Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

O pecado «cardinal»

 

Segundo o que foi hoje noticiado pelo jornal Diário de Notícias e já mencionado neste espaço, o árbitro auxiliar internacional José Manuel Siva Cardinal, de 45 anos de idade, está a ser alvo de uma investigação pela Unidade Nacional contra a Corrupção da Polícia Judiciária, por suspeitas de corrupção associadas ao jogo dos quartos-de-final da Taça de Portugal entre o Sporting e o Marítimo, em que a equipa «leonina» acabou por vencer por 3-0 com a arbitragem de Artur Soares Dias. Será prematuro e imprudente adiantar quaisquer outros comentários sobre a investigação em andamento, salvo sublinhar que foi o Sporting que denunciou o caso à Federação Portuguesa de Futebol com fundamento em informação recebida anonimamente. Daí que José Cardinal tivesse sido retirado do referido encontro, sob o manto de «questões pessoais». Este assistente precipita memórias muito desagradáveis para os sportinguistas em que foi ele, a trabalhar com Carlos Xistra na primeira jornada da Liga no embate em Olhão, que invalidou o golo limpo a Helder Postiga que teria dado a vitória ao Sporting por 2-1. Recuando nos tempos e para um incidente ainda mais polémico, foi este mesmo cavalheiro, como auxiliar de Lucílio Baptista na notória final da Taça da Liga contra o Benfica, que deu as indicações para a não existente mão na bola por Pedro Silva que levou à marcação da grande penalidade e à eventual vitória do clube da Luz. José Cardinal é um reconhecido adepto portista que auxiliou o ex-árbitro Paulo Paraty durante alguns anos. Pelo que é possível apurar, deixou de ser nomeado desde que a investigação pela Polícia Judiciária foi iniciada. Entre tanto do que já ocorreu esta época, mais uma mancha para a arbitragem portuguesa e que, inevitavelmente, levanta o espectro sobre a possibilidade de terem existido adicionais influências obscuras noutros jogos. O Secretário de Estado do Desporto afirmou que o caso deve ser investigado até às últimas consequências. Já o presidente da Liga, Mário Figueiredo, não quis tecer quaisquer comentários por não conhecer o caso. O presidente Godinho Lopes apenas declarou que uma vez que a questão está entregue à justiça deve-se deixar o processo decorrer. Esperar para ver...  

6 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D