Domingo, 30 de Novembro de 2014
Dois toques, um toque
Luciano Amaral

No primeiro golo do Sporting há dois toques decisivos, mas não são do William Carvalho: são o centro do Jefferson e o remate do Slimani para dentro da rede. O "caso" é ridículo: em que é que dois toques de centímetros num livre a dezenas de metros da baliza são um grande benefício? Se fosse só um toque até podia ser melhor, sabe-se lá. Se o livre fosse repetido, até podia ser mais perigoso. Os dois toques do William podiam ser mais uma jogada como tantas outras que acabaram em nada ou acabaram no poste, na trave ou na bancada. Aliás, nada daquilo parecia muito promissor. Valeu o "instinto matador" do Slimani. Já agora: e o fora-de-jogo mal assinalado ao Slimani? E a gravata ao Montero? Bem, tantas histórias que havia para contar.

Já no jogo do Benfica há um toque (em vez de dois) decisivo: é a cabeçada do Luisão em fora-de-jogo clamoroso. Mesmo a acabar a primeira parte e quando a Académica não deixava o Benfica jogar e até parecia ser capaz de meter uma bolita lá dentro. Se a Académica marcasse acabava o jogo? Claro que não. Marcando o Benfica, claro que acabou.

O campeonato português não é realmente a Champions.


comentar ver comentários (14)

Mandou estacionar o autocarro no reduto defensivo, com manifesto insucesso. Foi incapaz de ver a sua equipa rematar uma só vez à baliza. Levou um banho de bola durante 95 minutos. No fim, diz que a culpa foi do árbitro.


comentar ver comentários (24)
O castigo merecido
Edmundo Gonçalves

O Vitória de Setúbal veio hoje a Alvalade para não perder e não fez rigorosamente nada para tentar ganhar.

Na gíria, atravessou o autocarro.

E é pena; tenho boas memórias de grandes jogos do Vitória em Alvalade, onde vinha jogar o jogo pelo jogo, tentando claramente ganhá-lo.

Hoje, porém, foi um arremedo de uma equipa. A queimar tempo desde o apito inicial do arbitro.

 

Teve o castigo merecido! foram 3, mas poderiam ter sido 6, 7, ou mais.

Mas o resultado com que deveriam ter saído de Alvalade seria uma derrota por meio a zero! para ver se de uma vez por todas entendiam que o anti-jogo pode dar um pontinho, é verdade, mas a azia seria tanta, que no próximo jogo o Domingos poderia eventualmente ter a coragem de tentar jogar à bola!

 

Triste futebol este...


comentar ver comentários (8)
M versus M - IV
José da Xã

O nosso Freddy Montero está definitivamente de "pé quente" (olha Pedro, mais um chavão...). E vão quatro golos do colombiano. O de hoje, não sendo como o que marcou contra o PF, é outrossim um belíssimo golo.

 

Contas feitas faltam "apenas" 10 remates certeiros para Montero ultrapassar a marca conseguida na época passada.

Um duelo interessante, não acham?

 


comentar ver comentários (4)
Sábado, 29 de Novembro de 2014

2014-11-29 20.33.05.jpg

 

Gostei

 

Da vitória. Num jogo em que o Sporting dominou por completo a equipa adversária, ganhar por 3-0 acabou por ser um resultado escasso. O Vitória de Setúbal quase não fez um ataque digno desse nome.

 

De Montero. Jogou muito bem e fez jogar ainda melhor. Teve um papel determinante na primeira meia hora do Sporting, em que dispusemos de cinco ou seis oportunidades de golo. Mandou uma bola ao poste nesse período. E aos 63' acabou por marcar um golo extraordinário, com um disparo a 40 metros da baliza, que fez levantar o estádio. O melhor em campo.

 

De Slimani. Causa dores de cabeça permanentes à defesa adversária. Voltou a acontecer hoje contra o V. Setúbal: movimenta-se a todo o momento na grande área, fixando os centrais em alerta permanente e desgastando-os com as suas desmarcações. E na altura certa aparece a cumprir o essencial da sua missão: marcar golos. Foi o que fez esta noite, por duas vezes: aos 62', marcando o primeiro do Sporting a passe de Jefferson, e aos 90'+3, a passe de Carrillo.

 

De Carlos Mané. Grande exibição do jovem extremo, sobretudo na primeira parte, com incursões contínuas no reduto defensivo do V. Setúbal, ganhando sucessivos confrontos individuais e cada vez mais rigoroso nos cruzamentos. Percebe-se o efeito das sessões de treino no seu desempenho, para bem da equipa.

 

Do dispositivo táctico. Marco Silva surpreendeu Domingos Paciência, treinador do V. Setúbal, deixando João Mário no banco e apostando num 4-4-2 que na primeira meia hora quase sufocou os setubalenses, incapazes de progredir no terreno.

 

Da estrelinha do treinador. Os jogos também se ganham no banco. Foi o que sucedeu a Marco Silva: fez duas substituições aos 60' para desfazer o zero-a-zero (Adrien e Carlos Mané deram lugar a João Mário e Carrillho). Três minutos depois já o Sporting ganhava 2-0.

 

Da atitude da equipa. O Sporting pressionou o tempo todo, em toda a largura e comprimento do terreno, e deu um banho de bola ao V. Setúbal. Sem acusar qualquer desgaste pós-ronda europeia. Venceu e convenceu.

 

Deste ciclo vitorioso. Registámos hoje a terceira vitória consecutiva. Depois dos triunfos em Espinho (Taça de Portugal) e da vitória em casa frente ao Maribor (Liga dos Campeões). Balanço destes três embates: 11 golos marcados e apenas um sofrido. Alguém falou em crise?

 

Do calor humano. A noite estava fria, mas éramos 34 mil a puxar pela equipa em Alvalade.

 

 

Não gostei

 

Do resultado ao intervalo. O empate a zero era manifestamente injusto. Por não reflectir minimamente o que se passara no relvado.

 

Dos golos desperdiçados. Foram muitos - e para todos os gostos. Mas nenhum tão flagrante como o remate à barra de Capel, aos 87', após excelente passe de Carrillo, com a baliza toda escancarada escassos metros à sua frente. Não podemos continuar a falhar golos destes.

 

Da exibição do V. Setúbal. Prestação medíocre da turma sadina. Domingos tem uma tarefa difícil, exigente e talvez ingrata pela frente.

 

Fotografia minha, tirada esta noite em Alvalade


comentar ver comentários (4)
Sempre impunes
Pedro Correia

Vejo alguns benfiquistas muito indignados com o "rigor disciplinar" dos árbitros nas competições europeias. É caso para isso: tiveram três jogadores expulsos em apenas cinco jogos na série C da Liga dos Campeões.

Inversamente, devem estar muito gratos aos árbitros portugueses. Que deixam sempre impunes alguns jogadores encarnados, bem conhecidos em muitos estádios portugueses pelas faltas sucessivas que praticam sem receberem a menor sanção disciplinar.

O melhor para eles é mesmo jogar só nas competições domésticas. Como aliás sucederá até ao fim desta temporada.


comentar ver comentários (12)
Sexta-feira, 28 de Novembro de 2014
Contrastes
Pedro Correia

Comparação entre os percursos do Sporting e do Benfica nesta Liga dos Campeões:

 

Sporting - 2 vitórias, 1 empate, 2 derrotas (7 pontos)

Benfica - 1 vitória, 1 empate, 3 derrotas (4 pontos)

 

Sporting - 11 golos marcados (em cinco jogos)

Benfica - 2 golos marcados (em cinco jogos)

 

Sporting - Segundo lugar do Grupo G

Benfica - Último lugar do Grupo C

 

Sporting - 35 remates à baliza

Benfica - 14 remates à baliza

 

Sporting - Apuramento já garantido para a Liga Europa; em aberto a possibilidade de seguir para os oitavos-de-final da Champions

Benfica - Eliminado da Champions, sem acesso à Liga Europa


comentar ver comentários (16)

Amanhã, pelas 20.15, recebemos o Vitória de Setúbal. Quais são os vossos prognósticos para este jogo?


comentar ver comentários (36)
Leoas às sextas
Pedro Correia

 

3F462066d01[1].jpg

 

LILIANA SANTOS

"Aconteça o que acontecer, vou estar sempre a apoiar o Sporting"

(Record, 31 de Agosto 2013)

Tags:

comentar ver comentários (4)
Quinta-feira, 27 de Novembro de 2014

«O Sporting já recebeu 8,6 milhões de euros por ter garantido uma vaga na fase de grupos da Liga dos Campeões e 2,5 milhões de euros pelas duas vitórias (1 milhão por cada) e o empate (500 mil euros na fase de grupos). Estes 11,1 milhões já garantidos significam o maior encaixe financeiro da história do clube na Champions. Anteriormente, a maior verba alcançada pelos leões na prova milionária foi em 2008/09, quando chegaram aos oitavos-de-final da prova, somando um total de 10 milhões de euros.»

No Record de hoje


comentar ver comentários (4)
Quase um dérbi
Pedro Correia

O Benfica - sempre a jogar em casa - prepara-se para receber o Porto B para a Taça de Portugal. Enquanto o Sporting - sempre a jogar fora - visita o Vizela.


comentar ver comentários (22)

«A partir do momento em que Benfica e Porto começarem a financiar (quais “vistos gold”) os campeonatos de futebol em Portugal, por exemplo, que legitimidade terão os árbitros para marcarem penalties contra estes clubes? Que legitimidade terão os conselheiros (de disciplina da Liga) para decidirem sobre as punições a aplicar a jogadores destes clubes? Afinal, não podem ir contra quem lhes paga o salário (sejam ordenados ou senhas de presença).»

Carlos Soares, neste meu texto


comentar ver comentários (2)
Únicos na Champions
Luciano Amaral

Vendo bem, o Sporting é a única equipa portuguesa que continua a poder ficar na Champions. O Porto não vale, porque anda desde o princípio a jogar com equipas da Liga Europa.


comentar ver comentários (6)

 

«O Benfica é francamente melhor do que o Mónaco e entre o Zenit e o Benfica as coisas estão muito equilibradas, ainda que o Benfica tenha uma atitude mais agressiva em termos competitivos.»

Esta noite, na SIC Notícias, após a segunda derrota do SLB frente ao Zenit que afastou os encarnados das competições europeias. Mónaco (que venceu o Bayer Leverkusen) e Zenit vão disputar o acesso aos oitavos-de-final da Liga dos Campeões


comentar ver comentários (4)
Quarta-feira, 26 de Novembro de 2014
Schadenfreude
Helena Ferro de Gouveia

Hoje apagou-se a luz do outro lado da segunda-circular. Ou nem se acendeu.

Tags:

comentar ver comentários (3)

Já não havia um prognóstico acertado por cá há quase três meses. Voltou a acontecer agora, no Sporting-Maribor. Com o nosso colega João Antónioacertar em cheio no resultado da excelente partida em que vulgarizámos a equipa eslovena. Só não acertou nos marcadores dos golos, mas sagrou-se vencedor mesmo assim pois nem foi desnecessário desempatar.

Parabéns pela pontaria. E venham mais prognósticos certeiros.


comentar ver comentários (2)
Leão do Niagara
Luciano Amaral

Ontem, no estádio, esteve sentado ao meu lado um emigrante português no Canadá. Vive nas cataratas do Niagara (do lado canadiano) e veio de propósito a Portugal para ver este jogo. Estivemos, antes do jogo e no longuíssimo intervalo, em amena cavaqueira, mais os meus filhos e um prosegur que era lampião mas extremamente educado. O homem repetiu várias vezes: "vim de propósito do Canadá; nem me importo de perder, mas joguem à bola". Saiu de papo cheio. No final, irradiava alegria. Fiquei sem saber o nome dele. Para mim, passa a ser o Leão do Niagara.


comentar ver comentários (7)

Eu acho que aquela coisa do sistema eléctrico ontem no estádio de Alvalade foi culpa dos tipos da Luz.


comentar
Tags: ,

comentar ver comentários (10)
Só 8!
José da Xã

O Sporting entrou em campo a noite passada com oito jogadores portugueses. Repito: oito... Destes, "apenas" sete nasceram para o futebol na Academia de Alcochete. Melhor que o Sporting só a equipa da minha aldeia quando jogamos o nosso Solteiros-Casados.


comentar ver comentários (4)
Em casa
Pedro Correia

«Estou focado no Sporting. Até final da época? Porque não? Sinto-me bem, sinto-me em casa.»

 

Nani após a magnífica exibição de ontem em Alvalade. Palavras a justificar destaque nos painéis televisivos (mas sou capaz de apostar que isso não acontecerá).

Tags:

comentar ver comentários (6)

 

Tags: ,

comentar ver comentários (4)

Bruno de Carvalho entrou no banco do Sporting Clube de Portugal, precisamente às dezanove horas e vinte e sete minutos. Não se sentou, assistindo ao aquecimento dos jogadores na companhia de Augusto Inácio.

Depois acompanhou o team ao balneário, tendo regressado para o seu lugar no banco, tendo-se sentado cerca de um minuto antes do apito inicial.

No final do jogo cumprimentou efusivamente Marco Silva e todos os jogadores, suplentes incluídos.

Ah! durante o "apagão" esteve quase sempre ao telemóvel.

 

Ribeiro, mais alguma informação, disponha!


comentar ver comentários (4)
Faltou a luz
Alexandre Poço

nani-sporting-lisbon-supporters-champions-league-0

Mas estava lá a Estrela! 


comentar ver comentários (8)
Terça-feira, 25 de Novembro de 2014

Gostei

 

Da nossa segunda vitória consecutiva na Liga dos Campeões. Depois do 4-2 ao Schalke 04, hoje vencemos o Maribor por 3-1. Um triunfo categórico, indiscutível.

 

Da exibição do Sporting. A equipa esteve muito bem organizada, com grande disciplina táctica, sem nunca abdicar do futebol de ataque. Exibiu diversos lances de excelente futebol colectivo. E dominou quase toda a partida.

 

De Nani. Novamente o melhor em campo. Foi dele o nosso segundo golo, que constituiu uma autêntica obra de arte: vai certamente ser visto e admirado por essa Europa fora. Um golo, aos 35', em que deitou literalmente por terra toda a muralha defensiva do Maribor. Um golo que o confirma, de longe, como o melhor jogador português a jogar hoje em Portugal. Participou na jogada do terceiro golo. Inventou ainda linhas de passe para que outros colegas pudessem marcar. É um prazer e um privilégio vê-lo jogar novamente com as nossas cores.

 

De Carlos Mané. Marcou o golo inaugural, aos 9', concluindo da melhor maneira um cruzamento perfeito de Jefferson. Assistiu Nani no segundo golo. E levou sempre o sinal de perigo à grande área adversária.

 

De João Mário. Um pouco menos exuberante do que noutras partidas, mas nem por isso menos influente. Formou com William e Adrien um triângulo no meio-campo que desequilibrou a partida, pressionando a todo o momento o Maribor. E foi um elemento fundamental na edificação da vitória leonina. Aos 65' recuperou a bola, galgou todo o corredor direito e cruzou para o terceiro golo, que seria marcado por Slimani.

 

Da ascensão ao segundo lugar no nosso grupo. Depois desta vitória temos sete pontos. À nossa frente apenas está o Chelsea, que esta noite goleou o Schalke 04.

 

Do apuramento para a Liga Europa. Este está garantido: já ninguém nos tira. Mas podemos passar aos oitavos-de-final da Liga dos Campeões: basta-nos empatar na última ronda, em Stamford Bridge, com o Chelsea.

 

De termos entrado, uma vez mais, com oito portugueses no onze titular. Sete destes jogadores são da nossa formação, o que constitui genuíno motivo de orgulho para todos nós.

 

 

Não gostei

 

Do apagão ao intervalo. Os holofotes do estádio apagaram-se parcialmente. E demoraram a acender-se. O intervalo em Alvalade acabou por durar quase uma hora, chegando a pairar a hipótese de um adiamento do jogo, que felizmente acabou por reatar-se.

 

Do autogolo. Jefferson, que tinha feito uma excelente assistência para o primeiro golo, foi infeliz ao meter a bola na própria baliza. Imitando assim o que já aconteceu noutros jogos com Maurício e Sarr. Foi um dos raros deslizes da nossa defesa, que esteve globalmente bem.

 

Dos golos desperdiçados. O primeiro foi logo aos 2', por Carlos Mané, após excelente passe de Nani. Mas houve vários outros: Slimani aos 67', Carrilo aos 81' (ambos igualmente bem servidos por Nani) e Montero por três vezes nos últimos dez minutos.

 

Do cartão amarelo a Cédric. Injustificado: o nosso lateral direito fica assim impedido de jogar contra o Chelsea sem ter cometido falta alguma.


comentar ver comentários (8)

É comoventer abrir a imprensa desportiva por estes dias e verificar que o Benfica "vai apostar na formação". Isto é, tenciona finalmente seguir o exemplo do Sporting.

Tudo isto ocorre, note-se, num momento em que o SLB tem disputado vários jogos sem nenhum português no onze-base e em que a selecção nacional - pela primeira vez na sua história - deixou de contar com jogadores encarnados. Nada menos surpreendente: como diria o saudoso Otto Glória, sem ovos não existem omeletes.

Esta aparente nova aposta de Luís Filipe Vieira constitui portanto uma espécie de declaração de guerra do presidente ao treinador Jorge Jesus, que tem posto à margem os mais promissores "Manéis" da formação benfiquista enquanto declara alto e bom som que teriam de "nascer cem vezes" para integrar a equipa principal.

Ora aqui está um tema propício a alimentar infindáveis discussões nos fóruns televisivos. Mas podemos esperar sentados. Domingo à noite, verifiquei que o assunto dominante nesses programas continuou a ser... a alegada fuga de Nani para Manchester e a mensagem de Facebook de Bruno de Carvalho após o jogo de Guimarães.

Há coisas que vão mudando no País. Outras eternizam-se, com a rugosa resistência de um calhau.


comentar ver comentários (10)
Segunda-feira, 24 de Novembro de 2014
20 anos depois...
Francisco Melo

O Sporting chega ao primeiro terço do campeonato de hóquei em patins posicionado no top-3 da classificação.

No último sábado, jogo complicado no pavilhão do Paço d'Arcos superado com sucesso, com vitória por 3-1. 

Extraordinária exibição do guarda-redes leonino Ângelo Girão, a fazer lembrar outro gigante na baliza, Peter Schmeichel, quer a defender, que a puxar as orelhas aos colegas. Neste momento, o Sporting tem a melhor defesa do campeonato o que é bem evidenciador da elevada qualidade do seu guarda-redes.

Outro atleta a fazer as delícias do adepto é João Pinto. Já são um clássico as "picadinhas" do virtuoso hoquista leonino, decisivo no desempate do jogo frente ao Paço d'Arcos, como aliás já havia sido na jornada anterior frente ao Óquei de Barcelos.

A última jornada marcou a primeira transmissão, fora de casa, da Sporting Tv em jogos de hóquei. A dupla de comentadores é muito competente, sendo os comentários um importante complemento do jogo que é transmitido. Tem sido um gosto ouvi-los.

A bonita repórter de campo, Catarina Cardoso, cumpriu na flash interview. Era escusado ter perguntado ao treinador derrotado se tinha ficado contente com o resultado (esta pergunta está tão institucionalizada junto dos repórteres desportivos), mas certamente que com mais prática questões como esta deixarão de fazer parte do bloco de apontamentos.

O próximo jogo disputa-se no sábado, frente ao Candelária, pelas 16h, com nova transmissão na Sporting Tv. Para quem ainda não viu qualquer jogo de hóquei esta época, fica o desafio, que vale bem a pena.   


comentar ver comentários (3)

Só costumo abrir esta caixa de prognósticos antes dos jogos da nossa equipa no campeonato nacional. Mas há sempre uma excepção. Registo a partir de agora os vossos vaticínios para o Sporting-Maribor de amanhã.


comentar ver comentários (20)
Vamos lá encher aquilo!
Edmundo Gonçalves

As coisas continuam a não andar bem, a crise é besta que nunca mais nos abandona, mas isto da exigência tem que ser um pau de dois "legumes"!

Não vale exigir dos rapazes que se empenhem, se a nossa parte não for feita. E uma parte da nossa parte, passe a redundância, é estar no estádio a apoiar.

Eu vou! e tu?

 

 http://www.sporting.pt/Imagens/81090.jpg

 


comentar ver comentários (2)
Domingo, 23 de Novembro de 2014
Já lá estamos
Edmundo Gonçalves

http://www.sporting.pt/Imagens/81093.png

Tags:

comentar ver comentários (7)

No outro dia ouvi Rui Gomes da Silva dizer que o financiamento da Liga pelo Benfica nunca se iria verificar porque os sócios não compreenderiam que se prescindisse de milhões que poderiam ser usados a comprar jogadores ou a fazer outras despesas essenciais para financiar uma instituição falida. Aí está um raciocínio errado: que melhor despesa poderá haver do que um investimento estratégico em todos os outros clubes mais arbitragem? Estamos a falar da tal fantástica Liga Benfica/Porto. O que vale é que temos um sportinguista como presidente da Liga, que evitará a concretização do cenário...

A mim começa-me a parecer que o que está a acontecer nas arbitragens do Benfica não será independente disto. A coisa começa a ser anedótica: não há um único jogo do Benfica em que não haja um favorecimento decisivo. Até na Taça. Ontem, por exemplo, foi poupado mais um penálti contra o Benfica que muito provavelmente colocaria o Moreirense a perder por 2-3 no final da 1ª parte, depois de ter estado a perder 0-3. Eis algo que se pareceria com uma reviravolta deixando o resultado em aberto para a 2ª parte.

Não sei sequer se nos tempos de domínio do Porto sobre as arbitragens o despautério foi tão grande.


comentar ver comentários (1)

comentar ver comentários (10)
Sábado, 22 de Novembro de 2014
Sporting já chegou à Bolívia
Helena Ferro de Gouveia

Passei por aqui de fugida para vos deixar uma imagem que colhi em Cochabamba, Bolívia. Achei delicioso este "corazón de León" cuja pintura é dominada por aquela cor que não é verde. A felicidade tem uma escova de dentes em muitos lugares. Bom fim de semana.

image

Tags:

comentar

Não faltaram manifestações de ironia e sarcasmo, nos meios jornalísticos ligados ao futebol, sobre a política generalizada de aumento das cláusulas de rescisão de jogadores posta em prática por Bruno de Carvalho. Isso não surpreende: temos visto por estes dias que o tema Sporting é o que mais "vende".

Já por contraste não deixa de surpreender que o Benfica renove o vínculo contratual com um dos seus principais jogadores, aceitando baixar-lhe a cláusula de rescisão, e tal assunto passe praticamente despercebido, sem dar origem a intermináveis debates televisivos com os intervenientes do costume. Como se fosse a coisa mais natural do mundo um clube rever em baixa o valor de um dos seus principais "activos", como agora se diz.

Nunca deixarei de me espantar com a disparidade destes critérios jornalísticos.


comentar ver comentários (4)
Sexta-feira, 21 de Novembro de 2014

Gostei

 

Da goleada em Santa Maria da Feira. A disparidade de forças em confronto era notória, pois o Espinho ocupa o último lugar no campeonato nacional de seniores. Mas vencer por 5-0 sabe sempre bem. Seguimos em frente na Taça de Portugal.

 

De Montero. O jejum de golos está definitivamente ultrapassado. O colombiano marcou dois (o terceiro e o quinto do Sporting) e foi o melhor em campo, dando um toque suplementar de eficácia e classe ao ataque leonino. O primeiro que marcou, aos 67', teve execução técnica perfeita: fintou um defesa, fintou outro e fuzilou a baliza do Espinho já com reduzido ângulo de remate. À matador.

 

Do reaparecimento de André Martins. Foi o primeiro a levar perigo à baliza do Espinho e também o nosso jogador mais acutilante durante a primeira parte. Iniciou a jogada que deu origem ao golo inaugural do Sporting, aos 31', com uma boa abertura para Capel que centrou para o remate vitorioso de João Mário. Continua a ser um exímio marcador de livres.

 

Do regresso de Capel aos golos. O andaluz marcou de cabeça, aos 61', num voo rasante frente à baliza do Espinho, correspondendo da melhor maneira a um grande passe de Carlos Mané.

 

Da estreia de Tanaka a marcar em jogos oficiais. O japonês teve enfim a sua oportunidade, que não desperdiçou: entrou aos 65', substituindo João Mário, e 12 minutos depois marcou o quarto golo do Sporting. De grande penalidade, muito bem executada.

 

Da estreia de Daniel Podence. O melhor jogador do Sporting B entrou em campo aos 73', para o lugar de Capel, e correspondeu às expectativas, mostrando-se veloz e com bom toque de bola. Tendo apenas 19 anos, promete regressar em breve à equipa principal. É uma boa aposta de Marco Silva noutro talento oriundo da nossa academia.

 

Das apostas em Marcelo Boeck e Miguel Lopes. Duas estreias nesta temporada oficial como jogadores titulares. Ambos cumpriram.

 

Do inconformismo. Mesmo estando já a ganhar folgadamente, a nossa equipa não baixou os braços, procurando novos golos. Precisamente a atitude que os adeptos esperam dela.

 

De ver o Sporting jogar com o equipamento Stromp. O mais tradicional, o mais clássico, o mais original, o mais elegante.

 

Da equipa do Espinho. Bateu-se com profissionalismo, em jogo digno da Taça de Portugal. Caiu de pé frente ao Sporting nesta quarta ronda após ter eliminado Camacha, Sanjoanense e Serzedelo.

 

 

Não gostei

 

Do resultado ao intervalo. Ganhávamos apenas por 1-0. Sabia a pouco.

 

De alguma apatia na primeira parte. O primeiro remate com perigo à baliza ocorreu apenas aos 21': André Martins desperdiçou uma excelente oportunidade, a passe de Carlos Mané.

 

De Jonathan. Há três dias alinhou pela selecção da Argentina, vice-campeã mundial. Apesar disso, hoje esteve muito nervoso neste jogo frente ao Espinho. Falhou muitos passes, perdeu vários confrontos individuais, serviu mal Capel no corredor esquerdo. Será apenas cansaço?

 


comentar ver comentários (11)
BESFUTE
Luciano Amaral

A crise do BES está a deixar o futebol português em pânico: era o grande financiador (juntamente com o BCP) e agora já não pode ser (e o BCP também não está lá muito bem). Era grande financiador directamente e também indirectamente, através da PT (que, tanto quanto conseguimos perceber pelas notícias, era o BES Comunicações). Tudo isto tornou mais essencial a história da venda dos direitos televisivos, cada vez mais transformada por clubes incontinentes em despesa, como o Benfica e o Porto, na próxima salvação. O Sporting também já esteve neste campeonato. Mas a pré-falência de há dois anos obrigou-o a um programa de austeridade, que o tornou bastante mais sustentável. Benfica e Porto é que estão desesperados pelo próximo chuto.

Mesmo assim, há aqui coisas que não percebo: a SportTV (ou FCPTV) está mal, mas já a BTV (ou Benfica TV) diz-se que está bem; então para que é que vai aliar-se (em formatos ainda indeterminados, mas de que se vai falando por aí) à SportTV? Talvez a história não seja bem como a contam.

Certo certo é o seguinte: o Sporting está a ser deliberadamente posto fora do festim. Mais que tudo é essencial agora a sua afirmação desportiva. O presidente tem de fazer compreender bem a urgência da situação ao treinador e aos jogadores; estes não se podem permitir a estados de alma, tipo Guimarães. Novelas como a de Nani, com incapacidade comunicar dos dois lados, não ajudam nada. A hora é mesmo de acabar com as brincadeiras.

Tags: , , , , , ,

comentar ver comentários (3)
Controlo de Doyenos
Luciano Amaral

Para além da linda fotografia abaixo, vale a pena conhecer os primeiros passos do encantador casalinho: "Benfica e FC Porto vão testemunhar contra o Sporting no caso Doyen".

A coisa é muito simples: o maior aliado do Porto no início do seu domínio, nos primeiros anos da década de 80, foi o Benfica de Fernando Martins; o maior aliado na segunda vaga de domínio, nos anos 90, foi Manuel Damásio (Pinto da Costa chegou a ser presidente da Liga, pela mão de Damásio); agora é o que se vê, com Luís Filipe Vieira.

Vamos lá a acabar com a converseta benfiquista de que o Sporting foi, nos últimos anos, o lacaio do Porto. Sim, prestou-se a papéis do género, mas nunca a esta escala e de forma tão recorrente e decisiva.


comentar ver comentários (7)

20141121_ABola.jpg

- Eu sei que tu queres falar...

- Não, fala tu!

- Não, não, fala tu meu amor, a tua voz ainda ecoa nos meus ouvidos desde ontem à noite.

- Amo-te tanto, sabias?

- E eu a ti, és perfeito sabias? Com tantas virtudes nem sei como viraste rameira.

Tags:

comentar ver comentários (10)
Vamos lá rapazes
Edmundo Gonçalves

Cary.jpg

Fonte: Sporting.pt

Começou ontem, no meu concelho adoptivo, Odivelas, aquela coisa da UEFA Futsal Cup.

Da melhor forma, com uma vitória por 5-3 aos belgas do FTCharleroi.

Já aqui disse que não aprecio muito a modalidade, mas é o Sporting, caramba! e diz que até somos das melhores equipas ao nível da coisa no mundo inteiro. E com atletas ao que parece fenomenais, ao nível (olá Gabriel Alves) da técnica e da entrega ao jogo e dedicação ao Clube, como o grande João Benedito; E com uma equipe técnica de topo, com um elogiadíssimo método de trabalho. E com uma secção (é assim?) bem orientada, pelos vistos.

Ou seja, parece que temos ganho muita coisa no Futsal, e a equipa quer trazer mais um caneco para a sala de troféus. Sim, é preciso passar esta fase e tem que ser em primeiro!

Eu não aprecio muito. Mas amo o Sporting!

Nem que seja ao berlinde, carago. É pra ganhar!!!


comentar ver comentários (2)
Leoas às sextas
Pedro Correia

 ng2744667[1].jpg

 

MARGARIDA NEUPARTH

"Antes de namorar com o Adrien já ia ver o Sporting"

(Record, 15 de Novembro 2014)

Tags:

comentar ver comentários (2)
Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

Tão preocupado que eu est...

Cuspiram acusações entret...

Os nossos comentadores me...

Balanço (1)

Boas notícias

Liga dos Palpites 2016/20...

Indigno

Os nossos comentadores me...

Os prognósticos passaram ...

Bas Dost versus Slimani (...

Arquivo

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

comentários

memória

bruno de carvalho

selecção

prognósticos

leoas

jorge jesus

vitórias

há um ano

balanço

slb

campeonato

arbitragem

benfica

rescaldo

jogadores

eleições

mundial 2014

taça de portugal

liga europa

godinho lopes

ler os outros

nós

golos

clássicos

árbitros

futebol

euro 2016

comentadores

crise

marco silva

cristiano ronaldo

scp

análise

humor

formação

chavões

liga dos campeões

slimani

todas as tags

Mais comentados
158 comentários
155 comentários
152 comentários
136 comentários
136 comentários
132 comentários
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds