05 Mar 12

 

Este ano gastámos 30 milhões em contratações e actualmente estamos em quinto lugar, atrás do Marítimo e do Braga. Na mentalidade dos nossos dirigentes e adeptos, só com grandes contratações feitas no estrangeiro é que conseguimos resultados. E se olhássemos para o campeonato português? Estão aqui três exemplos de jogadores que teriam lugar no nosso actual plantel. Certamente que existem muitos mais por aí espalhados. O futebol low-cost dá bons resultados.

 

 

Já agora, e porque fomos buscar o Renato Neto, porque é que ainda não voltaram também o Salomão e o Wilson Eduardo? E ainda, alguém me explica quais foram os critérios para estes empréstimos? Temos um excedente de jogadores nestas posições? Não me parece. Mais rigor exige-se.


comentar
8 comentários:
De paulo mendes a 5 de Março de 2012 às 14:44
Boas caros adeptos do Grande SPORTING C.P . :
Concordo plenamente consigo José G. de Almeida, e mais será que os nossos dirigentes não estaram farto do nosso clube ser motivo de chacota de piadas de insultos etc em tudo que é programa de desporto, será que não haverá nenhum dirigente que seja realmente e convictamente Sportinguista de alma e coração para convocar os restantes dirigentes e dizer basta de sermos tratados abaixo de cão, basta de sermos tratados como os bobos da corte. Ainda neste ultimo jogo os comentadores da tvi disseram em relação aos penaltis e as falta sofridas pelos jogadores do SPORTING o arbitro nas as assinalava porque os nossos jogadores caiam muito rápido em fim.
Quanto a mim o melhor que a gente deve fazer é actuar como o nosso rival da cidade do porto pois sempre que alguém se atreve a denegrir a imagem desse clube, tão depressa não volta em entrar nas instalações deles e mais ainda se arriscam a levar uns cascudos, mas nos infelizmente como não temos dirigentes que queiram servir o clube mas sim servirem-se do nosso SPORTING C.P . fica tudo em águas de bacalhau.
Saudações Leoninas.
Paulo Ramses76


De Fernando Albuquerque a 5 de Março de 2012 às 17:43
Ninguém lhe vai explicar as suas dúvidas. 0 SCP de quem sou sócio há 60 anos, sempre funcionou assim, ou seja andaram sempre a dormir no que respeita a aquisições. É verdade que pelo menos um clube (Nacional) não quer nada com o SCP , pois temos uma vasta lista de jogadores que nos interessavam e que fugiram para outros lados. Nunca saberemos qual a razão, o que é estranho.
Eu penso, que a causa deste adormecimento se deve à falta de olheiros que percebam de futebol. Qualquer pessoa que tenha jogado futebol, ou que veja futebol, percebeu que o Lima quando jogava no Belenenses era um jogador acima da média. Alguém em Braga viu
aquilo que os nossos olheiros não viram.
Isto é um assunto, complicado, pois não se percebe lá muito bem, porque se dão milhões. REPITO MILHÕES de euros a jogadores que nunca demonstraram valerem um cêntimo e até deveriam pagar para jogar no SCP .

O SCP tem nos seus adeptos antigos jogadores e treinadores que percebem de futebol. Esses homens deveriam ser aproveitados e remunerados (com objectivos) para fazerem essa pesquisa quer em Portugal como lá fora. Será que isso acontece ? Não creio.

Por outro lado os empresários a quem recorremos serão pessoas credíveis ? O que eu sei é que compramos gato por lebre e ninguém assume a responsabilidade. Um jogador de futebol mediano custa MILHÕES DE EUROS e o que eu vejo no SCP é que não temos tido lucros nas vendas com as compras efectuadas. Se não fossem os jogadores da Academia serem vendidos por excelentes valores , veja-se por exemplo o desastre financeiro das aquisições feitas nos anos 2000.

Neste blog existem jornalistas que nos poderão dar a sua opinião sobre este assunto, que para mim foi sempre uma grande incógnita. Por isso eu digo que o jornal do SCP deveria abrir as portas para "discussão " deste e outros assuntos muito importantes para nós percebermos como funciona o nosso clube.

Saudações leoninas Fernando Albuquerque



De Rui Gomes a 5 de Março de 2012 às 19:22
Caro Fernando Albuquerque,

Este espaço não permite a explicação profunda que a
sua justa preocupação exige. A contratação de um
qualquer atleta, é sempre um dilema, por muitos
factores. No mercado nacional, a preponderante
interrogação reside com a eventual prestação do jogador sob a pressão da camisola, neste caso do
Sporting. Citando o seu exemplo do Lima, gosto
imenso do jogador, mas não estou convencido que
ele renderia no nosso Clube o que rende no Braga,
onde não tem que defrontar «autocarros estacionados» e outro tipo de adversidades. Salvo
nestas últimas duas ou três épocas, e mesmo nestas de modo moderado, o SC Braga nunca entra em campo com a obrigatoriedade de vencer, caso
que não acontece no Sporting. Este factor afecta imenso o rendimento de qualquer jogador e nem todos reagem bem nesse ambiente. Depois disto, temos muitos outros factores imprevisíveis. Como
explicar o caso de Fernando Torres, goleador exímio toda a sua carreira, «desaparecer» no Chelsea ?
Quanto à sua bem apresentada consideração sobre o
historial do Sporting no que concerne a gestão
desportiva, apenas lhe posso adiantar aquilo que
sempre defendi, muito embora não seja tão relevante com a actual direcção: insuficiência de cultura futebolística e falta de identificação, por parte dos gestores, com a essência da modalidade.
Só no nosso Clube é que funcionários bancários são
«transplantados» para o cargo de director técnico.
Por coincidência e nada mais, escrevo com regularidade no jornal do Sporting e aprovo a sua
sugestão do fórum de discussão. Isto dito, desconheço a viabilidade da sua implementação.

Cumprimentos e SL.


De Sérgio Nunes a 5 de Março de 2012 às 22:13
São essas e outras perguntas que nunca se fizeram a Domingos Paciência, especialmente por altura do chamado "mercado de inverno" quando as "lesões" no SCP eram demasiado evidentes. Nessa altura andava tudo embevecido com endeusamento que se foi prestando a Domingos. Continuamos muito fracos no centro da defesa e com pouca "agressividade" a meio campo e na frente de ataque. Sporting sempre!!


De Fábio Daniel Ferreira a 5 de Março de 2012 às 23:17
sporting em leilão
http://ofuteboldeumamador.blogspot.com/2012/03/em-leilao.html#more


De Fernando Albuquerque a 6 de Março de 2012 às 09:58
Prezado Rui Gomes

Sou leitor assíduo das suas crónicas no jornal do SCP ., assim como do José Serrano e do Miguel Roquete.
Para além destas crónicas o SCP necessita de alguém que não tenha pejo em denunciar todas as"aldrabices" a que estamos sujeitos neste "negócio" que é o futebol. Esse alguém tem de ser uma pessoa que não tenha medo de enfrentar todos os sistemas em vigor, sejam do norte ou da segunda-circular e principalmente os orgãos inerentes à arbitragem. Esse alguém tem de ser uma pessoa com responsabilidades dentro do clube.
O ex-presidente Dias da Cunha foi para mim o único que teve a coragem de denunciar o que se passava sobre este assunto.

Veja-se o jogo do Bonfim. Os dirigentes do SCP não
tiveram uma palavra de repúdio sobre o que viram em campo. O jogo foi de uma gritante "virilidade" que eu considero brutalidade. O Vitória acabou com 11 jogadores, quando pelo menos 3/4 deveriam ir para o balneário antes de terminar o jogo. Já não falo nos penaltis , que foram dois não marcados, etc. etc.

Veja-se o jogo da segunda circular. Os donos do estádio, a começar no seu presidente,vieram logo
contestar a arbitragem, quando a verdade é diferente, pois o FCP foi mais prejudicado do que beneficiado.
Este adormecimento da parte da maioria das Direcções do meu clube, fazem com que ninguém nos respeite, pois milhões de sportinguistas são gosados " constantemente nas rádios, na TV e nos Jornais e isso para mim é grave.

Quanto ao assunto das transferencias , discordo de si,
o que é saudável, pois conforme me diz jogar no SCP é problemático por causa dos "comboios" e da pressão que os jogadores têm nos jogos.

Não sou a pessoa certa para responder a este problema, que nos afecta, pois sendo assim o SCP nunca mais ganhará um campeonato, pois os treinadores contrários não vão abdicar dos ditos meios.

Saudações leoninas . Fernando Albuquerque






De Rui Gomes a 6 de Março de 2012 às 14:58
Caro Fernando Albuquerque,

Apesar da pouca disponibilidade que a minha vida profissional me permite, como amante do desporto, em geral, e do Sporting, em particular, aprecio imenso este meio, cordial e construtivo, para abordar determinadas questões relacionadas com o futebol e com o nosso Clube, mesmo sem existir um consenso de opiniões que, na realidade, até é bastante salutar. Apreciei o seu comentário e concordo com muito do que indicou, nomeadamente com a infame arbitragem no Bonfim. A essência do problema, neste contexto, é que os adversários já perceberam que essas liberdades vão-lhes ser facultadas pelos homens do apito e aproveitam, ao máximo, a sua condescendência. Esta, acredito, não surge ao acaso, mas sim como um componente do «plano mestre» para descarrilar o Sporting por todos os meios possíveis. Concordo, igualmente, e já o escrevi em diversas ocasiões, que algo extraordinário terá que ocorrer para inverter este deplorável estado das coisas, mas não me é possível sugerir medidas concretas porque desconheço as exactas dimensões e características do poder instalado no futebol nacional. O que sei, ou pelo menos acredito, é que o Sporting pode protestar diariamente por todos os meios, mas sem
influência directa sobre esse supracitado poder, as suas reclamações serão menosprezadas. Por lamentavel que a premissa seja, terá que existir
poder dentro do poder para ser possível defender os interesses do nosso Clube. O Benfica reclama, e bem alto, porque sabe que será ouvido. Vitor Pereira, entre outros, já confirmou, e bem, essa condição. No que aos jogadores concerne, vou tentar abordar a temática numa próxima edição do jornal, mas as limitações de espaço condicionam uma discussão que, por natureza, é muito complexa.
O que eu pretendi esclarecer, no escrito anterior, e em contexto generalizado, é que a contração de jogadores, e até de treinadores, é muito subjectiva e a eventual avaliação de qualquer uma depende quase exclusivamente dos resultados colectivos, nas circunstâncias em que são concretizados. A dimensão e inerente leque de exigências em qualquer emblema de maior dimensão, indiferente do país, é, frequentemente, um obstáculo incontornável para muitos atletas e até técnicos. No Sporting, esta condição vem com acrescido agravamento, pela sua história e actual realidade, em que o desespero por resultados, e a intolerância que daí provem, quando não são realizados, provoca uma carga psicológica que excede a capacidade de muitos. Neste contexto e embora reconheça que existe um vasto leque de opiniões sobre Domingos Paciência, não hesito em afirmar que apesar de gostar dele, até já tive ocasião de o receber a minha casa e ainda hoje preservo, com muita estima, uma camisola sua que me ofertou enquanto jogador do FC Porto, sempre receei o seu desempenho dentro da realidade Sporting, precisamente pelo mesmo raciocínio que adiantei sobre o Lima. Domingos, na minha opinião, pela sua inexperiência num «grande», como técnico, não soube lidar com a pressão e com as inúmeras adversidades que se lhe apresentaram no curso e, por consequência, a liderança do balneário começou a ficar vincadamente fragilizada e a dificuldade em econtrar soluções evidente. A ironia deste parecer é que, salvo as indecorosas arbitragens que nos «furtaram» entre dez a doze pontos, ele ainda estaria ao leme do Sporting. Bem, ficamos aqui por hoje, certo que teremos oportunidades futuras para continuar esta «conversa». Em tom mais positivo,
tenho fé que vamos conseguir um bom resultado com o Manchester City, não obstante a disparidade de valores entre os dois planteis. Não acredito que
Mancini venha com qualquer «autocarro» ou «comboio», por conseguinte, é possível que a nossa rapaziada possa muito melhor explanar o seu futebol, que não foi devidamente espelhado em Setúbal. Não deixo de dizer que me preocupa a UEFA ter todo interesse que o «City» continue na competição, questões de imagem, marketing, etc..

Felicidades e saudações leoninas . Rui Gomes


De Fernando Albuquerque a 6 de Março de 2012 às 17:13
Prezado Rui Gomes

Obrigado pelo tempo que me disponibilizou. É verdade o que diz sobre o Domingos, pois a partir de uma certa altura demonstrou que lhe falta experiência para estar à frente dum clube com a dimensão do nosso SCP . Considero e penso que a culpa não foi só dele, pois dos 16 jogadores novos que foram contratados, salvo poucas excepções, e que cabem na minha mão direita, se não demonstrarem no futuro a razão da sua aquisição, houve muitas más compras, o que é inadmissível num clube com a dimensão do nosso. Errar é humano mas errar tanto é incompetência de quem o faz. Aguardemos o futuro sem o Paciência mas como muita expectativa.
Fico à espera do seu artigo no nosso jornal, que deveria ser o elo de ligação entre os sportinguistas e cujas vendas apontam para o contrário.

Saudações leoninas. Fernando Albuquerque


Comentar post

Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

Cambada de chulos

Não te deslumbres, Rui Vi...

Os nossos comentadores me...

Fanfarronice ou será que ...

Prognósticos antes do jog...

Os nossos comentadores me...

Leoas às sextas

A minha costela Jota Jota

Pontos nos is.

A Europa e o Vida

Arquivo

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

memória

comentários

selecção

bruno de carvalho

leoas

vitórias

prognósticos

há um ano

jorge jesus

campeonato

balanço

slb

arbitragem

benfica

mundial 2014

jogadores

rescaldo

taça de portugal

liga europa

godinho lopes

eleições

euro 2016

árbitros

ler os outros

futebol

clássicos

golos

comentadores

nós

marco silva

crise

scp

cristiano ronaldo

análise

chavões

formação

humor

liga dos campeões

slimani

todas as tags

Mais comentados
158 comentários
155 comentários
152 comentários
136 comentários
136 comentários
132 comentários
114 comentários
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds