Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

2013 em balanço (5)

 

DECEPÇÃO DO ANO: BRUMA

No futebol, como na vida, estas coisas são frequentes: muitos prometem, mas só alguns conseguem cumprir. Tenho-me lembrado disto a propósito de alguém que até ao final da época passada era uma das figuras mais idolatradas pelos adeptos sportinguistas. Faltou-lhe muito pouco para ter Alvalade a seus pés. Quis o destino, porém, que Bruma optasse por outros voos em busca do dinheiro fácil e da glória instantânea. Virando costas a uma das melhores épocas de sempre do Sporting.

A cupidez e a ganância de alguns que o rodeavam originou este passo atrás na sua vida desportiva. Que, paradoxalmente, resultou num excelente encaixe financeiro para o nosso clube, superior à transferência de Wolfswinkel para o Norwich escassos meses antes. E proporcionou a Bruno de Carvalho uma das vitórias mais saborosas do seu ainda curto mandato no plano extra-desportivo quando a Comissão Arbitral Paritária deu inteira razão ao Sporting no conflito com o jogador, cujo advogado alegava que Bruno já não possuía vínculo contratual com o clube que lhe proporcionou o essencial da sua formação no futebol.

O jovem atacante nascido há 19 anos em Bissau e lançado por Jesualdo Ferreira na equipa principal do Sporting em 10 de Fevereiro de 2013 rumou então ao Galatasaray, assistindo à distância de um continente à glória renascida dos leões no campeonato português. No final do ano, um jornal turco adiantava que o jogador poderia ser emprestado a outro clube para se afirmar como titular e ganhar rodagem. Até ao momento, o luso-guineense fez apenas um golo no Galatasaray.

Haveremos de voltar a aplaudi-lo, nomeadamente nos jogos da selecção nacional. Mas a magia quebrou-se, talvez para sempre, a partir do momento em que Bruma - um dos mais promissores elementos da academia de Alcochete - começou a faltar a reuniões com Bruno de Carvalho para renovação do contrato alegando, entre outros argumentos absurdos, que não ouvira o despertador tocar.

As grandes expectativas são assim: geram por vezes grandes desilusões. Mas a vida continua. E o futebol também.

 

Decepção do ano em 2012: Elias 

4 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D