Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Unir e fechar

Os últimos dias têm sido muito férteis em notícias relacionadas com o emblema Leonino. Porquê? Naturalmente se pensaria que seria pelo aproximar de uma excitante meia-final Europeia com o Atlhetic Club ou pela grande exibição contra o rival Benfica. Nada mais errado. Paulo Pereira Cristóvão (PPC), Vice-Presidente do Sporting, e o árbitro auxiliar José Cardinal dominam a actualidade desportiva.

Gostava de deixar duas ideias bem claras sobre este assunto.

Primeiro este caso parece o Castelo Branco a jogar futebol no programa do Futre. Faz mal aos olhos, não faz sentido e não tem piada nenhuma.

Vamos à estória. O jogo de toda a polémica realizou-se no dia 22 de Dezembro de 2011 e os alegados acontecimentos terão ocorrido na semana anterior. Se a queixa entrou nessa altura na Federação Portuguesa de Futebol, que imediatamente informou a Polícia Judiciária, porque é que as noticias e as buscas da mesma polícia só aconteceram no dia 12 de Abril de 2012? Coincidentemente três dias depois do jogo em que o Sporting afastou do título (ainda vai jogar ao Dragão...) o Benfica e em vésperas de uma meia final europeia decisiva.

Ainda na sequência do pensamento anterior podemos observar o comportamento da imprensa nacional, mais concretamente do Correio da Manhã e do Diário de Notícias. A partir de dados da investigação policial e em constante violação do segredo de justiça estes jornais têm fabricado notícias sobre espionagem a jogadores e árbitros, sobre supostas divergências no Conselho Directivo e até sobre o funcionamento da estrutura do futebol do clube de Alvalade. Existe uma agenda dentro de uma investigação que devia ser célere e sóbria?

Ainda ontem, no programa da manhã da SIC, o antigo inspector da Polícia Judiciária (PJ) Gonçalo Amaral falava num ajuste de contas da actual PJ com PPC. Esta é claramente uma investigação que nasceu torta e que dificilmente se vai endireitar. A única coisa que os Sportinguistas pedem é celeridade, eficiência e manutenção do segredo de justiça. É pedir assim tanto?

Em segundo lugar queria deixar bem claro que muito me orgulha o Sporting nunca ter estado envolvido em nenhum caso obscuro do futebol português. De qualquer maneira é importante referir que a acusação é por denúncia caluniosa agravada e não por corrupção. E que se se vier a provar alguma coisa que vá contra os princípios, a identidade e mandamentos sobre os quais estão sustentados este clube centenário, os adeptos e sócios do Sporting serão os primeiros a "empurrar" para fora do clube quem os violar.
também postado no 90 minutos

1 comentário

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D