Sexta-feira, 31 de Julho de 2015
Off - Sporting
Eduardo Hilário

Olhamos para as capas dos jornais e vislumbramos em tamanho XXL a nova contratação do SLB, que Rui Vitória já tem 11 na cabeça e a possível nova contratação do FCP.

 

Sonegada para segundo plano está a participação europeia do Vitória Sport Clube e do Clube Futebol Os Belenenses.

 

Isto demonstra a peremptória falta de respeito por estas duas enormes instituições que dignificam e projectam o nosso país.

 

Por fim, relembro que jogadores e treinador do Clube Futebol Os Belenenses são portugueses.

 

Este lamentável comportamento da imprensa desportiva demonstra quais são as suas prioridades.


comentar ver comentários (3)
Leoas às sextas
Pedro Correia

0690c1a3-7a87-4c95-b65e-626fa7faa033[1].jpg

 

SARA PRATA

"Temos de continuar a apoiar a equipa. Acredito que o leão não está adormecido"

(Record, 13 de Abril de 2010)

Tags:

comentar
Quinta-feira, 30 de Julho de 2015
O leão mudou
Pedro Correia

«Após duas presidências que minaram a credibilidade e confiança dos sportinguistas, Bruno de Carvalho conseguiu devolver ao Sporting aquilo que só um grande consegue: ser temido. Desportivamente foi buscar Jesus e corrigiu a política desportiva. Tenta hoje contratar com mais critério e volta a segurar os melhores; no fundo, faz uma aposta clara na conquista de títulos. O grande julgamento é feito sempre pelas bolas que batem na trave e pelas que entram, mas o leão mudou.»

Bernardo Ribeiro, hoje, no Record


comentar ver comentários (18)

"A Sporting Clube de Portugal, Futebol, SAD, informa que chegou a acordo com o Charlton Athletic FC para a transferência a título definitivo do jogador Mouhamadou-Naby Sarr por um valor de até 2,5 Milhões de euros ficando a Sporting SAD com uma percentagem numa potencial mais-valia futura. A Sporting SAD deseja ao jogador Naby Sarr os maiores sucessos pessoais e profissionais."

Com este comunicado, o Sporting anunciou a transferência de Sarr, jovem internacional francês que foi campeão mundial de sub-20 em 2013 e que, tendo jogado no eixo da defesa durante alguns meses em Alvalade na última época, acabou relegado para o banco. Jorge Jesus não contava com ele nesta nova temporada.

 

Apesar disto, Sarr deu lucro ao Sporting. Adquirido por um milhão de euros em 2014, viu o seu valor mais do que duplicar em 12 meses, em benefício dos cofres leoninos. Repete-se um padrão estabelecido sob a presidência de Bruno de Carvalho: o brasileiro Maurício, que chegara em 2013 ao Sporting por 450 mil euros (90% do passe), acabou transferido a meio da última época para a Lazio por 2,650 milhões de euros; o camaronês Enoh chegou por módicos 35 mil euros e saiu por 350 mil, dez vezes acima do preço nele investido.

Estes jogadores tiveram uma valoração média de 310%, o que diz muito sobre a actual política desportiva que vigora no Sporting. Mérito do presidente que até os seus opositores dotados de maior integridade intelectual reconhecem.

 

"Os leões nem sempre têm comprado bem, muito pelo contrário, mas nos últimos dois anos têm demonstrado muita capacidade negocial. Tanto a comprar (mesmo que os alvos não sejam os melhores) como a vender, dá para ver que há capacidade em fazer bons negócios. E neste caso foi excelente", conclui o blogue Visão de Mercado.

Palavras que não surgem por acaso.

Há dois anos sucedia ao contrário: o Sporting abria os cordões à bolsa para se ver livre de jogadores indesejados. Aconteceu com Boulahrouz, a quem a direcção de Godinho Lopes pagou 466 mil euros para rescindir o vínculo ao clube. Tal como aconteceu com Pranjic (433 mil) e Onyewu (427 mil). O que ajuda a explicar os 100 milhões de euros de passivo acumulado ao longo de duas épocas para esquecer.

Ou para lembrar.


comentar ver comentários (10)
Quarta-feira, 29 de Julho de 2015
Sem palavras
Edmundo Gonçalves

Mesmo de férias, não alheio a más notícias.

 

Tags:

comentar ver comentários (3)

Com a quantidade de elogios à capacidade e qualidade de gestão desportiva de Luís Duque ontem celebrados pelo representante do Benfica num programa da TVI24, fico a aguardar com expectativa o anúncio da sua contratação para gestor da SAD do Benfica.

Deverá estar para muito breve.

Seria, aliás, um desperdício incompreensível por parte dos responsáveis do Benfica, um quase crime de lesa-clube, não aproveitar uma pessoa com tamanhas capacidades. Logo agora que está "livre"...

Aguardemos!


comentar ver comentários (20)
A brigada da azia
Pedro Correia

A eleição de Pedro Proença, derrotando Luís Duque para a presidência da Liga de Clubes, causou revolta e mágoa e dor em vários comentadores de futebol. Como ontem à noite ficou bem patente nas televisões:

 

«Eu estou muito preocupado. Este é um dia negro para o futebol português.»

Pedro Guerra, na TVI 24

 

«Eu estou contra este tipo de promessas [de Pedro Proença].»

Joaquim Rita, na SIC Notícias

 

«Há aqui uma viragem perfeitamente incompreensível e que vai continuar a causar fracturas na Liga.»

Ribeiro Cristóvão, na SIC Notícias

 

«Luís Duque estava a resolver os problemas, tinha encontrado soluções para as dificuldades mais importantes.»

Idem, ibidem


comentar ver comentários (10)
Terça-feira, 28 de Julho de 2015

Que espectáculo a TVI24 está a transmitir!

Para além de demonstrar que consegue decorar 4 ideias acerca das eleições da Liga repetindo-as sucessivamente e de aparentar um elevado sentido democrático, o momento alto do espectáculo, com o alto patrocínio de Sousa Martins, foi o discurso sobre o Sporting e os seus jogadores. Tudo natural, vindo de um clube com mais de 100 jogadores assalariados e que nem sabe o que é ter um jogador da formação na equipa principal há mais de 10 anos.

Obrigado Pedro Guerra, Sousa Martins e TVI24!

Tags: ,

comentar ver comentários (8)
Adeus, Duque
Pedro Correia

Pedro Proença eleito novo presidente da Liga de Clubes. Com o dobro dos votos das equipas da I Liga obtidos pelo candidato derrotado, Luís Duque. "O futebol português está de parabéns."


comentar ver comentários (16)
Vive la France
Francisco Melo

Depois de Didier Lang, Pongolle e agora Sarr, é caso para dizer que fazemos o pleno no que toca a contratações falhadas de jogadores franceses.

Será que Ciani irá engrossar a lista?


comentar ver comentários (9)
Finalmente!
Tiago Cabral

Dia 1 de Agosto vamos ter o jogo de apresentação no nosso estádio contra a Roma.  Dia 9 disputamos a supertaça contra os donos do pré-fabricado e dia 14 damos as boas vindas à 1ª liga ao Tondela.

Isto foram meses de sofrimento desde a extraordinária vitória na final da taça de Portugal.

Tags:

comentar ver comentários (3)
Tags:

comentar ver comentários (13)

«Jesus está a montar uma verdadeira equipa, misturando juventude com experiência, e nesse aspecto gostei muito das oportunidades dadas a Gelson e ao Semedo.»

Sportingsempre, neste meu texto

 


comentar ver comentários (4)
Segunda-feira, 27 de Julho de 2015

O nosso rival parece que vendeu o Lima para as arábias por sete milhões de Euros.

Pergunta de quem anda distraído: Comunicaram à CMVM?

É que, das duas uma, ou andam eles distraídos, ou mais uma vez a coisa não foi como publicitada...


comentar ver comentários (10)
Ups!
Edmundo Gonçalves

Doyen perde processo em Bruxelas.

Tags: , ,

comentar ver comentários (3)
Tags: ,

comentar ver comentários (8)
Nova época
Pedro Correia

Cada época, para mim, começa com a primeira vitória do nosso clube. A de 2015/16 já começou.


comentar ver comentários (11)

«Jorge Jesus voltou a ter motivos para sorrir, ao ver uma equipa cada vez mais compacta que, além de ter feito dois golos, não sofreu nenhum, e esse é um factor que o técnico leonino tem sempre em conta, ele que dá grande importância aos aspectos defensivos.»

Rui Baioneta, A Bola

 

«O Sporting venceu um jogo importante no que respeita à preparação da equipa, um embate que o próprio técnico do Crystal Palace, Alan Pardew, considerou de alto nível, muito competitivo e no qual já deu para ver um esboço bem definido do Sporting que irá começar a época.»

António Bernardino, Record

 

«Lá atrás, com os laterais previsivelmente titulares não houve sobressaltos (...). O meio-campo recuperou bolas, assumiu o jogo, consolidou processos e facilitou-os, ainda que no ataque - em jogo a espaços demasiado fechado, pese a competitividade - escassas tenham sido as oportunidades de golo. Montero foi quem as teve, convertendo de bola parada e em contra-ataque letal. A concorrência que se cuide.»

Rui Miguel Gomes, O Jogo


comentar
Sugestão do dia
Eduardo Hilário

No próximo ano fazem a pré-época em Portugal com arbitragem do Capela, Paixão, etc…

 

Assim, conseguem vencer um jogo.

 

Saudações Leoninas

Tags:

comentar ver comentários (19)
Domingo, 26 de Julho de 2015

Breve análise do desempenho dos nossos jogadores na vitória de hoje, na Cidade do Cabo, frente ao Crystal Palace.

Adianto desde já que o melhor em campo, para mim, foi Rui Patrício.

 

..........................................................................

 

RUI PATRÍCIO (8). Imperial. Salvou a equipa com três defesas magistrais, aos 7', 72' e 77'. Exibe uma das melhores formas de sempre.

JOÃO PEREIRA (5). Atento. Bons cruzamentos, mas arriscou muito menos, na sua ala direita, do que Jefferson no lado oposto. Saiu aos 60'.

PAULO OLIVEIRA (6). Eficaz. Resolve muitos lances pela sua boa leitura de jogo e pela capacidade de antecipação. Grande corte aos 17'. Saiu aos 80'.

NALDO (6). Seguro. Parece um bom reforço. Fez boa parceria com Paulo Oliveira no eixo da defesa. Ganhou tempo de jogo, o que é fundamental.

JEFFERSON (7). Dinâmico. Em grande forma nas bolas paradas. Livre muito bem marcado aos 38', forçando o guarda-redes a defesa em esforço. Exímio nos cruzamentos. E cheio de fôlego: ainda fez um cruzamento perigoso no último minuto.

RUBEN SEMEDO (5). Voluntarista. Foi médio defensivo titular: prémio de Jesus por ter marcado no jogo anterior. Bom jogo posicional. Mas saiu muito cedo, aos 37', tocado num ombro.

ADRIEN (6). Oscilante. Procura ainda adaptar-se ao novo modelo de jogo do Sporting. Recuou no terreno, para médio defensivo, com saída de Ruben Semedo. Precisa de mais jogos para mostrar melhor o que vale.

GELSON MARTINS (5). Batalhador. O treinador continua a apostar nele como titular. Bons apontamentos. Mas ainda muito individualista e algo nervoso. Saiu ao intervalo.

CARRILLO (5). Apático. Ainda não recuperou a forma desde o regresso de férias. Muito preso de movimentos. Saiu aos 60'.

TEO GUTIÉRREZ (4). Desenquadrado. Com peso em excesso e demasiado lento. Fez um grande passe para Gelson aos 33' e pouco mais. Saiu aos 60'.

SLIMANI (7). Aguerrido. Talvez o jogador que melhorou mais desde o jogo anterior. Sabe prender como ninguém os defesas adversários, mantendo-os em sentido. E nunca desiste de um lance. Construiu a jogada que originou o segundo golo, aos 87', com assistência milimétrica para Montero.

JOÃO MÁRIO (5). Discreto. Substituiu Ruben Semedo aos 37', colocando-se à frente de Adrien. Também ele procura ainda adaptar-se ao novo modelo de jogo.

CARLOS MANÉ (7). Veloz. Fez toda a segunda parte, substituindo Gelson Martins. Mais objectivo e acutilante, enquadrando-se bem na nossa frente de ataque.

MONTERO (8). Matador. Entrou aos 60' para render o discretíssimo Gutiérrez. Teve tempo de sobra para marcar dois golos: o primeiro aos 71', de livre directo; o segundo ao cair do pano, em lance corrido, a passe de Slimani. A melhor prenda no dia em que festejou 28 anos.

ROSELL (4). Apagado. Substituiu Carrillo aos 60'. Esteve sempre demasiado discreto. Falhou um passe aos 72' em zona perigosa.

ESGAIO (6). Lutador. Entrou aos 60' para o lugar de João Pereira. Deu claros sinais de que procura disputar-lhe a titularidade.

WALLYSON (4). Inócuo. Rendeu Adrien aos 80'. Mal se deu por ele.

CAPEL (3). Irrelevante. Substituiu Slimani para queimar tempo: só jogou três minutos.


comentar ver comentários (7)

Jorge Jesus acaba de vencer o seu primeiro troféu como treinador ao serviço do Sporting: a Taça Cidade do Cabo, conquistada numa concludente vitória sobre os ingleses do Crystal Palace, por 2-0 - com Montero a bisar na África do Sul. Dois dias depois de termos batido o Ajax Cape Town por desempate nas grandes penalidades após 2-2 aos 90 minutos.

O desafio de hoje permitiu-nos perceber melhor as ideias de Jesus aplicadas ao futebol leonino. Um jogo muito apoiado, construído em posse e sucessivas trocas de bola, com a defesa em linha e bastante próxima da divisória do meio-campo de modo a pressionar mais os adversários. Um jogo em que os laterais se transformam a todo o momento em extremos e estes flectem com frequência para o eixo do ataque, sempre muito povoado.

Estamos ainda na pré-temporada. Mas já em fase de ensaio geral para a Supertaça a disputar frente ao Benfica. Os nossos jogadores regressam a Lisboa com o melhor tónico na bagagem - aquele que só as vitórias propiciam.

Estão de parabéns por isso. E Jesus também.


comentar
Sábado, 25 de Julho de 2015

Sorteio de árbitros chumbado na Assembleia Geral da FPF: os jogos de bastidores continuam a prevalecer. Hoje a transparência no futebol português voltou a ser derrotada. Por goleada.


comentar ver comentários (28)
O primeiro teste
Pedro Correia

Balanço sumário do desempenho leonino no  confronto de ontem na África do Sul contra o Ajax Cape Town: duas partes, duas equipas diferentes, muito mais qualidade colectiva no primeiro tempo.

 

Destaco as excelentes exibições de Rui Patrício, Gelson Martins e André Martins.

Também merecem elogio Jefferson (assistência para golo), Carlos Mané (autor do primeiro golo), Ruben Semedo (autor do segundo golo), Iuri Medeiros (marcador do canto de que nasceu o segundo golo), Paulo Oliveira, Adrien, Esgaio e Teo Gutiérrez (que quase ia marcando, no mais potente remate de todo o desafio).

Exibiram-se com nota suficiente Tobias Figueiredo, Montero, Jonathan Silva, João Pereira, Wallyson e o estreante Naldo (que viu o árbitro marcar-lhe um penálti inexistente).

Decepcionantes foram as actuaçõess de Slimani (três golos falhados!), João Mário, Carrillo e o estreante Ciani (com claras responsabilidades no segundo golo da equipa sul-africana).

 

Sublinho:

- Rui Patrício defendeu dois penáltis.

- Adrien, enquanto esteve em campo, ostentou a braçadeira de capitão. Merece-a.

- Todos os jogadores leoninos chamados a converter grandes penalidades cumpriram com brio tal incumbência: Teo Gutiérres, Wallyson, Montero e Esgaio.

 

Este foi o primeiro teste a sério da nossa pré-temporada. Com dois jogadores titulares lesionados - William Carvalho e Ewerton - e o reforço Bryan Ruiz ainda por estrear.

Mas o teste mais importante decorrerá amanhã, também na África do Sul, frente ao Crystal Palace. Estejamos atentos.


comentar ver comentários (2)

 

- O Bruno deixou sair os bons jogadores, como o Bruma e o Ilori e o Rojo e o Dier, e agora não temos uma equipa que se apresente. Fomos humilhados em casa pelos lampiões: bastou-lhes estacionar o autocarro para a equipa ficar à rasca.

- Mas...

- Não queiras tapar o sol com a peneira! Ando farto de vitórias morais: não dou mais para esse peditório. Queres analisar a qualidade dos jogadores? Então vamos lá. O Paulo Oliveira podia chamar-se Pedro Mendes: não é melhor que ele, completamente banal. O Jefferson corre muito mas faz pouco para aquilo que corre. O Nani está com saudades de Manchester, isso percebe-se muito bem. O William Carvalho continua a falhar muitos passes, nisso só posso estar de acordo com o Ribeiro Cristóvão.

- Mas...

- Estás sempre a interromper-me! Que tens tu afinal assim tão importante para dizer sobre o jogo de domingo?

- Sobre o jogo não tenho para dizer. Só queria chamar-te a atenção para essa nódoa que tens aí na gravata. Parece-me nódoa de croquete.

 

(...)

 

- Foste ao estádio?

- Não costumo, porque não há lá Sagres, a minha cerveja preferida. Mas desta vez fui.

- E que tal? Mataste saudades?

- Matei saudades de um protesto bem sonoro. Fartei-me de assobiar os jogadores. Porcaria de equipa aquela.

- O Penafiel, de facto, vale muito pouco...

- Qual Penafiel? Eu assobiei o Sporting.

- O Sporting?!

- Sim, claro. Só assobiaria o Penafiel se fosse penafidelense.

 

(...)

 

- Que tal? Lá ganhámos o caneco! Ao contrário do que tu dizias...

- Sorte. Duas chouriçadas, dois golos.

- Mas viste o jogo?!

- Só até ao minuto 80. Depois mudei de canal porque imaginei logo que íamos sair dali com mais uma cabazada.

- Então não viste o melhor...

- Não perdi nada. Depois vi o resumo do jogo enquanto fazia horas para me deitar. Bastou.

- E que tal?

- Sorte, já te disse. Exibição medíocre. O Braga esteve sempre por cima, a controlar o jogo. Equipa organizada, madura, que sabia muito bem o que queria. Ao contrário do Sporting, que andou ali aos papéis.

- Nada a realçar de positivo?!

- Só os dois chouriços. O resto foi uma lástima.

Tags:

comentar
Tempos de mudança
Edmundo Gonçalves

Ontem vi o jogo com o Ajax de Cape Town "por cima da burra", na net, confesso que não deu para ver grande coisa. Vi o jogo apenas até ao golo do empate a uma bola.

Nove portugueses, sete da formação no início. Acho que temos que apostar mais forte na academia, não se percebe porque não começam onze de Alcochete...

Do que me apercebi, a coisa ainda está perra, mais na defesa, mas também não seria de esperar muito mais.

Tivesse Slimani marcado duas oportunidades claras que teve e o resultado seria certamente diferente. Nada contra o nosso avançado, apenas a constatação do facto; Agora pode falhar muitos...

No entanto, a mudança que quero enfatizar aqui é a do novo capitão da equipa. Como já aqui tinha defendido bastas vezes, a braçadeira no Patrício (mais uma bela exibição com a defesa de dois [três, cara...] penaltis) não era adequada, precisamente devido à sua função dentro de campo. Apontei Nani e Adrien. Jesus entendeu entregá-la a Adrien, cumprindo o que havia já dito numa entrevista. Parece-me bem. Não é necessário aduzir os argumentos que usei na altura, mas parece-me que a equipa tem tudo a ganhar com esta alteração.

Domingo há mais e com uma equipa bastante diferente da sul-africana.

Vamos com calma, que a pressa é em regra má conselheira.


comentar ver comentários (2)
Sexta-feira, 24 de Julho de 2015

 

- Lá vamos para a Liga Europa...

- E que interesse tem isso? Devíamos ter continuado na Champions. Não me conformo com este salto no abismo.

- Eh pá, não exageres. Ir à Liga Europa não é nenhum salto no abismo.

- Então não é?! Se ultrapassarmos a actual fase recebemos só 200 mil euros em vez dos 3,5 milhões que recebíamos se tivéssemos continuado.

- Abismo, para mim, aconteceu há dois anos quando não nos classificámos para nenhuma competição europeia. E nessa altura não me lembro de te ter visto tão mal disposto.

- Mas nessa altura também não tínhamos um presidente que ia para o Facebook escrever que os jogadores não tinham dignificado a nossa camisola, como fez o Bruno após o jogo com o V. Guimarães!

- A verdade é que o Chelsea era um adversário de respeito. E a nossa equipa, como sabemos, tem falta de rodagem na Liga dos Campeões. Dificilmente poderíamos ter empatado. E já nem falo em ganhar o jogo...

- Falta de ambição, foi o que houve. O treinador não fez alinhar a equipa com o dispositivo táctico que se impunha. Jogou para o empate e, como sempre acontece quando se ambiciona apenas o empate, acabou por perder.

- E gostaste do desempenho de algum jogador?

- Gostei do Nani.

- Do Nani? Mas ele não jogou!

- Claro. Estava a ser irónico. Aquilo foi tudo para esquecer...

 

(...)

 

- Digo-te sem rodeios: todos os lances do Sporting foram feios.

- E nem gostaste do Tobias?

- O Tobias? Batatas com enguias...

- E ao menos gostaste do Mané?

- O Mané? Borras no café...

- E do William Carvalho?

- Carta fora do baralho...

- E os golos, que foram tão bonitos?

- Bonitos coisa nenhuma: isso não passou de espuma. Bonito, bonitão... foi aquele golo do Quaresma no Dragão. Bela trivela. Por mais que me apeteça, nunca esse golo me sairá da cabeça.

- Ó pá, mas porque é que agora falas o tempo todo em verso?!

- Aprendi com o grande Pinto / Da Costa a declamar / E cada vez mais me sinto / Com ânsia de versejar.

Tags:

comentar
24 de Julho
Pedro Oliveira

Provavelmente, o único treinador de futebol que trabalha num clube com nome de país -Portugal- e tem na capital desse país uma avenida com a sua data de nascimento. Parabéns Jorge Jesus, tenha tudo de bom o que a vida contém, que vença a super-taça, a taça e o campeonato, também.


comentar ver comentários (4)
Leoas às sextas
Pedro Correia

ngB5412862-781C-4872-8E04-C62E570D37AD[1].jpg

 

PATRÍCIA CARDOSO

"O Sporting vai ganhar ao Benfica"

(Record, 18 de Julho de 2015)

Tags:

comentar ver comentários (6)
Quinta-feira, 23 de Julho de 2015

"COMER A RELVA"

Tags:

comentar ver comentários (11)

 

- O Montero voltou aos golos...

- Eh pá, aquele até eu marcava com pubalgia na virilha e rotura de ligamentos no joelho esquerdo. Foi só correr um pouquinho e encostar o pé!

- E o Slimani, que até bisou no 25 de Abril?

- Não me convence. Só é bom a saltar. Mas é muito limitado tecnicamente. Não tem técnica de cabeceamento. Quando acerta na bola enquadrada com a baliza isso só acontece por mero acaso.

- Quem é que tu punhas no lugar dele?

- O Tanaka. Custa-me tanto ver o rapaz na bancada. Não é por acaso que tem vindo a ser convocado para a selecção do Japão.

- E quem punhas no lugar do treinador?

- O Paulo Fonseca. Ou o Sérgio Conceição. Ou o Rui Vitória. Mas quem eu queria mesmo era o Jorge Jesus.

- E o José Couceiro?

- Também o queria. Mas como presidente.

 

(...)

 

- Foste a Alvalade na quarta-feira ver a nossa grande vitória frente ao Schalke?

- Não, pá. Ando chateado com tudo isto, não me apeteceu ir ao estádio. Vi a bola em casa.

- Ah, preferiste a transmissão directa...

- Sim, vi o Bilbau-FC Porto em directo. O Sporting-Schalke vi depois, no resumo. Dou razão ao Ribeiro Cristóvão: "Não foi um Sporting muito superior à equipa alemã, que não tem grande qualidade."

 

(...)

 

- Viste hoje o jornal?

- Vi. Dizia que «a relação entre Bruno de Carvalho e Nani já viveu melhores dias, por muito que a estrutura leonina se esforce em desmentir qualquer notícia que dê conta desta relação tensa».

- E então?

- Nada que me surpreenda. Sempre disse que isto ia acabar mal.

- Também a mim não me surpreende. Já estava à espera disto. Aliás, aqui entre nós, posso confidenciar-te que fui uma das fontes anónimas da notícia.

Tags:

comentar
Sou só eu?
Edmundo Gonçalves

Sou só eu, ou o presidente do nosso Clube, depois de ter sido acusado por tudo o que é jornal e tv's de ser prepotente, mandão, ditador e mais uns epítetos menos abonatórios que agora não vêm à memória, com o objectivo claro de denegrir a sua imagem e o desanimar na luta pelo nosso Clube e pela limpeza no futebol, o presidente do nosso Clube, dizia, é agora relegado para segundo plano, com a "informação" de que Jorge Jesus manda em tudo; O homem manda o presidente despachar-se quando dá uma entrevista à chegada à RSA; O homem manda o presidente despachar-se a tomar o pequeno almoço; o Homem diz ao presidente que o tempo na casinha tem que ser a correr; O homem manda o presidente engraxar as chuteiras do Teo; O homem diz que não deixa o presidente vender ninguém até à super-taça, etc., etc.

Ou seja, Bruno de Carvalho não risca nada, quem é o manda-chuva agora é Jorge Jesus!

Sou só eu que acho, ou a estratégia é a mesma, apenas mudaram os métodos?


comentar ver comentários (27)
Palas nos olhos
Edmundo Gonçalves

Palas nos olhos quem usa, em regra, são outros animais que não nós, humanos.

Por norma, não costumo dar muita importância a artigos de opinião de adeptos de clubes, porque é lógico que puxem a brasa à sua sardinha e a deixem mais loirinha e apetitosa que as outras, esturricadas e "moídas".

Mas o artigo deste senhor (que até já teve responsabilidades governativas e que, com a mesma liberdade com que ele escreve baboseiras n' A Bola de hoje, lhe digo eu que de forma péssima e incompetente), dá-se ao desfrute de questionar acordos assinados entre o Sporting e os seus jogadores.

Este pintassilgo, que nunca por lá vi a questionar as vendas, pelos mesmos 15 milhões, de tudo quanto tem duas pernas e sai do cubo do Seixal, mostra-se incomodado (dor de co... tovelo?) com as cláusulas de rescisão dos nossos jogadores.

Alguém lhe explica que para pagar a segurança social (de que foi responsável no governo) e outras dívidas ao Estado o Sporting nunca necessitou de dar como caução acções não cotadas e que, por conseguinte, valiam zero?

Isto há com cada um...


comentar ver comentários (7)
Quarta-feira, 22 de Julho de 2015

Quatro jogadores do Sporting têm agradado particularmente a Jorge Jesus, segundo relatam repórteres que acompanham a equipa nesta primeira digressão da pré-temporada, na África do Sul:

- Adrien

- André Martins

- Gelson Martins

- Paulo Oliveira

 

É um bom indício.

Porque nós, sportinguistas, não queremos apenas conquistar novos troféus. Queremos conquistá-los mantendo o essencial da matriz do clube, que passa pela contínua valorização de jogadores formados na Academia de Alcochete. E pela aposta em profissionais portugueses.

Duas faces da mesma moeda.

 

Leonardo Jardim fez isso em 2013/14, lançando William Carvalho e Carlos Mané na equipa principal.

Marco Silva também fez isso em 2014/15, lançando João Mário e Tobias Figueiredo na equipa principal.

Jorge Jesus vai percorrer igualmente este caminho. É o que todos esperamos.


comentar ver comentários (18)

 

- Com o Bruno de Carvalho, o Sporting deixou de apostar na formação.

- Estás a confundir o Sporting com o Benfica, que despacha para outros clubes os jogadores todos da formação mal começam a destacar-se. O Sporting, pelo contrário, ficou em segundo lugar no campeonato com vários jogadores da formação no onze-base. E apostou no William Carvalho, no Carlos Mané...

- Lá vens tu com esse argumento do segundo lugar! Já falámos imensas vezes disso. Foi sorte, nada mais.

- Preferias ter ficado em sétimo, como no ano anterior?

- Preferia ter ficado com o Dier, o Ilori e o Bruma.

- Mas estes três jogadores, ao menos, ainda nos renderam 22,5 milhões de euros. Enquanto antes deixámos sair jogadores da nossa formação, como o Pedro Mendes e o Carriço, por nada ou quase nada.

- O que tem uma coisa a ver com outra? Nesses tempos, ao menos, os jogadores eram tratados com a devida consideração pelo presidente do clube. Agora, diz aqui o Eric na entrevista, o Bruno só lhe apertou a mão e nem sequer lhe desejou boa sorte.

 

(...)

 

- Então temos o Nani de novo entre nós. Que tal?

- Gostei.

- Só isso? Vejo aí alguma falta de entusiasmo.

- Reconheço que é bom jogador. Mas...

- Mas o quê?

- Toda a gente sabe que ele não é um jogador completo. Cruza muito mal, tem notórias dificuldades no jogo aéreo e é pouco consistente no processo ofensivo junto à linha, tem sempre tendência para invadir zonas centrais. Desposiciona-se com demasiada facilidade.

- Não acredito que estejas a criticá-lo dessa maneira...

- Há quanto tempo não vês jogar o Nani? Em cada dez cruzamentos ele falha nove!

 

(...)

 

- Criticas praticamente os nossos jogadores todos. Não há mais ninguém de quem digas mal?

- Há. Digo mal do Bruno, que nunca devia ter assumido a candidatura ao título. E digo mal do treinador, que nunca devia ter ido na conversa fiada do presidente.

- Mas afinal que reforços é que tu gostavas de ver no Sporting?

- Gostava do Enzo. E do Gaitán. E do Salvio. E do Amorim. E do Maxi. E do Eliseu.

- E na baliza?

- O Júlio César, claro. Já reparaste que o Rui Patrício não sabe jogar com os pés?

- Só esses?

- Talvez também o Talisca. Pelo menos tem um nome mais giro do que o Rabia.

- Mais algum?

- O Pizzi, o Jara, o Ola John, o Shikabala...

- Mas o Shikabala é do Sporting!

- Ah, claro, tens razão. Péssimo jogador, esse que tal. Nem para futebol de praia o queria.

Tags:

comentar ver comentários (2)

18655477_NZBCW[1].jpg

 

Todos os anos, o defeso do Sporting tem o seu “caso”.

Há dois anos o assunto foi Bruma.

No ano passado, o tema foi Eric Dier.

Este ano o protagonismo é assumido por André Carrillo.

O jogador peruano, a quem todos reconhecem um potencial tremendo, já leva 4 temporadas de leão ao peito.

A última época foi aquela em que se exibiu em melhor nível, mas longe ainda de fazer com que o Sporting seja o Carrillo e mais 10.

Apesar de todos querermos que o jogador renove, pergunto-me se valerá a pena fazer de Carrillo o jogador mais bem pago do plantel.

É que William Carvalho, com metade das temporadas de Carrillo no Sporting, conseguiu ser mais decisivo e mais jogador do que o peruano.

Bem sei que no futebol há alturas em que certos investimentos são feitos com base na “fezada”. Não sei se uma eventual renovação de Carrillo, nos termos pretendidos pelo jogador, se insere nessa crença.

Agora, olho para Iuri Medeiros, sobre quem tenho uma grande “fezada”, e pergunto-me se caso o jogador açoriano se chamasse Iuri Medeirez, se por esta hora não conviveríamos bem com a não renovação de Carrillo e o seu adeus do Sporting.

Vamos, pois, aguardar pelos próximos episódios…


comentar ver comentários (3)
Terça-feira, 21 de Julho de 2015
Aviso aos lampiões
Pedro Correia

Por mim, podem continuar a comentar neste blogue à vontade. Aqui sempre se praticou o pluralismo e gostamos do confronto de opiniões.

Mas fica desde já o aviso: aqueles que por sectarismo clubístico ou burrice congénita não quiserem ou não souberem escrever correctamente o nome do Sporting verão os respectivos comentários remetidos de imediato para o lugar merecido. O lixo.

Tags:

comentar ver comentários (27)
Ah! a formação e tal
Edmundo Gonçalves

Pois é, são 26 os que foram para estágio na África do Sul.

Para os que persistem em dizer que a aposta na formação foi mandada prás urtigas, aqui vai a lista, com os destaques a negrito dos que se formaram na nossa academia:

"Jorge Jesus contará com 26 jogadores ao longo do período de trabalho, incluindo onze elementos formados no Clube e os cinco reforços confirmados até ao momento. A lista é a seguinte:

Guarda-redes: Rui Patrício, Marcelo Boeck e Azbe Jug

Defesas: João Pereira, Ricardo Esgaio, Paulo Oliveira, Naldo, Tobias Figueiredo, Rúben Semedo, Michaël Ciani, Jefferson e Jonathan Silva

Médios: Oriol Rosell, Adrien, João Mário, Wallyson e André Martins

Avançados: Carrillo, Carlos Mané, Gelson Martins, Capel, Iuri Medeiros, Montero, Tanaka, Teófilo Gutiérrez e Slimani".

Há ainda mais dois jogadores portugueses.

Nada mau, para quem "deixou" de apostar na prata da casa...

 


comentar ver comentários (26)

Antes do arranque do campeonato nacional de futebol 2015/16, relembro os prognósticos sobre a prestação do Sporting em cada jornada da Liga anterior feitos aqui no És a Nossa Fé. É um passatempo que recomeçará em breve neste blogue, pelo terceiro ano consecutivo.

 

16 de Agosto (Académica,1 - Sporting, 1) ANNóNNymus  

23 de Agosto (Sporting, 1 - Arouca, 0): Ninguém acertou

31 de Agosto (Benfica, 1 - Sporting, 1): Cristina Torrão, Duarte Fonseca e LB

13 de Setembro (Sporting, 1 - Belenenses, 1): Ninguém acertou

21 de Setembro (Gil Vicente, 0 - Sporting, 4): Ninguém acertou

26 de Setembro (Sporting, 1 - FC Porto, 1): Ninguém acertou

4 de Outubro (Penafiel, 0 - Sporting, 4): Iur, Roberto Dias e Sérgio Nunes

26 de Outubro (Sporting, 4 - Marítimo, 2): Ninguém acertou

1 de Novembro (V. Guimarães, 3 - Sporting, 0): Ninguém acertou

9 de Novembro (Sporting, 1 - Paços de Ferreira, 1): Ninguém acertou

29 de Novembro (Sporting, 3 - V. Setúbal, 0): José da Xã e Orlando

5 de Dezembro (Boavista, 1 - Sporting, 3): António Luís e Leão do Fundão

14 de Dezembro (Sporting, 1 - Moreirense, 1): Ninguém acertou

21 de Dezembro (Nacional, 0 - Sporting, 1): Edmundo Gonçalves e Leão do Fundão

3 de Janeiro (Sporting, 3 - Estoril, 0): João António, João Paulo Palha e Orlando

11 de Janeiro (Braga, 0 - Sporting, 1): Octávio e Paulo Gorjão

18 de Janeiro (Sporting, 4 - Rio Ave, 2): Rui Cerdeira Branco

25 de Janeiro (Sporting, 1 - Académica, 0): Paulo Gorjão

1 de Fevereiro (Arouca, 1 - Sporting, 3): António, JC e Leão do Fundão

8 de Fevereiro (Sporting, 1 - Benfica, 1): Ninguém acertou

14 de Fevereiro (Belenenses, 1 - Sporting, 1): Ninguém acertou

22 de Fevereiro (Sporting, 2 - Gil Vicente, 0): Grande Artista Goleador, Octávio, Oa Gomes, Ricardo Cunha e Rui Cerdeira Branco

1 de Março (FC Porto, 2 - Sporting, 0): Ninguém acertou

9 de Março (Sporting, 3 - Penafiel, 2): Ninguém acertou

15 de Março (Marítimo, 0 - Sporting, 1): SempreSCP

22 de Março (Sporting, 4 - V. Guimarães, 1): Rui Cerdeira Branco

4 de Abril (Paços de Ferreira, 1 - Sporting, 1): Ninguém acertou

12 de Abril (V. Setúbal, 1 - Sporting, 2): Leão do Fundão

19 de Abril (Sporting, 2, - Boavista, 1): JC

27 de Abril (Moreirense, 1 - Sporting, 4): Ninguém acertou

2 de Maio (Sporting, 2 - Nacional, 0): Basco, "o Leão"

10 de Maio (Estoril, 1 - Sporting, 1): Rudolfo Dias

17 de Maio (Sporting, 4 - Braga, 1): Ninguém acertou

23 de Maio (Rio Ave, 0 - Sporting, 1): Edmundo Gonçalves

 

CONCLUSÃO:

Houve um grande vencedor, que aproveito desde já para cumprimentar: o nosso leitor LEÃO DO FUNDÃO, destacando-se com nada menos de quatro vitórias. Curiosamente, todas com a nossa equipa a jogar na condição de visitante (Boavista-Sporting; Nacional-Sporting; Arouca-Sporting; V. Setúbal-Sporting).

Merece os parabéns de todos quantos fazem este blogue.

Fica desde já convidado a participar, a nosso convite, no próximo jantar de convívio do És a Nossa Fé.

 

Uma palavra de saudação especial também para o nosso colega RUI CERDEIRA BRANCO, que ficou num honroso segundo lugar - e primeiro, entre os autores do blogue - em matéria de prognósticos na Liga 2014/15: acertou em três. Curiosamente, todos com o Sporting na condição de visitado (Sporting-Rio Ave; Sporting-Gil Vicente; Sporting-V. Guimarães).

Foi pena que ninguém tenha acertado em 15 dos 34 jogos. Esperemos que no campeonato 2015/16 a pontaria se revele mais afinada.

 

Aproveito para recordar que na Liga 2014/14 houve por cá sete vencedores: Bruno Cardoso, Edmundo Gonçalves, João Paulo Palha, João Torres, José da Xã, Lina Martins e Octávio.


comentar ver comentários (14)
Segunda-feira, 20 de Julho de 2015
Recado ao Zé
Eduardo Hilário

Primeiro, admiro o Zé e dou-lhe o meu apoio incondicional sempre que defronta qualquer clube, excepto o Sporting Clube de Portugal.

 

Porque é português, orgulha-se de o ser e passa atestados de incompetência aos outros especialistas.

 

Mas… Zé que é Zé tem sempre aquele problema. É mesquinho, invejoso, egocêntrico e não consegue aceitar nem perdoar.

 

Caro Zé,

 

Sei que foste treinador dos outros dois mas no meu clube não passaste de tradutor porque a Juventude Leonina não deixou.

 

Assim sendo, faz-te um favor e está calado porque não tens moral nenhuma para falar.

 

Recorda-te que em Portugal tiveste um plantel mais caro do que os teus rivais, vais para Inglaterra e contratas meia equipa do FCP a peso de ouro, em Itália tinhas um plantel barato constituído por Milito, Balotelli, Etoo e Motta, em Espanha treinaste aquele clube pobre chamado Real Madrid e agora treinas um clube com Falcão, Diego Costa, Hazard, Matic, etc…

 

Ou seja, és o verdadeiro exemplo…

 

PS: Não vou falar da tua massa salarial porque és português e eu vibro com o sucesso dos meus compatriotas.

 

PS 2: Mesmo com esse discurso, não voto em ti nas próximas eleições.


comentar ver comentários (26)

comentar ver comentários (2)
Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

Os nossos comentadores me...

E agora, algo verdadeiram...

A obrigação de tudo fazer

A minha costela Jota Jota

Os nossos comentadores me...

Pódio: Bas Dost, Gelson M...

O ponto

Mais um fim-de-semana rid...

O problema

Inaceitável

Arquivo

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

comentários

memória

bruno de carvalho

selecção

leoas

vitórias

prognósticos

jorge jesus

há um ano

balanço

campeonato

slb

arbitragem

benfica

jogadores

mundial 2014

rescaldo

taça de portugal

liga europa

godinho lopes

eleições

ler os outros

árbitros

euro 2016

golos

clássicos

futebol

comentadores

nós

marco silva

crise

scp

cristiano ronaldo

análise

chavões

formação

humor

liga dos campeões

slimani

todas as tags

Mais comentados
158 comentários
155 comentários
152 comentários
136 comentários
136 comentários
132 comentários
114 comentários
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds