Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Na ressaca de Manchester

1. Confesso: só tive oportunidade de ver (Dia do Pai...) 35 minutos do jogo de Barcelos. Nos pedaços a que assisti, pareceu-me uma equipa ressacada do esforço de Manchester... Disse isso ao meu confidente habitual, o Eduardo G. da Silva, e ele respondeu-me que os 60 minutos a que não assisti foram bons. Concedo, de bom grado. No lance do segundo penalti, que revi pelo 'replay' da TVI24, acho que foi braço na bola. O J. Pereira alonga o braço na frente do corpo do atacante do Gil e toca na bola. Pareceu-me (sou prudente e procuro não ser apaixonado em excesso) falta na área. Mas, pela reação do Carlos Freitas e dos jogadores, acredito que a arbitragem do Bruno P. tenha sido vergonhosa. Ele é o árbitro mais bipolar que conheço: nunca se sabe que vai acontecer, quando ele apita. Adora a sua imagem de árbitro autoritário e faz por ela. Na minha opinião, é um perito em estragar jogos e resultados. Jogo arbitrado por este gajo nunca se sabe em que vai dar. É um caso de vida virtual, existe enquanto árbitro porque alguém o sustenta, alguém o criou. O ex-árbitro Vitor Pereira é o seu principal suporte e só ele pode explicar como e porque o Bruno P. foi feito árbitro internacional.

 

2. Vi o 'Prolongamento' de hoje, na TVI24, e estarreci: toda a gente dizia que o Carlos Freitas chamara incompetentes aos árbitros internacionais e ele não disse isso. A palavra que ele empregou foi «alguns». «Alguns»..., senhores, «alguns»! Alguns é redutor, não é multiplicador. O diretor desportivo do Sporting não chamou incompetentes a todos os árbitros internacionais, mas apenas a alguns. Ninguém, no estúdio, esteve minimamente atento ás declarações que passaram?

 

3. Questão que me vem a talhe de foice: o nosso 'score' de golos marcados e de golos sofridos, esta temporada, no campeonato. Apesar de sempre tão zurzida, a nossa defesa é a segunda melhor da I Liga. Sofreu apenas 19 golos - igual ao Braga, menos que o Benfica (21) e mais 3 que o Porto. Em contrapartida, o nosso ataque, com jogadores incensados por jornalistas, comentaristas e adeptistas, marcou apenas 36. E aí - e que diferença! - tem menos que Braga (51), Benfica (54) e Porto (53). Dá que pensar.

3 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D