Domingo, 31 de Maio de 2015
Contra tudo e todos
Luciano Amaral

Foi mesmo do caneco!

taçadeportugal.jpg

 


comentar ver comentários (3)
Aceitam-se felicitações
Edmundo Gonçalves

Vocês sabem do que é que eu estou a falar!


comentar ver comentários (33)

E mais não digo, porque ainda estou emocionado!


comentar ver comentários (14)
Dez apontamentos
Pedro Correia

A vitória.

Suada - e de que maneira. Com o equipamento Stromp - o mais antigo e que em boa hora foi retomado. Contra um adversário que merecia respeito, desde logo por ter  eliminado o Benfica. Mas foi mais saborosa por isso mesmo.

 

A pressão.

Houve pressão alta neste jogo. O presidente deixou isso bem claro - para escândalo de algumas donzelas mediáticas e dos jarretas habituais. Mas equipa que jogue sem pressão não é digna de conquistar troféus.

 

A emoção.

Foi um jogo de emoções fortes. Disputado com garra e determinação. E com resultado incerto até ao fim.

 

A crença.

Nunca baixámos os braços. Nunca desistimos. Nunca demos a derrota como inevitável mesmo quando estávamos a perder 0-2 a sete minutos do fim. Dois símbolos: Nani no limite das forças em entrega total ao jogo e Rui Patrício como baluarte na baliza mesmo com músculos a claudicar.

 

A arte.

Revejam lances capitais do jogo - em particular o nosso primeiro golo. Reparem na simulação de Slimani: como ele desposiciona o defesa e controla a bola antes do disparo fatal. E diziam alguns que ele tinha tijolos nos pés...

 

A coesão.

Marco Silva fez um grande trabalho a este nível que tem sido pouco realçado: o Sporting funciona em campo como uma verdadeira equipa. Ver hoje Carlos Mané em constantes missões defensivas foi uma excelente prova disso.

 

A ousadia.

O treinador, mesmo a jogar só com dez desde o minuto 9, ampliou a frente de ataque, alterando rotinas e posições. Opção arriscada mas era aquela que as circunstâncias impunham. E resultou.

 

A competência.

É fundamental não falhar nos momentos decisivos. Na primeira Taça de Portugal decidida por grandes penalidades, marcámos as três que nos couberam (por Adrien, Nani e Slimani) e Rui Patrício defendeu uma.

 

A verdade.

Vencer a Taça verdadeira implica haver verdade desportiva em campo. Ninguém pode acusar-nos do contrário. Vencemos sem ajudas, sem colinho, sem piscadelas de olho cúmplices do árbitro. Só assim sabe bem vencer.

 

A alma.

Não basta ter o Leão no símbolo: é preciso transportá-lo também no coração, nos nervos, nos músculos, no cérebro, no instinto, no carácter. Na alma.


comentar ver comentários (16)

image.jpg


comentar ver comentários (1)

...não tinha piada nenhuma!

Ganhar a sério (sem ajudas) sabe muito melhor!

Há gente que nunca vai saber o que é isto!

Fomos enormes, hoje!

Parabéns aos jogadores e equipa técnica por esta vitória épica!

 

P.s. Montero, és grande! Incrível a calma como marcaste o golo!


comentar ver comentários (4)

Começou mal esta final para as nossas cores. Aqueles 2 a zero sabiam a grande injustiça.

Mas o Sporting é assim mesmo: nunca desiste!

No fim o empate com Slimani e o meu "amigo" Montero a fazerem a parte deles.

Não vi as grandes penalidades. O meu coração não aguenta tais emoções!

Assim as "jolas" previamente refrescadas ficaram no frigorífico, porque após a vitória fui para a rua comemorar. Só podia!

Ufa! Sofri tanto... mas a taça é do Sporting.


comentar ver comentários (2)
De Portugal
Pedro Correia

O mérito não é apenas vencer a Taça de Portugal. É vencê-la com uma equipa em que os jogadores portugueses estão em clara maioria: sete titulares e dois suplentes utilizados. Sete desses nove formados na nossa academia.


comentar ver comentários (4)
Quebrou-se o jejum
Pedro Correia

Sete anos depois, o Sporting Clube de Portugal volta a vencer um troféu profissional de futebol à dimensão nacional. A Taça verdadeira.


comentar ver comentários (18)
Quando acreditamos...
António Manuel Venda

10 > 11. A cada minuto que passa, quando verdadeiramente acreditamos.

 


comentar ver comentários (3)

Estou sem palavras...

Vencer à Sporting é isto!

Pela primeira vez na história do futebol mundial uma equipa vê um jogador, injustamente, expulso no primeiro quarto de hora de jogo; luta 10 contra 11 (ou mais) luta contra o anti-jogo; luta contra tudo e contra todos e vence!

vincit qui se vincit

 


comentar ver comentários (3)
Nem com ajuda ...
João António

Nem com ajudas nos derrubaram ! 

A prova Rainha é nossa !


comentar ver comentários (1)
Questão respondida
Pedro Oliveira

Há um Pedro que pergunta.

E um Pedro que responde:

Rui Patrício;

Cédric, Paulo Oliveira, Ewerton e Jefferson;

João Mário, William Carvalho e Adrien;

Carrillo, Slimani e Nani.

Vou terminar este post com um pensamento em latim: vincit qui se vincit; que significa vence quem dá o melhor de si próprio, vence quem ultrapassa os seus limites, vence quem se vence e não quem se dá por vencido.

Tags: ,

comentar
Passados 33 anos e dois dias
António Manuel Venda

A equipa mais extraordinária do Sporting, aos meus olhos, então um miúdo de catorze anos, que sabia que essa equipa nunca me desiludia. Eu que então apontava num pequeno caderno tudo o que ia acontecendo, a cada jogo, na caminhada para o título de campeão, nos jogos até à final do Jamor, até na Europa, onde um infeliz golo na Suíça nos deixou de fora depois das inesquecíveis correrias de Manuel Fernandes e Freire em Inglaterra contra a equipa de Kevin Keegan, um jogo do qual me lembro também da presença imperturbável de Meszaros na baliza, do sentido de oportunidade de Jordão e dos passes de golo feito inventados por Oliveira. No Jamor, com o Braga (4-0, Oliveira, Manuel Fernandes, Jordão e Oliveira) a equipa, como ia acontecendo nessa época, mudou um bocadinho: Meszaros, Ademar, Bastos, Zezinho, Inácio, Marinho, Virgílio, Lito, Oliveira, Manuel Fernandes e Jordão. Também jogaram Nogueira e Meneses (este, brasileiro, um dos dois estrangeiros, ele e o guarda-redes húngaro). Como noutros jogos estiveram Eurico, Mário Jorge, Carlos Xavier, Freire, Barão, Alberto (marcou ao Braga para o campeonato, assim como Virgílio, Oliveira e Jordão), José Eduardo, Esmoriz e os guarda-redes Melo e Fidalgo. Hoje, trinta e três anos e dois dias depois, espera-se que os jogadores abram o livro e honrem a lembrança da extraordinária equipa de 1982 (a mais extraordinária, fixada com os meus olhos de miúdo) e, obviamente, o Sporting.

 

 


comentar
É isto
Paulo Gorjão

scp_taca.PNG


comentar
Sábado, 30 de Maio de 2015

13791900_y519f[1].jpg

 

A Bola, 8 de Maio de 2012


comentar ver comentários (12)
Vamos jantar ?
João António

 

 

 


comentar ver comentários (8)
Abrir o livro
António Manuel Venda

Livro SCP Record edit.jpg

 


comentar ver comentários (9)
Sexta-feira, 29 de Maio de 2015

Olá, Taça Xistra.


comentar ver comentários (36)

...MAS É AQUI QUE VÊM COMEMORAR.

Vá-se lá saber porquê...


comentar ver comentários (11)
MVP da Taça da Liga?
Duarte Fonseca

A TVI passou o tempo a pedir que votassem no MVP do jogo por sms.

Ainda não sei o resultado apurado, mas visto o jogo não me deixa dúvidas.

Claramente o Xistra!

Sempre a decidir bem, com uma capacidade de desequilíbrio do jogo notável.

Fiquei impressionado!

E ainda teve tempo para piscar o olho a um companheiro de equipa, o Maxi Pereira.

Exibição de alto nível, parabéns ao MVP deste jogo!

O Xistra!

Desenganem-se aqueles que pensam que o lance com o Raul Silva foi o seu melhor momento, porque houve muito mais.

Do Xistra!


comentar ver comentários (40)

Xistra resolveu!

Mais uma vez contra dez.

Que tal o Duque mudar o nome àquilo para taça Benfica?


comentar ver comentários (20)

Num zapping inadvertido, deparo-me com a transmissão da final da Taça Lucílio Baptista em Coimbra, um evento com resultado previsível e sem qualquer interesse desportivo - o Benfica ao intervalo já ganha contra dez. Artimanha ridícula parece-me esta da Liga agendar o desfecho do torneio para dois dias antes da grande festa no Jamor. Claro está que a festa do futebol celebra-se no Domingo.


comentar ver comentários (3)

 

A Bola, 30 de Maio de 2014


comentar ver comentários (16)
Back to basics
Pedro Correia

A Taça verdadeira disputa-se domingo no Jamor.


comentar ver comentários (12)
Pensamento do dia
Francisco Melo

Pinto da Costa e Blatter, se estivessem nos EUA, não se safavam.


comentar ver comentários (6)
É simples: É isto!
Edmundo Gonçalves

"Se fizermos o nosso trabalho bem, vamos ganhar".

 

"... Fui ver o jogo quando ganhámos 2-0 ao FC Porto e agora estou dentro do campo. Espero que se repita esse feito. Vai ser a minha primeira final. É um jogo com um grande ambiente e vamos ter os sportinguistas a apoiar."

"Pelo trabalho que temos feito, pelo staff técnico, pelos adeptos, pela direcção e pelas pessoas que gostam do Sporting, merecemos esta Taça."

William Carvalho, na SportingTV

 

600.jpg

 Foto: Maisfutebol


comentar ver comentários (5)
Leoas às sextas
Pedro Correia

cla[1].jpg

 

CLÁUDIA BORGES

"Sporting no coração, clássico na televisão"

(Facebook, 11 de Maio de 2013)

Tags:

comentar

30 de Abril de 2005, um sábado como tantos outros.

1 de Maio de 2005, um domingo como tantos outros, mais uma jornada de glória para as nossas cores.

O dia de Pinigol e de um hat trick verdadeiro.

Braga, 0 vs. Sporting, 3; a primeira derrota do Braga de Jesualdo Ferreira no campeonato com um dos grandes (empatara duas vezes com o Benfica, uma com o Porto, outra com o Sporting e fora vencer ao Dragão).

Maurício Pinilla, internacional chileno, com 21 anos, demora 21 minutos a marcar três golos que contribuiriam para os 63 que o Sporting de Peseiro somava nessa jornada 31 (o Benfica de Trap tinha 49, o Porto de Couceiro 35).

Voltemos então ao dia 30 de Abril, o jogo com o Estoril no Algarve tinha sido na jornada anterior, nessa noite o Benfica recebia na Luz o Belenenses, o verdadeiro Belenenses. A equipa de Belém domina o jogo mas perde da forma habitual naquelas paragens. O grande herói benfiquista nesse dia chama-se Mário Mendes (o árbitro) assinala mal um penalty a 20 minutos do fim, marcado por Simão e no último minuto do jogo sonega ao clube da cruz de Cristo a oportunidade de empatar, Ricardo Rocha, defesa do Benfica atropela o rápido Lourenço (mais um da nossa formação) mas Mário Mendes que antes vira o que não aconteceu desta vez não consegue ver o acontecido. "Colinho" ontem, "colinho" hoje... há coisas no futebol português que não mudam.

O jogo acaba; Mário Mendes 1; Belenenses verdadeiro 0.

Aquilo que peço para domingo é que os nossos "Pinillas" sejam mais fortes, melhores e mais competentes que os "Mários Mendes" deles... que seja um grande jogo de futebol e que o Sporting vença.


comentar ver comentários (9)
Quinta-feira, 28 de Maio de 2015

13861156_OMTSQ[1].jpg 

 

A Bola, 31 de Maio de 2012


comentar ver comentários (12)
Rectificação
António Manuel Venda

As apresentações previstas para este fim-de-semana na Feira do Livro de Lisboa do livro O Meu Ídolo Sporting (ed. TopBooks) não se confirmam; o livro chegará à feira apenas durante a próxima semana (com o Sporting já vencedor da Taça de Portugal, espero).
Apresentações confirmadas em:
- Alenquer (dia 7 de Junho, 13 horas, 8º Almoço de Sportinguistas de Alenquer, Quinta do Canavial, Alenquer)
- Monchique (dia 20 de Junho, 16 horas, Quintal da Junta de Freguesia de Monchique)

 


comentar

 

 

A Bola, 28 de Junho de 2014


comentar ver comentários (18)

Percebo que nesta altura devemos apontar o nosso foco para a final que nos cabe ganhar e tentar ser imunes às manobras de diversão com que deparamos todos os dias, mas seria hipócrita se não reconhecesse e tornasse público o gozo que me dá imaginar uma cáfila de pretensos sportinguistas vendo escorrer por si abaixo a maquilhagem da nobreza na barra do tribunal. Carlos Barbosa é uma personagem repulsiva, acho-o pesporrente e serôdio até mais não poder - irrita-me solenemente; Pereira Cristóvão inspira medo, dá a ideia de ser alguém capaz de tudo; Godinho Lopes parece-me um banana; Nobre Guedes destila cagança; e Duque é, no sentido mais obscuro, um homem do futebol. Agora andam uns contra os outros: Cristóvão diz que Duque mente, Godinho acusa uma amnésia selectiva, Nobre passeia impante sobre a miséria nacional, Barbosa permanece igual a si mesmo (a imbecilidade é crónica) e Duque sacode a água do capote. Varrer isto do SCP, para mim, é saneamento básico. Festejo-o não como uma Taça, mas com aberto regozijo. E interpreto o desinteresse dos jornais. Ainda há quem compare Bruno de Carvalho a Vale e Azevedo. Se o querem atacar, ao menos tenham a coerência de procurar mais perto os exemplos. E pronto, já disse o que me apetecia. Agora sim, venha a final!


comentar ver comentários (9)
É Taça, é Taça
Marta Spínola

Eu, ingénua que sou, ainda fico parva com capas de revistas que em vésperas de final da Taça tentam ridicularizar o Sporting. Não sejamos ingénuos, não é só uma biografia inocentemente publicada, é circo para muita gente. 

Mas mais incrédula fico com a desunião, com os meios para alcançar os fins numa altura destas. Falo das ainda existentes discussões entre sportinguistas sob o tema treinador/direcção. Todos temos direito à nossa convicção e opinião, naturalmente, mas faça-se uma pausa nisso por estes dias. 

Agora só me interessa o jogo, e o resultado favorável ao Sporting. Sem manias, nem certezas. Vão sete anos desde que abracei o meu pai na cabeceira do Jamor, depois do segundo golo do Tiuí ao Porto, e eu quero voltar a ter essa sensação. #EuVouLáEstar #EmModoJamor


comentar ver comentários (10)

Na véspera de começar o campeonato 2014/2015, recentemente concluído, vários blogueiros do "És a Nossa Fé" soltaram o treinador e olheiro de bancada que havia dentro de si e partilharam com os caros leitores os seus palpites sobre como seria a edição da Liga.

 

34 jornadas depois, qual é o balanço?

 

Recuperemos as perguntas:

 

Prognóstico dos 5 primeiros classificados da 1ª Liga 2014/2015

 

16 blogueiros, num universo de 18, vaticinaram que o Sporting seria o campeão nacional. Duarte Fonseca e Paulo Ferreira colocaram o Porto no primeiro lugar. Ninguém, portanto, ousou arriscar o Benfica como vencedor da Liga.

 

Resultado: ninguém acertou.

   

Prognóstico dos 2 últimos classificados da 1ª Liga 2014/2015

 

Chapeau para Duarte Fonseca, o único blogueiro a ter vaticinado, e logo pela ordem certa, que Gil Vicente e Penafiel não se segurariam na 1.ª Liga.

 

Em 2014/2015, o Sporting será o ... e mais 10!

 

Nesta questão, as apostas dividiram-se. 9 blogueiros votaram em William Carvalho, ao passo que 7 blogueiros colocaram as fichas em Adrien Silva.

 

Tenho dificuldades em nomear quem foi o “tal” jogador em que o Sporting foi ele e mais 10.

É certo que Nani, até lesionar-se no jogo contra o Boavista, sobressaiu claramente na equipa. No entanto, após a referida lesão, não mais voltou a influenciar a equipa da forma como o vinha fazendo. Esse apagamento fez com que outros jogadores, em fases distintas, acabassem por relevar no 11. São os casos de Adrien, William, Paulo Oliveira ou Carrilo.

  

Em 2014/2015, o jogador revelação do Sporting será o... 

 

João Mário, seguramente.

Demorou alguns jogos a entrar no 11, mas a partir do momento em que foi chamado, não mais voltou a sair. Jogou, fez jogar e marcou.

 

Acertaram, então, Filipe Arede Nunes, Frederico Dias de Jesus, Luciano Amaral, Paulo Ferreira e Tiago Loureiro.

  

Depois do Magrão virá o...quem dele bom fará!

 

Apesar de não estar entre os favoritos, demonstrou ser o verdadeiro erro de casting deste plantel 2014/2015: Naby Sarr. Um central cujas falhas e calafrios causados demorarão a desaparecer da memória dos sportinguistas.

 

Chapeau para Filipe Arede Nunes.

  

O homem-golo do Sporting em 2014/2015 será o…

 

Slimani. 12 golos. Muitos mais seriam se não gerasse a birra do início de época, nem estivesse várias semanas ausente por lesão.

 

Chapeau para Alexandre Poço, Francisco Melo e Zélia Parreira.

 

O Sporting este ano [não perde nenhum/perde só 1/perde até 3] jogo(s) em casa

 

Finalmente o Sporting faz um campeonato sem qualquer derrota em casa. Vários blogueiros ousaram vaticinar esse feito.

 

Chapeau para Duarte Fonseca, Edmundo Gonçalves, Filipe Arede Nunes, Francisco Melo, João António, José da Xã, Paulo Gorjão e Tiago Loureiro.

 

Marco Silva vai vencer [menos/igual/mais] jogos frente a Benfica e Porto no campeonato do que Leonardo Jardim na época passada (1)

 

Infelizmente, não venceu nenhum, apesar de ter estado muito perto de conseguir levar de vencida Porto e Benfica nos jogos de Alvalade.

 

A última questão das apostas termina como a primeira: ninguém acertou (todos apostaram que Marco Silva venceria mais do que 1 jogo contra os rivais directos).

 

Oito perguntas colocadas depois e o especialista 2014/2015 do "És a Nossa Fé" em palpites da bola é….

 

Filipe Arede Nunes, com 3 apostas certas. Muitos parabéns!  


comentar ver comentários (9)
Leitura recomendada
Pedro Correia

Capas que não fizeram história, nº 49: Escolheram a mão errada. Do Mestre de Cerimónias, n' O Artista do Dia.


comentar ver comentários (16)
Quarta-feira, 27 de Maio de 2015

Acabo de ver a emocionante final da Liga Europa, em que o Sevilha fez história ao derrotar o Dnipro por 3-2 e sagrar-se como primeira equipa a conseguir vencer pela quarta vez este troféu (contabilizando as vitórias conseguidas também quando se chamava Taça UEFA). Ultrapassando assim um trio de respeito: Inter, Juventus e Liverpool (cada qual com três vitórias cada).

É a segunda vitória consecutiva da equipa andaluza. E é também o segundo ano consecutivo em que Daniel Carriço se sagra vencedor da Liga Europa ao serviço do Sevilha, como defesa central.

Merece, portanto, parabéns a dobrar.

É um dos muitos talentos formados na nossa Academia, centro de excelência reconhecido como tal em toda a Europa do futebol. Penso nisto e volto a indignar-me ao recordar como Carriço deixou Alvalade  a preço quase de saldo para cobrir urgentes necessidades de tesouraria por parte de uma equipa directiva incompetente.

Tempos que não queremos ver repetidos. Nunca mais.


comentar ver comentários (20)
Erro de casting
Tomás Aranha

Antes de mais nada queria pedir aos demais leitores e seguidores do blog pelo "odor a maçã podre" vindo da fotografia, mas o tema é inevitável.

 

À margem do lançamento da Danone Cup, o indivíduo ilustrado na fotografia afirmou que foi mal tratado pelo Sporting.

Sinceramente não sei do que é que ele fala. Saiu do Sporting para o Barcelona, tal como ele quis, e dando um exclusivo a uma revista dizendo que devia tudo ao seu querido Sporting. Em 2013, deu uma entrevista à revista Sábado dizendo que "foi difícil deixar o Sporting, porque estava numa fase muito boa..."  

Posteriormente, rejeitou o Sporting para assinar pelo clube rival. 

 

Queria o quê? Amor e carinho? Simpatia dos adeptos? Compreensão? Ser recebido de braços abertos?

 

Mas o mais engraçado vem a seguir: "Tive um percalço depois de ter assinado pelo Benfica..." O percalço foi dizer que ia fazer tudo para que o Sporting não fosse campeão e queria estragar a festa de campeão na véspera do derby. 

 

Felizmente só adiou e levou com a festa do campeonato Verde e Branco na fronha.

 

O simão e o moutinho são dois erros de casting.

Por vezes acontece ...

Tags:

comentar ver comentários (20)
Jamor em Alvalade II
Edmundo Gonçalves

Com alterações substantivas à primeira versão.

 


comentar ver comentários (13)

 

«Gostaria muito que o Braga ganhasse a Taça de Portugal. (...) Os adeptos dos clubes pequenos é que ficam satisfeitos quando os outros perdem.»

SIC N, 25 de Maio


comentar ver comentários (18)
Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

Tão preocupado que eu est...

Cuspiram acusações entret...

Os nossos comentadores me...

Balanço (1)

Boas notícias

Liga dos Palpites 2016/20...

Indigno

Os nossos comentadores me...

Os prognósticos passaram ...

Bas Dost versus Slimani (...

Arquivo

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

comentários

memória

bruno de carvalho

selecção

prognósticos

leoas

jorge jesus

vitórias

há um ano

balanço

slb

campeonato

arbitragem

benfica

rescaldo

jogadores

eleições

mundial 2014

taça de portugal

liga europa

godinho lopes

ler os outros

nós

golos

clássicos

árbitros

futebol

euro 2016

comentadores

crise

marco silva

cristiano ronaldo

scp

análise

humor

formação

chavões

liga dos campeões

slimani

todas as tags

Mais comentados
158 comentários
155 comentários
152 comentários
136 comentários
136 comentários
132 comentários
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds