03 Jan 17

356183_med_sporting_x_moreirense_liga_nos_2016_17_

 

 DECEPÇÃO DO ANO: ELIAS

Nunca devemos voltar aos locais onde já fomos felizes, diz quem sabe. Por maioria de razão, devemos evitar o regresso aos locais onde fomos infelizes. Nada garante que aquilo que à primeira não funcionou bem passe a funcionar melhor quando se dispõe de uma segunda oportunidade.

O brasileiro Elias Mendes Trindade, paulista de 31 anos, dispôs dela. E acabou por regressar a Alvalade três anos depois da abortada tentativa de conquistar um troféu ao serviço do Sporting – com tanto mais responsabilidade quanto era sabido que tinha sido o jogador mais caro da história leonina, custando cerca de 8,8 milhões de euros aos nossos cofres.

Os adeptos torceram o nariz. Para quê trazer de volta este médio que ficou ligado ao humilhante sétimo lugar de 2012/13 – a pior classificação de sempre do clube onde noutros tempos brilharam brasileiros como Géo, Osvaldo Silva, André Cruz, Jardel e Liedson?

Fui dos mais cépticos, confesso. Nem lhe concedi o benefício da dúvida. “Dizem que um tal Elias está em Lisboa para ‘substituir Adrien’. Só pode ser anedota de mau gosto. Na melhor das hipóteses, vem reforçar a equipa B”, escrevi aqui a 31 de Agosto, mal foi conhecida a notícia do seu regresso. Bem recordado da entrevista que o jogador deu há quatro anos em que confessava sentir-se “infeliz no Sporting”.

Gostaria de ter-me enganado. Infelizmente, não foi o caso. O Elias que voltou era demasiado semelhante ao Elias que partira: incapaz de acertar as marcações, falhando passes, rematando para trás, soltando a bola como se lhe queimasse os pés.

Em boa verdade, talvez não devesse ser decepção. Porque nunca foi ilusão. Quem disse que a história não se repete?

 

Decepção do ano em 2012: Elias

Decepção do ano em 2013: Bruma

Decepção do ano em 2014: Eric Dier

Decepção do ano em 2015: Carrillo 


comentar
5 comentários:
De Pandil a 3 de Janeiro de 2017 às 17:35
A decepção sobre a capacidade de Elias substituir Adrien quando necessário, veio demonstrar a enorme qualidade da nossa formação comparada com a do Seixal.
É que enquanto no outro lado da 2ª Circular um formando precisa de nascer dez vezes para igualar o nível dos jogadores contratados, em nossa casa é ao contrário, quase todos os jogadores contratados precisam de nascer dez vezes para igualar os que por cá aprenderam.


De Pedro Correia a 3 de Janeiro de 2017 às 17:44
Muito bem dito, Pandil. Vou destacar o seu comentário.


De SportingSempre a 4 de Janeiro de 2017 às 14:34
Sobre o Elias tenho dois sentimentos:
1. Um jogador que passou e não deu certo no Sporting, nunca deveria ter voltado.
2. Um jogador que se destacou no Brasil e que chegou à selecção e que Jesus não soube aproveitar, querendo que ele fosse o que nunca foi, alternativa a Adrien ou a William, como tinha feito anteriormente Sá Pinto. Foi Domingos que melhor soube aproveitar Elias na posição 10, atrás do ponta de lança da altura. No esquema de Jesus, Elias podia ter substituido Theo, nunca Adrien ou William.

E por essa posição já passaram B.Ruiz, A.Ruiz, Markovic, Campbell, B.Cesar, André... todos muito longe de Theo, todos menos Elias.

Vamos supor que Jesus resolve entender que William é ponta de lança (quem já pos o B.Cesar a defesa direito...). Quando a coisa não der certo culpa-se quem ?



De Pedro Correia a 4 de Janeiro de 2017 às 14:38
Achei uma ideia do arco-da-velha, este regresso do Elias. E logo escrevi na altura que não daria certo.
Infelizmente tive razão.


De Francisco Chaveiro Reis a 4 de Janeiro de 2017 às 15:26
Foi uma decisão à pressa para precaver a saída de Adrien. Teria preferido ir buscar Vukcevic a Braga. Mas Elias não é mau jogador. Veio sempre em má altura. Antes, era bom de mais para a equipa. Agora, a equipa é boa de mais para ele. Azares.


Comentar post

Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

Pum! Um tiro na candidatu...

Sporting - O meu balanço ...

A campanha ainda não come...

Leitura recomendada

A minha costela Jota Jota

Prometer e gastar

Prognósticos antes do jog...

Leoas às sextas

Os nossos comentadores me...

Programa eleitoral, II

Arquivo

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

comentários

memória

bruno de carvalho

selecção

leoas

vitórias

prognósticos

jorge jesus

há um ano

balanço

campeonato

slb

arbitragem

benfica

jogadores

mundial 2014

rescaldo

taça de portugal

liga europa

godinho lopes

eleições

ler os outros

árbitros

euro 2016

golos

clássicos

futebol

comentadores

nós

crise

marco silva

scp

cristiano ronaldo

análise

chavões

formação

humor

liga dos campeões

slimani

todas as tags

Mais comentados
158 comentários
155 comentários
152 comentários
136 comentários
136 comentários
132 comentários
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds