Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

És a nossa Fé!

Com clareza

"Sá Pinto pôs todos a remar para o mesmo lado". A frase é de Luís Godinho Lopes e encaixa que nem uma luva no que se está a passar com a equipa de futebol. O mesmo não se passa, contudo, com o caso Cardinal e o alegado envolvimento de um vice-presidente do clube. Também aqui é preciso que alguém ponha todos a remar para o mesmo lado, porque a decisão de aceitar o regresso de Paulo Pereira Cristóvão à direcção do SCP vai continuar a fazer correr rios de tinta. É preciso explicar a decisão, nem que seja em termos informais e mais pedagógicos, com o recurso ao spin. Agora o Sporting não pode ficar calado, em blackout, a ser atacado por tudo e por todos.

 

Se é verdade que existe a presunção de inocência de Cristovão até prova em contrário, e isso é de um valor inquestionável, também é verdade que esta novela está a prejudicar o Sporting em termos públicos e mediáticos, numa fase crucial da época e com jogos importantes pela frente. Por isso, há que defender os superior interesses do SCP.

 

É preciso que fique claro se este volte-face no pedido de suspensão se deve ao facto dos estatutos do Sporting não permitirem que um vice-presidente se afaste daquela forma. É preciso que fique claro que a renúncia não avançou porque teria de ser o próprio a pedir para ser afastado ou porque, no limite, essa renúncia só poderia ser levada à assembleia-geral do clube porque poderia colocar problemas técnicos em termos de direito desportivo e associativo (não esqueçamos que o SCP já perdeu um vice-presidente com a saída de Carlos Barbosa). Mais importante: é ainda preciso que fique bem claro que não houve qualquer forma de pressão interna ou externa que tenha levado à decisão que, diz-se por aí, levou nove horas a tomar.

 

O Sporting é livre, responsável e não abdica da defesa do seu bom nome. Que ninguém esqueça isso.

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D