Segunda-feira, 30 de Setembro de 2013

"Este Sporting ainda não deixou de marcar golos em nenhum dos seis jogos que já realizou para a Liga. Com 15 golos, é o melhor ataque da prova."

A Bola, 29 de Setembro

 

"Olhando para os campeonatos europeus, o Sporting tem a quinta melhor média [em golos]. O Barcelona lidera, Anderlecht e Inter de Milão são segundos e o Heerenveen é o quarto. Depois surge a equipa leonina."

A Bola, 28 de Setembro

 

"Três dos quatro defesas que jogam à frente de Rui Patrício já marcaram esta época: Cédric juntou-se a Rojo e Maurício. Só falta Jefferson."

Record, 29 de Setembro

 

"O Sporting mantém o pleno de vitórias fora."

Record, 29 de Setembro

 

"Acima dos sete golos de Montero nas primeiras seis jornadas só os dez de Manuel Fernandes na época 1985/86. Colombiano ainda nem era nascido quando o Sporting viu arranque mais eficaz."

Record, 30 de Setembro

 

"Não é apenas no contexto do Sporting que o início goleador de Montero tem expressão. Desde 1999/2000 não há registo de melhor arranque do que aquele que está traduzido nos sete golos do avançado colombiano."

Record, 30 de Setembro

 


comentar
Domingo, 29 de Setembro de 2013
Consta...
Francisco Melo

...que esta secção, no museu do FC Porto ontem inaugurado, serve para homenagear os Calheiros desta vida, que tanto ajudaram a dourar a história do clube azul e branco.

Tags:

comentar ver comentários (10)
Excelente
Jose Manuel Barroso

Excelente vitória em Braga. Pelos 3 pontos, porque era na casa de um rival direto para o apuramento para a Champions, porque era um tira-teimas em relação ao empate e à exibição com o Rio Ave. Saldo? Muito positivo. A equipa reencontrou seu ritmo de jogo, o seu querer, a sua mensagem de garra. Foi este o melhor sinal. É este o caminho, ganhar jogo a jogo, fazendo sempre por isso e sem pensar em mais contas do que as dos 3 pontinhos. O resto se verá. Com mais maturidade e rodagem, o resto virá decerto. A dupla Bruno/Jardim está de parabéns. Trabalho competente.


comentar
Coisas d'A Bola
Jose Manuel Barroso

Na sexta-feira passada fui gentilmente convidado para substituir o João Braga no 'Treinadores de bancada', da BolaTv. Ao analisarmos o jogo com o Rio Ave, eu disse, parafraseando o presidente e o treinador do nosso clube, que o Sporting na segunda parte sobretudo não tinha sido competente para derrotar o adversário. E disse que o rumo do Sporting parece positivo e que vai dar a algo que, por estarmos no começo da época ainda, não se sabe que será. Pois bem, na síntese feita (ele há cada síntese!) apareceu isso da 2º parte e o não se sabe que será, como se fosse uma crítica ao clube e ao seu rumo! Que fazer?

Tags:

comentar ver comentários (2)
Sobre arbitragens
Pedro Correia

1. Se Pedro Proença não se tivesse associado às comemorações do 120º aniversário do FC Porto, oferecendo uma grande penalidade ao clube de Pinto da Costa, o Sporting era agora líder do campeonato.

 

2. Os limpinhos andam "revoltados" com as arbitragens. Os mesmos que na época passada beneficiaram da mais escandalosa arbitragem do campeonato e ainda vieram elogiá-la, como já tinham feito numa tristemente célebre taça da liga.

Deviam ter vergonha.


comentar ver comentários (7)
Ecos da imprensa
Pedro Correia

"Este jogo tinha um significado especial: o da luta pelo 3º lugar. O Sporting fica assim com uma vantagem tremenda."

Dito, Record

 

"Em Braga, contra equipa que também se assume como candidata aos lugares cimeiros, o leão deu um passo em frente. E que passo! Com pezinhos de lã começa a ficar à vista de todos que este Sporting nada tem a ver com o passado recente."

Carlos Rias, A Bola

 

"A equipa [do Sporting[ nunca se desuniu [contra o Braga], nem ficou ansiosa perante uma oportunidade que não podia desperdiçar."

João Querido Manha, Record

 

"Vulgarmente conhecida como 'puxão de orelhas', a entrada de Bruno de Carvalho no balneário do Sporting para pedir um 'esforço suplementar' deu resultados visíveis na deslocação a Braga."

António Varela, Record

 

"Logo que William Carvalho ganhe alguma matreirice e Carrillo esteja mais vezes acordado que a dormir, atenção ao Sporting de Fredy Montero..."

José Manuel Delgado, A Bola

 

"A capacidade para jogar entre linhas e a inteligência do colombiano [Montero] são inquestionáveis."

António Bernardino, Record

 

"Montero tem tudo para ser a esta hora um homem feliz, até porque continua rei dos marcadores neste campeonato."

Carlos Rias, A Bola

 

"O bom início de campeonato dos homens de Alvalade não se explica pelas contratações efectuadas no último defeso, que respeitaram um orçamento reduzido, mas pela forma como Leonardo Jardim está a tirar partido dos jovens talentos com que Alvalade já contava."

Luís Pedro Sousa, Record


comentar

Continuamos, felizmente, sem recuar na comparação com a péssima época passada. Em Abril, no campeonato 2012-13, o Sporting foi a Braga vencer 3-2. Ontem voltou a vencer, e pela mesma margem: 2-1.

Quem acertou no resultado?

O nosso leitor Diogo Padilha reincidiu no bom palpite, o que me leva a felicitá-lo. Em parceria com os leitores Ayres Soares, Edmundo Gonçalves e Jorge Ferreira, estreantes em prognósticos vitoriosos aqui no blogue.

Mas há sempre critérios de desempate. Neste caso a vitória é atribuída a Edmundo Gonçalves, que vaticinou também o golo de Montero. Muitos parabéns. E que a sorte não o desampare ao longo de toda a época.


comentar ver comentários (2)

Após um fim de semana sem marcar, Montero regressa aos golos.

 

O sétimo da sua conta pessoal.

 

Contas feitas, neste momento faltam 8 remates certeiros para Fredy ultrapassar Wolfswinkel.


comentar ver comentários (2)

comentar ver comentários (2)
Sábado, 28 de Setembro de 2013

 

«O Benfica só chegará ao terceiro golo se marcar o segundo

Hoje, enquanto comentava o SLB-Belenenses (1-1) na Antena 1


comentar ver comentários (6)
Tags:

comentar ver comentários (1)

Gostei

 

Do triunfo em Braga. Sem necessidade de ajudas do trio de arbitragem.

 

Do início do jogo. Um golo de Montero logo aos quatro minutos. Seria difícil começar melhor. E vão sete do colombiano, que podia ter marcado outro se não tivesse sido travado em falta no lance que originou a expulsão de Aderlan Santos.

 

Do grande golo de Cédric. Deu a vitória ao Sporting com um pontapé forte e bem colocado, a 30m da baliza. Um símbolo evidente da ambição renascida no nosso clube nesta temporada. O lateral direito foi o melhor em campo.

 

Da persistência. Esta foi também a vitória da tenacidade de uma equipa que vai amadurecendo: o Sporting nunca virou a cara à luta nem desistiu de vencer.

 

Da consistência. Percebe-se bem: há nesta jovem equipa muito treino, muita unidade, muito trabalho colectivo, muita jogada rotinada com pés e cabeça. A acção de Leonardo Jardim está a colher frutos.

 

De Wilson Eduardo. A sua entrada em campo, na segunda parte, deu maior velocidade à equipa, que mudou para melhor.

 

De ver Rojo, hoje titular, já recuperado da lesão. Uma sólida exibição do jovem central argentino.

 

De Jefferson. Está mais que visto: foi uma das melhores contratações do Sporting para esta temporada. Ataca com intenção, defende com segurança, está sempre em jogo. E marcou muito bem o canto que originou o nosso primeiro golo.

 

Que ultrapassássemos os bracarenses na classificação. A equipa comandada por Jesualdo Ferreira cedeu ao Sporting o segundo lugar no campeonato. 

 

Que continuemos invictos. Seis jogos: quatro vitórias e dois empates. Com mais três pontos do que o Benfica e só a dois do Porto. Segue-se o Setúbal em Alvalade.

 

 

Não gostei

 

Do sofrimento. Esperámos 59' pelo golo da vitória com o Sporting a jogar contra dez.

 

Da irregularidade de Carrillo. O peruano continua a apagar-se em momentos decisivos do jogo e falha golos por aparente desconcentração, como ficou patente aos 69'.

 

De ver Diogo Salomão como titular. Substituído ao intervalo por Wilson Eduardo, que rendeu mais, como seria de esperar. Leonardo Jardim tê-lo-á posto como titular porque foi contra o Braga o último golo que marcou. Mas desta vez ficou em branco.

 

Da entrada tardia de Slimani. Jogou hoje um quarto de hora, não mais. O argelino ainda mal teve oportunidade para mostrar o que vale no Sporting.

 

Dos preços dos bilhetes. É absurdo, em tempo de crise, pagar-se até 75 euros por um lugar num estádio. Não admira que apenas 15 mil pessoas tivessem assistido a este Braga-Sporting.


comentar ver comentários (10)

comentar ver comentários (2)
Tira-teimas
Pedro Correia

Hoje, sobre o penálti que selou a vitória do FCP contra o V. Guimarães, reina a unanimidade no Tribunal d'O Jogo:

 

Jorge Coroado: "[Grande penalidade] mal assinalada. Foi Quintero que se projectou sobre o adversário, ludibriando a atenção do árbitro. Talvez este lance faça jurisprudência, porque foi decidido pelo melhor do mundo."

 

Pedro Henriques: "Luís Rocha tem a posição ganha e limita-se a rodar o corpo para proteger a bola, e é Quintero que força a passagem e choca com o jogador do Vitória de Guimarães. Não houve por isso motivo para grande penalidade."

 

José Leirós: "Em velocidade, Quintero entra na área pelo meio de dois adversários. Luís Rocha vira de direcção, a procurar a bola, sem cometer obstrução. Quintero choca contra Luís Rocha, sendo mal assinalada a grande penalidade."

 

NOTA: Lamentavelmente, a equipa redactorial do diário O Jogo, que alberga esta rubrica - uma das raras que fazem a diferença no pouco imaginativo panorama da imprensa desportiva portuguesa - foi incapaz de criticar Pedro Proença. Na crónica do jogo de ontem, assinada por Carlos Pereira Santos, o "melhor árbitro português" é apenas contestado por... não ter admoestado o guarda-redes vimaranense, Douglas, demasiado lento na reposição de bolas!


comentar ver comentários (4)

"Erro de Proença"

Manchete do Record

 

"Dragão vence com erro de arbitragem"

Antetítulo de capa d'A Bola

 

"Penálti inexistente livra campeão de segundo empate consecutivo"

Antetítulo de capa do Record

 

"Depois da jornada anterior de falhas dos árbitros, a 'doença' contagiou o melhor do mundo"

Chamada de capa d'A Bola

 

"Penálti salva campeão"

Título da crónica do jogo, no Record

 

"O 'penalty' assinalado pelo Pedro que o Paulo não tinha visto bem"

Título da crónica do jogo, n'A Bola


comentar

comentar

"Quero dar os parabéns ao Jorge Jesus porque ganhou em três campos."

Paulo Fonseca, treinador portista, usando a ironia para queixar-se da arbitragem após o empate do FCP com o Estoril (22 de Setembro)

 

"Pareceu-me que este, pelo menos, foi dentro da grande área. Ainda não tive oportunidade de rever o lance na televisão."

Paulo Fonseca assobiando para o ar após o FCP ter vencido o Guimarães com um penálti que só o árbitro viu (27 de Setembro)


comentar ver comentários (10)
Sexta-feira, 27 de Setembro de 2013

 

O lema dele é "Não vi!"


comentar ver comentários (8)
Cultura da Feira de Carnide
Jose Manuel Barroso
O verdadeiro jesus de nazaré

a boa da "peixeirada "


comentar ver comentários (5)

Isto na jornada anterior não correu nada bem. Mais um motivo para sabermos se desta vez os vaticínios serão mais certeiros. Gostava de ver aqui registados os palpites de todos vós - leitores e colegas de blogue - para o Braga-Sporting de amanhã.

Um jogo que promete muita emoção. Antes, durante e depois.


comentar ver comentários (54)
Leoas às sextas
Pedro Correia

 

Margarida Neuparth

Tags:

comentar ver comentários (14)
Quinta-feira, 26 de Setembro de 2013

ADENDA: Na sequência da primeira versão deste artigo desenvolveu-se uma intensa discussão no twitter que me levou e estes outros recortes que agora aqui junto. Da lápide que contem a inscrição da data de fundação de um certo clube (e não a de nascimento do seu primeiro fundador ali enterrado) a uma outra lápide de um outro fundador de um outro clube (curiosamente com o mesmo nome) que havia sido fundado em 1893 e sobrevivido escassos meses, extinguindo-se em 1894. Como única prova da continuidade entre o clube primogénito e o que lhe herdou o nome, há o relato de ter havido um (1) jogador de uma das primeiras equipas do clube ainda sobrevivo que teria sido amigo do fundador do defunto primogénito. E assim acontece revisionismo histórico em Porutgal. Em 1976 e após 70 anos de rica história, orgulhavam-se os associados do aniversário, o septuagésimo, precisamente. Hoje despreza-se tal memória e diria mesmo apouca-se a história que se devia achar de monta ao se sentir a necessidade de encontrar um outro berço, uma outra era, um outro estatudo suportado numa maior patine. Perante este ridículo oferecido de bandeja como não prezar ainda mais o sentido histórico e o respeito pela memória que caracteriza o nosso Sporting? Quem se envergonha de ter "só" 107 anos? Nós não!

Encontrado por aí:

Tags:

comentar ver comentários (5)
Como o tempo passa
Pedro Correia

 

Record, 10 de Fevereiro de 2013:

 

Título: Bruma estreia-se nos convocados

Legenda: Bruma está blindado por uma cláusula de 30 milhões

Texto: "Bruma é a grande novidade da convocatória de Jesualdo Ferreira para o embate com o Marítimo. O jovem extremo da equipa B é visto em Alvalade como um dos maiores talentos da formação, mas até ao momento ainda não havia sido chamado para nenhum jogo oficial da equipa principal.

Aos 18 anos, em processo de renovação com os leões, com quem tem contrato até 2016 (cláusula de rescisão de 30 milhões de euros), Bruma cativou a atenção de Jesualdo Ferreira que, ao contrário de Sá Pinto, Oceano ou Vercauteren, nunca tinham incluído o internacional sub-20 nas suas opções da equipa principal. [sic]

Bruma soma sete golos na equipa B, gosta de actuar preferencialmente pelo lado esquerdo do ataque e faz da velocidade e capacidade técnica as principais características.

Aliás, o jovem atacante tem sido muito assediado por clubes estrangeiros, com o Manchester City no topo da lista dos principais interessados, situação que tem motivado os responsáveis leoninos a procurar blindar o jogador."

Os sublinhados do texto são meus


comentar
Leão é leão, olhem a pose
Jose Manuel Barroso

“I'm a man of simple tastes. I'm always satisfied with the best.”― Oscar Wilde

Tags:

comentar ver comentários (3)
Quarta-feira, 25 de Setembro de 2013

 

Excelente, a longa entrevista de seis páginas que o presidente do Sporting concedeu à edição de hoje do Jornal de Negócios. Uma entrevista que faz manchete do jornal, com uma frase de Bruno de Carvalho, sob o título "Sporting tem um líder que decide tudo". A pretexto dos primeiros seis meses do seu mandato, que se cumpriram esta semana, o dirigente máximo do nosso clube passa em revista os mais diversos temas nesta entrevista muito bem conduzida por Pedro Santos Guerreiro e Pedro F. Esteves.

Aqui ficam alguns excertos, para a apreciação dos nossos leitores:

 

«Antes de ser presidente do Sporting, sou sportinguista. (...) Tenho o pior adepto possível a viver comigo e não me consigo afastar dele: sou eu próprio.»

 ..............

«É evidente que o perfil do gestor apontado para o Sporting estava perfeitamente errado, porque o perfil do gestor que tem de estar apontado é o de alguém que conheça o Sporting, como clube, como entidade, como adepto, como sócio, como accionista, que viva o Sporting, que saiba identificar a realidade dos seus adeptos.»

  ..............

«Quando acabar o meu mandato, um dos factores de relevância será ser campeão nacional de futebol. (...) Não quero como sportinguista estar aqui quatro anos em que não possamos todos sair daqui com um título.»

  ..............

«Aquilo que está nos nossos horizontes é colocar outra vez o Sporting no lugar que merece, que é o topo do futebol nacional.»

  ..............

«Quem quer estar em primeiro não se alia a ninguém, tem é de deixar os outros para trás.»

  ..............

«Chegámos à conclusão que temos cerca de 40 a 45 milhões em compras nos últimos dois anos, com comissões que rondarão os 15 milhões, não incluídas no custo do jogador. (...) O Sporting pagava comissões de tudo!»

  ..............

«Não posso, ao fim de renovar com 19 jogadores, ter dois miúdos que destroem todo o trabalho que fizemos. No momento em que me disseram que ou eu cedia às condições ou eles iam para o Porto, ofereci-me também para, se fosse necessário, eu levá-los no meu carro e deixá-los ao pé do estádio.»

  ..............

«Os bancos estão perfeitamente confortáveis com o trabalho que estamos a fazer e com os objectivos que temos definido, inclusivamente quanto à auditoria de gestão. É algo de que não abdicamos, é algo que vamos realizar e estamos todos perfeitamente em sintonia: vai acontecer, com as consequências que tiver.»

..............

«Não é possível fechar uma renegociação em que eu não acredite ao milímetro. Eu não vou assinar absolutamente nada que não acredite que não vou fazer, isso foi das grandes mudanças que se fez e é por isso que a reestruturação está a correr bem. Porque pela primeira vez não impuseram uns papéis que estavam a ser elaborados, mas foi o próprio Sporting que liderou um processo que envolveu também, como é lógico, as entidades credoras, e a empresa que estava na altura a fazer as auditorias e a consultadoria. Mas num raciocínio completamente novo: é que o Sporting é que define as regras, as prioridades e os valores.»


comentar ver comentários (1)

"Ser campeão" - entrevista de Bruno de Carvalho disponibilizada no Cacifo do Paulinho

 

Sem corantes nem conservantes, sem meias palavras ou meias medidas, com realismo e sem cinismo, com frontalidade e identidade, com Valores e Príncipios, com Orgulho e Honra, sem réstea de complexada subserviência a Norte ou bizarra complacência a Sul, eis o Sporting que nos foi sonegado durante... muitos anos!

 


comentar

 

No meu texto Memórias de Alvalade o nosso comentador Roberto Dias recorda uma famosa agressão de Caniggia a Emílio Peixe que ficou impune. Fui ao Youtube e encontrei o excelente vídeo que aqui deixo sobre a análise da arbitragem do jogo. Não tinha memória disso mas aparentemente foi um jogo bastante violento.


comentar ver comentários (3)

Núcleo Sportinguista da Carapinheira: Sinal mais.

Um Lugar a Sul: O primeiro deslize.

Visão do Peão: Empate.

As Redes do Damas: Travão de mão.

Universo Verde e Branco: Agora é que eles precisam de nós.

A Insustentável Leveza de Liedson: Para que servem os árbitros?

Leão de plástico: Cultura.

O Cacifo do Paulinho: Ilusão?

Sporting Visto por Nós: Um semestre de Bruno de Carvalho.

Sector B32: Jesus está na berra.

 

(actualizado)


comentar
Memórias de Alvalade
Filipe Arede Nunes
 

O primeiro derby que vi em Alvalade remonta à época de 1994/1995. A minha memória diz-me que foi um grande jogo. Ganhámos 1-0 com um golo do nigeriano Emmanuel Amunike (melhor jogador africano de 1994), atleta que teve uma passagem curta por Alvalade e uma carreira repleta de lesões.

 

Recordo-me bem que o Sporting, naquela altura, contava com uma grande equipa: Carlos Xavier, Oceano, Krassimir Balakov, Luís Figo, Peixe, Emmanuel Amunike, Iordanov, Sá Pinto. O jogo foi um massacre que não resultou numa goleada das antigas porque na equipa adversária jogava um dos melhores guarda-redes que vi até hoje, o belga Michel Preud'homme que fez uma exibição notável.

 

Desde esse jogo assisti a muitos derbys em Alvalade, uns com melhores recordações outros com péssimas memórias mas a verdade é que nunca esquecerei o primeiro!

Tags:

comentar ver comentários (1)
Ouvido no café
Pedro Correia

"O Costinha não chega ao Natal."


comentar ver comentários (8)
Terça-feira, 24 de Setembro de 2013

Agora vamos imaginar que Jesus em vez de estar em Guimarães estava no estádio da luz.

Caso? Qual caso? Há imagens que provem a agressão?


comentar ver comentários (23)
Contra a corrente
Jose Manuel Barroso

Que o FCP é o que é, já o sabíamos. Que o Caldeira é aquilo, também. Mas, na minha opinião, o presidente da AFL fez o seu show - igualzinho, nas intenções, ao do Jazuz. Transformou umas bocas de futebol num incidente grave, e apareceu nas TV's e jornais como queria: uma vítima e uma estrelinha de noticiários. A meu ver, mesmo sendo um homem dos clubes de Lisboa (de quais?), se está sentado como convidado de honra na tribuna tem de ter um comportamento contido, como mandam as regras institucionais. O resto é provocação - e, sendo, iguala-se aos que critica. Não podemos pedir um comportamento de 'gentlemen' a terceiros e termos nós um de provocador imberbe. As reações serão as esperadas, já se sabe. Ou então temos um Adriano Pinto sulista, benfiquista e elitista no trono da AFL. E, ainda por cima, na sua imaturidade, dizendo aquilo que não deveria ser dito. Ah, e é verdade: o Sporting é o Clube de Portugal e não consta que seja Sporting Clube de Lisboa.


comentar ver comentários (4)
Um banho de realismo
Jose Manuel Barroso

Gostei, francamente gostei, das palavras de Bruno de Carvalho sobre o jogo com o Rio Ave. Não se refugiou - como já o não fizera Leonardo Jardim - no 'erro' de arbitragem, foi direto às causas: uma péssima exibição, um manifesto abrandar do querer, uma incipiência confrangedora na segunda parte. Direto aos jogadores que mostraram não ser capazes de se bater com um adversário superior. Dias maus, todas as equipas têm, ciclos maus também. Mas o nosso ciclo menos bom não pode começar - depois do arranque valoroso - contra os mais pequenos. Mas foi um toque a rebate, este último jogo. Temos uma equipa valorosa,mas estamos loonge, ainda, de ter uma boa equipa. Bastou um pouco de pressão («o Sporting é candidato ao título») e a ansiedade da imaturidade veio ao de cima. Motivo para descrer? Não, quem fez o que fez em casa contra Arouca e Benfica e fora contra Académica mostra que sabe o que faz, quando quer e o adversário permite. Mas nada de euforias, Jardim sabia o que dizia quando preveniu para o negativo do intervalo das seleções.

Gostei, repito, do que afirmou Bruno de Carvalho, sobre o jogo e sobre as arbitragens e as declarações de treinadores. Apreciei a equidistância em relação a esses temas e aos outros dois 'grandes' - eu que estava já assustado com uma possivel e exclusiva aliança a sul (como 'revelou' o jovem e imaturo presidente da AFL, depois do confrangedor comportamento no Estoril). Lutar contra todos e ao mesmo tempo é um erro, a meu ver. Ter aliados táticos é uma coisa, já nas alianças estratégicas fia mais fino. A ver vamos.


comentar

A última jornada foi quente em matéria que rodeia o jogo propriamente dito.

No Estoril tivemos o já habitual comportamento dos dirigentes do porto. São gente pequena que acha normal o insulto e a agressão, não sabem comportar-se de outra forma.

Em Guimarães o mullet voltou a mostrar o que pensa sobre as mais básicas regras de urbanidade. Da outra vez foi um jogador, agora um agente da autoridade. Pormenores apenas.


comentar ver comentários (6)
Gosto / não gosto
Pedro Correia

Gosto. De um treinador que não se refugia nas arbitragens para tentar camuflar os desaires da sua equipa.

 

Não gosto. De jornais que dão por garantido o onze titular de uma equipa para determinado jogo e afinal acertam... ao lado.

Tags:

comentar
Limar arestas
Pedro Correia

Contra o Rio Ave, o nosso meio-campo esteve desta vez abaixo das exibições e do rendimento noutros jogos. Isso fez toda a diferença. Houve também erros individuais, nomeadamente na defesa, que comprometeram a exibição colectiva, com reflexos no resultado.


O que teve de pior? Mau ensaio para o próximo jogo, no terreno do Braga.
O que teve de melhor? Permitir detectar erros e limar arestas em tempo útil.


comentar

comentar
Segunda-feira, 23 de Setembro de 2013

«Este empate [contra o Rio Ave] deixa-nos com um sabor amargo na boca. Na época passada ter-nos-ia deixado contentes (sempre era um ponto)... Acho que isto diz tudo sobre o espírito que se vive actualmente no nosso Sporting.»

Leoa Ferrenha, neste meu texto


comentar ver comentários (2)
Ai Jazuz!
Jose Manuel Barroso

KAKAKAKAKA, AI JAZUZ!

 

 

Kkkkkkll


comentar ver comentários (6)
Passo a passo
Pedro Correia

Temos uma jovem equipa em construção. Uma equipa que não deve ser assobiada nas bancadas pelos próprios adeptos: é vergonhoso que isso aconteça por parte dos mesmos de sempre. Os que assobiaram Bobby Robson e exigiram que fosse despedido por ter perdido um jogo. Os que argumentavam aos berros contra José Mourinho, impedindo-o de treinar o plantel por não ter currículo nem competência para o Sporting. Os que vaiaram Paulo Bento porque "só" chegava ao segundo lugar e colocou o Sporting na Champions em quatro épocas consecutivas. Os que apontaram a porta de saída a Domingos por não terem paciência para esperar e contribuíram para transformar Alvalade num cemitério de treinadores.

Aqueles que se mostram incapazes de perceber que nada se consegue sem trabalho e que os frutos do trabalho exigem tempo. Estamos decepcionados pelo empate contra o Rio Ave? Nada mais compreensível. Mas convém ter boa memória: os nossos três confrontos da época passada com a mesma equipa saldaram-se por três derrotas, com apenas um golo marcado e seis sofridos.

O progresso conquista-se assim. Com pequenos passos.


comentar ver comentários (22)
Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

Palmarés leonino (41)

Palmarés leonino (40)

Palmarés leonino (39)

O polvo encarnado (4)

Os nossos comentadores me...

Balanço (34)

Pontapé de saída

Palmarés leonino (38)

Memória de peixe outra ve...

O polvo encarnado (3)

Facebook
És a Nossa Fé no Facebook
Twitter
És a Nossa Fé no Twitter
Arquivo

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

comentários

memória

selecção

bruno de carvalho

leoas

prognósticos

jorge jesus

balanço

slb

há um ano

vitórias

campeonato

benfica

jogadores

eleições

rescaldo

arbitragem

mundial 2014

taça de portugal

nós

liga europa

ler os outros

godinho lopes

golos

clássicos

futebol

árbitros

euro 2016

comentadores

cristiano ronaldo

scp

humor

formação

análise

crise

chavões

liga dos campeões

derrotas

william carvalho

todas as tags

Mais comentados
158 comentários
155 comentários
152 comentários
136 comentários
136 comentários
132 comentários
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds