Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

És a nossa Fé!

Estatísticas que nos fazem sorrir (ainda mais)

"Este Sporting ainda não deixou de marcar golos em nenhum dos seis jogos que já realizou para a Liga. Com 15 golos, é o melhor ataque da prova."

A Bola, 29 de Setembro

 

"Olhando para os campeonatos europeus, o Sporting tem a quinta melhor média [em golos]. O Barcelona lidera, Anderlecht e Inter de Milão são segundos e o Heerenveen é o quarto. Depois surge a equipa leonina."

A Bola, 28 de Setembro

 

"Três dos quatro defesas que jogam à frente de Rui Patrício já marcaram esta época: Cédric juntou-se a Rojo e Maurício. Só falta Jefferson."

Record, 29 de Setembro

 

"O Sporting mantém o pleno de vitórias fora."

Record, 29 de Setembro

 

"Acima dos sete golos de Montero nas primeiras seis jornadas só os dez de Manuel Fernandes na época 1985/86. Colombiano ainda nem era nascido quando o Sporting viu arranque mais eficaz."

Record, 30 de Setembro

 

"Não é apenas no contexto do Sporting que o início goleador de Montero tem expressão. Desde 1999/2000 não há registo de melhor arranque do que aquele que está traduzido nos sete golos do avançado colombiano."

Record, 30 de Setembro

 

Excelente

Excelente vitória em Braga. Pelos 3 pontos, porque era na casa de um rival direto para o apuramento para a Champions, porque era um tira-teimas em relação ao empate e à exibição com o Rio Ave. Saldo? Muito positivo. A equipa reencontrou seu ritmo de jogo, o seu querer, a sua mensagem de garra. Foi este o melhor sinal. É este o caminho, ganhar jogo a jogo, fazendo sempre por isso e sem pensar em mais contas do que as dos 3 pontinhos. O resto se verá. Com mais maturidade e rodagem, o resto virá decerto. A dupla Bruno/Jardim está de parabéns. Trabalho competente.

Coisas d'A Bola

Na sexta-feira passada fui gentilmente convidado para substituir o João Braga no 'Treinadores de bancada', da BolaTv. Ao analisarmos o jogo com o Rio Ave, eu disse, parafraseando o presidente e o treinador do nosso clube, que o Sporting na segunda parte sobretudo não tinha sido competente para derrotar o adversário. E disse que o rumo do Sporting parece positivo e que vai dar a algo que, por estarmos no começo da época ainda, não se sabe que será. Pois bem, na síntese feita (ele há cada síntese!) apareceu isso da 2º parte e o não se sabe que será, como se fosse uma crítica ao clube e ao seu rumo! Que fazer?

Sobre arbitragens

1. Se Pedro Proença não se tivesse associado às comemorações do 120º aniversário do FC Porto, oferecendo uma grande penalidade ao clube de Pinto da Costa, o Sporting era agora líder do campeonato.

 

2. Os limpinhos andam "revoltados" com as arbitragens. Os mesmos que na época passada beneficiaram da mais escandalosa arbitragem do campeonato e ainda vieram elogiá-la, como já tinham feito numa tristemente célebre taça da liga.

Deviam ter vergonha.

Ecos da imprensa

"Este jogo tinha um significado especial: o da luta pelo 3º lugar. O Sporting fica assim com uma vantagem tremenda."

Dito, Record

 

"Em Braga, contra equipa que também se assume como candidata aos lugares cimeiros, o leão deu um passo em frente. E que passo! Com pezinhos de lã começa a ficar à vista de todos que este Sporting nada tem a ver com o passado recente."

Carlos Rias, A Bola

 

"A equipa [do Sporting[ nunca se desuniu [contra o Braga], nem ficou ansiosa perante uma oportunidade que não podia desperdiçar."

João Querido Manha, Record

 

"Vulgarmente conhecida como 'puxão de orelhas', a entrada de Bruno de Carvalho no balneário do Sporting para pedir um 'esforço suplementar' deu resultados visíveis na deslocação a Braga."

António Varela, Record

 

"Logo que William Carvalho ganhe alguma matreirice e Carrillo esteja mais vezes acordado que a dormir, atenção ao Sporting de Fredy Montero..."

José Manuel Delgado, A Bola

 

"A capacidade para jogar entre linhas e a inteligência do colombiano [Montero] são inquestionáveis."

António Bernardino, Record

 

"Montero tem tudo para ser a esta hora um homem feliz, até porque continua rei dos marcadores neste campeonato."

Carlos Rias, A Bola

 

"O bom início de campeonato dos homens de Alvalade não se explica pelas contratações efectuadas no último defeso, que respeitaram um orçamento reduzido, mas pela forma como Leonardo Jardim está a tirar partido dos jovens talentos com que Alvalade já contava."

Luís Pedro Sousa, Record

O melhor prognóstico

Continuamos, felizmente, sem recuar na comparação com a péssima época passada. Em Abril, no campeonato 2012-13, o Sporting foi a Braga vencer 3-2. Ontem voltou a vencer, e pela mesma margem: 2-1.

Quem acertou no resultado?

O nosso leitor Diogo Padilha reincidiu no bom palpite, o que me leva a felicitá-lo. Em parceria com os leitores Ayres Soares, Edmundo Gonçalves e Jorge Ferreira, estreantes em prognósticos vitoriosos aqui no blogue.

Mas há sempre critérios de desempate. Neste caso a vitória é atribuída a Edmundo Gonçalves, que vaticinou também o golo de Montero. Muitos parabéns. E que a sorte não o desampare ao longo de toda a época.

Opiniões

"Jogando nós contra dez, faltou alguma ousadia de Jardim que aproveitasse a superioridade numérica."

 

"O Carrillo deixa qualquer um à beira de um ataque de nervos."

 

"Carrillo levou-me a espumar de raiva, perante tanta inépcia na hora de tomar decisões."

 

"Salomão foi a novidade no 11 inicial, mas não convenceu."

 

"A entrada de Salomão no onze do Sporting foi um erro de casting de Leonardo Jardim."

 

"O primeiro golo é uma delícia. Um pequenino no meio de matulões, o defesa que hesita, ainda procura empurrar, mas quando chega já a bola está lá dentro."

 

"Montero chegou como aviãozito e, neste momento, é o pesadelo das defesas e um verdadeiro ídolo em Alvalade. Sim, voltámos a ter um craque dos pés à cabeça e isso é maravilhoso."

 

"Gostei dos pés de veludo do Vitor, dos seus passes a rasgar e da inteligência que revelou nos minutos finais do jogo."

 

"Não acho que tenhamos feito um jogo pouco conseguido; acho, até, que a equipa foi bastante adulta. Não vimos charutadas para a frente, nem vimos um dos centrais acabar a ponta de lança."

 

"Três valiosíssimos pontinhos!"

 

"Nota final para Freitas Lobo: o empate esteve quase, tal como a sua carreira no futebol."

 

(actualizado)

Rescaldo do jogo de hoje

Gostei

 

Do triunfo em Braga. Sem necessidade de ajudas do trio de arbitragem.

 

Do início do jogo. Um golo de Montero logo aos quatro minutos. Seria difícil começar melhor. E vão sete do colombiano, que podia ter marcado outro se não tivesse sido travado em falta no lance que originou a expulsão de Aderlan Santos.

 

Do grande golo de Cédric. Deu a vitória ao Sporting com um pontapé forte e bem colocado, a 30m da baliza. Um símbolo evidente da ambição renascida no nosso clube nesta temporada. O lateral direito foi o melhor em campo.

 

Da persistência. Esta foi também a vitória da tenacidade de uma equipa que vai amadurecendo: o Sporting nunca virou a cara à luta nem desistiu de vencer.

 

Da consistência. Percebe-se bem: há nesta jovem equipa muito treino, muita unidade, muito trabalho colectivo, muita jogada rotinada com pés e cabeça. A acção de Leonardo Jardim está a colher frutos.

 

De Wilson Eduardo. A sua entrada em campo, na segunda parte, deu maior velocidade à equipa, que mudou para melhor.

 

De ver Rojo, hoje titular, já recuperado da lesão. Uma sólida exibição do jovem central argentino.

 

De Jefferson. Está mais que visto: foi uma das melhores contratações do Sporting para esta temporada. Ataca com intenção, defende com segurança, está sempre em jogo. E marcou muito bem o canto que originou o nosso primeiro golo.

 

Que ultrapassássemos os bracarenses na classificação. A equipa comandada por Jesualdo Ferreira cedeu ao Sporting o segundo lugar no campeonato. 

 

Que continuemos invictos. Seis jogos: quatro vitórias e dois empates. Com mais três pontos do que o Benfica e só a dois do Porto. Segue-se o Setúbal em Alvalade.

 

 

Não gostei

 

Do sofrimento. Esperámos 59' pelo golo da vitória com o Sporting a jogar contra dez.

 

Da irregularidade de Carrillo. O peruano continua a apagar-se em momentos decisivos do jogo e falha golos por aparente desconcentração, como ficou patente aos 69'.

 

De ver Diogo Salomão como titular. Substituído ao intervalo por Wilson Eduardo, que rendeu mais, como seria de esperar. Leonardo Jardim tê-lo-á posto como titular porque foi contra o Braga o último golo que marcou. Mas desta vez ficou em branco.

 

Da entrada tardia de Slimani. Jogou hoje um quarto de hora, não mais. O argelino ainda mal teve oportunidade para mostrar o que vale no Sporting.

 

Dos preços dos bilhetes. É absurdo, em tempo de crise, pagar-se até 75 euros por um lugar num estádio. Não admira que apenas 15 mil pessoas tivessem assistido a este Braga-Sporting.

Tira-teimas

Hoje, sobre o penálti que selou a vitória do FCP contra o V. Guimarães, reina a unanimidade no Tribunal d'O Jogo:

 

Jorge Coroado: "[Grande penalidade] mal assinalada. Foi Quintero que se projectou sobre o adversário, ludibriando a atenção do árbitro. Talvez este lance faça jurisprudência, porque foi decidido pelo melhor do mundo."

 

Pedro Henriques: "Luís Rocha tem a posição ganha e limita-se a rodar o corpo para proteger a bola, e é Quintero que força a passagem e choca com o jogador do Vitória de Guimarães. Não houve por isso motivo para grande penalidade."

 

José Leirós: "Em velocidade, Quintero entra na área pelo meio de dois adversários. Luís Rocha vira de direcção, a procurar a bola, sem cometer obstrução. Quintero choca contra Luís Rocha, sendo mal assinalada a grande penalidade."

 

NOTA: Lamentavelmente, a equipa redactorial do diário O Jogo, que alberga esta rubrica - uma das raras que fazem a diferença no pouco imaginativo panorama da imprensa desportiva portuguesa - foi incapaz de criticar Pedro Proença. Na crónica do jogo de ontem, assinada por Carlos Pereira Santos, o "melhor árbitro português" é apenas contestado por... não ter admoestado o guarda-redes vimaranense, Douglas, demasiado lento na reposição de bolas!

Títulos da imprensa de hoje

"Erro de Proença"

Manchete do Record

 

"Dragão vence com erro de arbitragem"

Antetítulo de capa d'A Bola

 

"Penálti inexistente livra campeão de segundo empate consecutivo"

Antetítulo de capa do Record

 

"Depois da jornada anterior de falhas dos árbitros, a 'doença' contagiou o melhor do mundo"

Chamada de capa d'A Bola

 

"Penálti salva campeão"

Título da crónica do jogo, no Record

 

"O 'penalty' assinalado pelo Pedro que o Paulo não tinha visto bem"

Título da crónica do jogo, n'A Bola

Como o mundo muda em cinco dias

"Quero dar os parabéns ao Jorge Jesus porque ganhou em três campos."

Paulo Fonseca, treinador portista, usando a ironia para queixar-se da arbitragem após o empate do FCP com o Estoril (22 de Setembro)

 

"Pareceu-me que este, pelo menos, foi dentro da grande área. Ainda não tive oportunidade de rever o lance na televisão."

Paulo Fonseca assobiando para o ar após o FCP ter vencido o Guimarães com um penálti que só o árbitro viu (27 de Setembro)

Pág. 1/7

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D