Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Temos de ser mais unidos que nunca

Notas:

 

1-  Os árbitros em Portugal são prepotentes, arrogantes, cabelos lambidos, mal-educados e revelam uma enorme falta de nível. Basicamente são pessoas sem amor próprio, sem respeito por si próprios e que aceitam ser marionetas de quem manda.

 

2- Há dois anos ouvi num programa da rádio, no extinto Rádio Clube Português, um facto muito interessante e que me despertou a atenção. Na altura só havia um árbitro em Portugal que não era filho, enteado, cunhado ou irmão de alguém ligado à arbitragem, no passado ou presente ou a uma associação de futebol Portuguesa. O único fora da lista era o Pedro Henriques, que como se sabe no final desse ano foi despromovido e desistiu da arbitragem.

 

3- Esta época sempre que mostrámos que podíamos dar o salto fomos roubados pelos senhores do apito. O mais curioso é que foi sempre por árbitros internacionais. Sempre.

 

4- Há duas semanas, no Luso, os árbitros numa atitude corporativista e de seres medíocres decidiram não completar os testes físicos de modo a serem penalizados para equilibrarem as notas com os árbitros que tinham sido punidos por se terem recusado a apitar os nossos jogos. João Ferreira e Paulo Baptista.

 

5- Alguém ouviu o Vítor Pereira a dizer alguma coisa sobre o ponto 4?

 

6- O presidente do Marítimo é genro do presidente da Liga e o presidente do Gil Vicente foi o principal testa de ferro do presidente da liga na sua eleição e na questão do alargamento. Coincidências?

 

7- O Sporting foi o clube que mais se manifestou contra este presidente da liga. Inclusive impugnou a assembleia geral da liga. Coincidência? Realçar aqui que o único grande clube que nada fez e nada falou sobre o assunto foi o nosso vizinho do outro lado da 2ª circular. Porque terá sido?

 

8- Paulo Alves, treinador do Gil Vicente, disse que na posição em que estava não conseguiu ver o lance do 1º penalty mas que tinha visto sem sombra de dúvida o 2º penalty ( apesar de este ser bem mais longe!)

 

9- As constantes faltas a meio campo, a entrada assassina sobre o Xandão, o 2º amarelo por mostrar ao central Cláudio, os 2 penaltys, a expulsão do Schaars e a mão não assinalada na área do Gil Vicente são casos a mais para um jogo só. Em Setúbal já tinha sido vergonhoso. 

 

10- Para quem não sabe o árbitro nomeado para o nosso jogo era o Jorge Sousa. Mas, supostamente, não estava em condições e por isso levámos com o Paixão. O mesmo que esta época já tinha expulso, aos 20 minutos em Guimarães, o Rinaudo

Este senhor é incompetente, todos os jogos que arbitra são polémicos e mesmo assim continua a receber 1000 euros todos os fins de semana como se nada fosse. Definitavamente para se ter trabalho em Portugal a qualidade não é um requisito.

 

O mais importante e a maior lição que temos de tirar disto tudo é que mais do que nunca temos de nos unir. Unir contra o sistema instalado no futebol português. Unir contra a APAF. Unir contra os comentadores que salivam de contentamento de cada vez que perdemos um jogo. Unir contra os Fiuzas deste País. 

2 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D