15 Mar 12
O Robin dos Bosques
Jose Manuel Barroso

A história do alargamento das competições profissionais vai ser uma novela, como se depreende da própria decisão da AG da Liga, das posteriores ameaças do presidente do Gil Vicente e da entrevista matreira do presidente da Liga à Reuters.

 

No meu entendimento, a manobra foi a seguinte:

1. Tomada da Liga pelos pequenos clubes e com o seu voto maioritário, pelo populismo do alargamento sem despromoções (I e II ligas) - votos garantidos dos clubes em situação de dúvida, quanto à permanência, nomeadamente dos que estão em péssima situação financeira;

2. Tomado o poder, como financiar os clubes, então, em tempos de crise? Retirar aos ricos parte do que eles recebem de receitas televisivas, através de uma equidade aparente («os ricos que paguem a crise» ou Robin Mário Wood do nosso futebol) e de um eventual aumento do bolo das receitas televisivas, pela centralização da sua negociação na Liga - estando esta nas mãos do novo poder;

3. Como o presidente da Liga é jurista e sabe as limitações jurídicas, regulamentares e éticas da manobra, propor uma liguilha (talvez mais justa, como ideia, mas inviável desta forma, como ele sabia à partida) - lavando daí as mãos, i.e., fingindo que o acordo com os clubes, para a sua eleição, não era o que era (não haver despromoções), mas sim a 'possibilidade' de as haver através de uma liguilha; 

4. Com boa tática de advogado, Mário Figueiredo poderia argumentar, depois, para manter as aparências (pilatianas), como o fez na entrevista à Reuters: eu propus uma coisa, os clubes é que quiseram outra (i.e.: o que de facto tinha sido combinado com eles, em sede de programa eleitoral); hipocrisia pura;

5. Remeter depois a argumentação da questão ética da verdade competitiva (uma questão e A questão em debate) para a outra de uma divisão mais equitativa do bolo televisivo, pela tal centralização na Liga da sua negociação - fechando o círculo da manobra e protegendo um passo duvidoso com outro aceitável.

 

É evidente que os argumentos, na questão do alargamento, não se ficam por aqui, para sermos justos. Para os pequenos, o acréscimo de jogos resultante do se passar de 16 para 18 clubes em cada competição (até mais, na II Liga, por via das equipas B) levaria a mais jogos (de 30 jornadas para 34, um mês mais a competir). Isto é, potencialmente mais receitas, menos meses no zero-receitas, um fardo para os clubes. O problema, neste caso, é saber se, na atual conjuntura, este é o momento para mudar e mudar deste jeito. Para além da ética da competição - que os próprios regulamentos da FIFA acautelaram em 2007 (creio) - há a ter em conta a especial situação economico-financeira do País. Os proveitos dos clubes vão diminuir dramaticamente nos proximos tempos e nem a centralização da negociação das receitas televisivas deverá ser suficiente para garantir a sustentabilidade de todos. E não é certo, sequer, que o reeditar Robin Wood seja suficiente. Mas, nadando em passivos, muitos clubes estão numa fuga para a frente. Vêm aí grandes guerras. Fiuza dixit.


comentar
3 comentários:
De José Navarro de Andrade a 15 de Março de 2012 às 01:27
Esta teu post mais a observação que fazes ao meu, além de inatacáveis e pertinentes, merecem desenvolvimento e discussão, sobretudo a magna questão dos direitos televisivos, ferida na qual pões o dedo.


De Jose Manuel Barroso a 15 de Março de 2012 às 12:20
É mesmo, José. Vamos a isso.


De Rui Rocha a 15 de Março de 2012 às 11:44
Oportuno, pertinente e acutilante.


Comentar post

Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

Esperança

Irritação

P.O. a D.D. - A sério?

Manto de silêncio

Ódio puro e duro

Os nossos comentadores me...

Como utilizar um miúdo 15...

Nada sucede por acaso

Os nossos comentadores me...

Os melhores prognósticos

Arquivo

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

memória

comentários

selecção

bruno de carvalho

leoas

vitórias

prognósticos

há um ano

jorge jesus

campeonato

balanço

slb

arbitragem

benfica

mundial 2014

jogadores

rescaldo

taça de portugal

liga europa

godinho lopes

eleições

euro 2016

árbitros

ler os outros

futebol

golos

clássicos

comentadores

nós

marco silva

crise

scp

cristiano ronaldo

análise

chavões

formação

humor

liga dos campeões

slimani

todas as tags

Mais comentados
158 comentários
155 comentários
152 comentários
136 comentários
132 comentários
118 comentários
114 comentários
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds