curiosamente, um deles pertence ao meu pai e o outro ao meu avô).

 

*Nota: vejo por aí escrito em muitos locais que Sá Pinto é um herói por lá. Não é bem verdade: Sá Pinto é lembrado com carinho, como Oceano, mas herói e ainda hoje rei por aquelas bandas é Carlos Xavier, cuja fotografia de azul e branco ainda se mantém nas paredes de muitos bares de pintxos

também aqui

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D