02 Mar 12

As contas do primeiro semestre, das SAD's dos três grandes são claras: Sporting negativo em cerca de 19 milhões, Porto negativo em cerca de 9, Benfica positivo em cerca de 8. Num semestre em que o Porto vendeu o Falcão por 40 milhões e o Benfica o Coentrão por 30 - operações de uma envergadura a que o Sporting não chegou. Mesmo assim, o passivo da SAD encarnada aumentou em 6,3 por cento. Quer dizer, a situação está preta, para os três grandes (e preta está para os restantes, quase todos). Os financiamentos bancários, para investir em jogadores que reforcem os plantéis e/ou para resolver problemas de tesouraria (o dinheiro de que se necessita para fazer face ao dia a dia), são torneira que fechou. Esse oxigénio foi substituído, em parte, pelo recurso tópico aos fundos de jogadores e não há outra volta a dar-lhe, para manter salários em dia (ou quase em dia). A outra fonte de oxigénio, a dos patrocinadores, vai ser reduzida a curto prazo, dada a situação geral de contenção de custos por parte das empresas. É que, para além dos custos correntes (salários, operação, fisco, segurança social, etc.), os clubes têm de ir pagando à banca os enormes empréstimos que foram conseguindo, em tempo de vacas mais ou menos gordas. E daqui não há como fugir.

No caso do Sporting, o investimento na equipa de futebol foi elevado, como reclamavam os adeptos, para fazer crescer a competitividade a médio prazo (comprar jogadores não é o mesmo que comprar uma equipa) e descobrir talentos que gerem um bom retorno, também a médio prazo. Algo que outros clubes fizeram, antes de nós. No nosso caso, tentando diversificar as fontes de um retorno futuro: talentos descobertos em mercados estrangeiros e talentos oriundos da nossa formação. Sendo elevado esse investimento e sem termos nenhuma venda significativa que contrabalance, é normal que, numa primeira fase, o saldo negativo aumente - e aumentará sempre se não houver receitas extraordinárias das competições europeias e uma melhoria das receitas de patrocínios e de quotas e gameboxes e se não houver maneira de reduzir a dívida. Na verdade, os clubes grandes têm custos de duas equipas ( não é apenas o Sporting que está neste baile): a que joga e a dos juros.

Sporting e Benfica poderiam estar melhor, se tivessem ambos aceitado a disponibilidade da Câmara de Lisboa em construir um estádio municipal, palco de exibição das duas equipas (como sucede, por exemplo, com Milan e Inter). O presidente Dias da Cunha lutou bravamente por isso - ele sabia a carga que para o Sporting seria a construção e a manutenção de um estádio - e teve uma primeira reação positiva de Luis Filipe Vieira. Mas este, afirmando não ter condições internas para fazer passar a solução, desistiu depois. Quer-se exemplo mais claro de quanto a pressão dos sócios e dos adeptos força os dirigentes a solucões meramente de clubite aguda, irracionais do ponto de vista de gestão, depois se divorciando das suas consequencias e resumindo tudo a uma frase oca: 'onde gastaram eles o dinheiro'?

Significa isto, dito assim de forma tão singela, que resolver o problema de capitalização da SAD do Sporting é algo de vital para o futuro do futebol do Sporting. E é algo de vital para AGORA. Algo que não foi descoberto pela auditoria, esta apenas confirmou o que vinha de um passado recente.

Ou seja: não é possível continuarmos, por muito mais tempo, a querer a lua (equipa competitiva, menos passivo, modalidades amadores sustentadas pelo futebol, etc.). É bem mais sensato, e indispensável a meu ver, firmarmo-nos na terra: o Sporting precisa de capital, para conter o seu passivo em níveis controláveis e... para crescer de forma sustentada.

Tags:

comentar
3 comentários:
De Santarém a 2 de Março de 2012 às 21:32
'Algo que não foi descoberto pela auditoria, esta apenas confirmou o que vinha de um passado recente.' (sic)

Pois, conforme a auditoria demonstrou foi um incremento do passivo anual médio de 20 milhões €, desde a chegada dos 'salvadores' em meados do último decénio do século passado.

'modalidades amadores sustentadas pelo futebol' (sic).

O Filipinho não teria dito melhor e pelos vistos está a fazer escola ...


De Jose Manuel Barroso a 3 de Março de 2012 às 00:33
Já estava à espera de um comentário como este. O sportinguismo de contestação fácil também fez escola. É sempre bom falar das coisas sem procurar entender o porquê delas. Factos são factos, não são opiniões. Não sou partidário da extinção das (de) modalidades. Mas, quais as que são auto-suficientes (nem o futebol o é.. e por isso...)? E porquê os défices? Porque os proveitos são inferiores aos custos (no SCP e nos outros)? A resposta, para os da Lua, é simples: «eles», e sacodem a água do capote. Por isso o Sporting tem dificuldade em encontrar o seu caminho. Os piores adversários do clube estão cá dentro. Como dizia o outro, 'falam falam e não dizem nada'. De contrutivo, entenda-se.


De Santarém a 3 de Março de 2012 às 14:34
'Os piores adversários do clube estão cá dentro' (sic)

Concordo em absoluto. O último episódio da casta de dirigentes que nos tem (des)governado foi a ida em desespero do suposto 'credível' Presidente a Angola à procura de investidores. E no entanto há um ano ele 'prometia' 100 Milhões... De nada, como se constata !

Este Clube está de joelhos (em termos financeiros).

Há-de reerguer-se, mas não será com os que o levaram a este estado, ao leme. Esses, mestres na presunção e na chantagem, fariam um excelente favor ao Clube, se 'desamparassem a loja'. 17 anos JÁ CHEGA !

No entanto, para além da incompetência e da captura por interesses exógenos ao Clube, há uma questão filosófica que está por detrás desta divergência com essa Casta e que a sua resposta bem espelha.

O conceito de CLUBE desses 'gestores iluminados' é diferente (para não dizer contraditório) com a matriz em que o Clube foi fundado !!!

SL


Comentar post

Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

Nada sucede por acaso

Os nossos comentadores me...

Os melhores prognósticos

O dia seguinte

Nem se dão ao incómodo de...

Os nossos comentadores me...

Isto é o Sporting!

Limpinho, limpinho

Ao Edmundo

Pódio: Bruno César, Gelso...

Arquivo

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

memória

comentários

selecção

bruno de carvalho

leoas

vitórias

prognósticos

há um ano

jorge jesus

campeonato

balanço

slb

arbitragem

benfica

mundial 2014

jogadores

rescaldo

taça de portugal

liga europa

godinho lopes

eleições

euro 2016

árbitros

ler os outros

futebol

golos

clássicos

comentadores

nós

marco silva

crise

scp

cristiano ronaldo

análise

chavões

formação

humor

slimani

liga dos campeões

todas as tags

Mais comentados
158 comentários
155 comentários
152 comentários
136 comentários
132 comentários
114 comentários
112 comentários
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds