21 Dez 13

 

Gostei

 

De ver o estádio quase cheio. Éramos mais de 38 mil nas bancadas de Alvalade - a segunda maior assistência até agora no campeonato. A puxar pela equipa do princípio ao fim neste jogo contra o Nacional.

 

De Adrien. Ganhou todos os lances disputados no meio-campo. De uma eficácia impressionante na recuperação de bolas e de uma precisão milimétrica a distribuí-las. Conquistou já, por mérito próprio, direito ao passaporte para o Mundial do Brasil. É impensável que Paulo Bento não aposte nele.

 

De William Carvalho. Os adjectivos banalizam-se ao analisar cada prestação deste grande jogador. Dá gosto vê-lo jogar: nunca desiste de um lance. Parece que a bola se lhe cola aos pés. Trava como nenhum outro as ofensivas adversárias e revela classe indiscutível na construção do ataque leonino, tanto no passe curto como no passe longo.

 

Da exibição de Cédric. Incansável, soube desequilibrar sempre na sua ala. E fez uma assistência primorosa para o golo de Slimani, anulado pelo árbitro por razões que a razão desconhece.

 

De ver Slimani jogar 45 minutos. Fez bem Leonardo Jardim em dar mais tempo de jogo ao internacional argelino, embora de algum modo forçado pela lesão de André Martins. Oito minutos depois de entrar em campo, o avançado fez o remate mais perigoso do Sporting até àquele momento. E 20 minutos após a entrada marcou um golo que o árbitro decidiu anular, roubando dois pontos à nossa equipa. As imagens televisivas confirmam: não houve falta alguma.

 

Da primeira parte de Carrillo. Fintou, centrou, serviu os colegas, apoiou a defesa - com apontamentos brilhantes na ala esquerda. Fez uma segunda parte muito mais discreta, dando lugar a Wilson Eduardo aos 67', à beira da exaustão.

 

Que o Sporting tenha mantido a liderança do campeonato, embora agora igualado em pontos com FCP e SLB. Este será um Natal mais saboroso para todos nós.

 

 

Não gostei

 

Do árbitro. Manuel Mota, que veio de Braga, anulou vários ataques do Sporting por fora-de-jogo inexistente, sobretudo na primeira meia hora. Fez vista grossa a diversas acções violentas dos madeirenses contra os nossos jogadores, deixando impune uma agressão a Jefferson e duas faltas sobre Carrillo à margem das leis do jogo. E aos 65' invalidou um golo limpo de Slimani por alegada falta que só ele e o técnico do Nacional viram. Assim se estraga um bom espectáculo e se desvirtua (ainda mais) a verdade desportiva.

 

Do antijogo do Nacional. Os jogadores treinados por Manuel Machado demoraram uma eternidade a repor a bola em jogo, começando pelo guarda-redes nos pontapés de baliza e continuando em todos quantos fizeram lançamentos pela linha lateral. Sem que nenhum tenha sido alguma vez advertido pelo árbitro.

 

Do empate. O terceiro do Sporting em casa neste campeonato. Com o árbitro a impedir a nossa vitória, tal como já havia sucedido com o Rio Ave, revelando-se nesta matéria um digno continuador de Carlos Xistra.

 

Da exibição apagada de Capel. O andaluz costuma fazer a diferença, pela positiva. Mas desta vez não conseguiu libertar-se das teias que lhe foram lançadas pela defesa madeirense.

 

Da lesão de André Martins. Só espero que não seja grave.

 

Foto minha, esta noite, durante o jogo


comentar
26 comentários:
De cap a 22 de Dezembro de 2013 às 01:20
Este árbitro merece o prémio Nobel da Física: um corpo empurrado da esquerda para a direita cai desamparado para a... esquerda.


De Pedro Correia a 22 de Dezembro de 2013 às 01:34
Nada mais ridículo. Um suposto empurrão por trás... e o defesa do Nacional a cair de costas. De olhos esbugalhados, como se tivesse acabado de ouvir uma palestra de Manuel Machado.
A má representação deste palhaço bastou para o árbitro anular um golo irrepreensível. Razão tinham os jogadores do Sporting em mostrar tanta revolta no fim do jogo.


De aNNóNNymus a 22 de Dezembro de 2013 às 01:39
O costume, perdem ou empatam ... são roubados!!!

Compreende-se a frustração.

O jeito que não daria à equipa-maravilha, ver validar um golo - mais um! - obtido de forma irregular.

Tão irregular como a 'oferta' do penálti, a desbloquear o jogo anterior.

Nada de novo a Oeste de Pecos.

Nem tampouco o azedume e a má criação e baixo nível do ranger do Texas, para com a TV da CosaNorte, (e CS em geral !) a mesma que vos apoia e mantém a respirar.

O curioso é que no resumo (a única coisa que me limito a ver dos vossos jogos) o supracitado canal não apresenta nada daquilo de que vocês, na sua - dele - pessoa, se queixam...!

Saudações Gloriosas


De Pedro Correia a 22 de Dezembro de 2013 às 01:53
Vocês nem assim, com igualdade pontual, conseguem ficar em primeiro. Mesmo com o brinde do árbitro Vasco Santos, que vos ofereceu dois pontos ao validar o golo em fora de jogo do Lima contra o Olhanense. Nem com o 11º treinador mais caro do mundo conseguem fazer melhor.


De aNNóNNymus a 22 de Dezembro de 2013 às 17:55
Parabéns.

Ao contrário do habitual por esta altura do ano, o 1º lugar da equipa 'sensação' - e em todas as épocas se revela uma! - é uma grande vitória.

Neste preciso momento, estou-me nas tintas para o facto de a equipa do meu clube, (ainda) não ocupar esse lugar.

Espero que o consigam alcançar já na próxima jornada e depois o mantenham, até ao final da 30ª jornada.

Em falo em alhos, responde-me sempre, mas sempre, em bugalhos. Compreende-se.
Não têm 'telhados de vidro' ... !!!

Acho piada!

- P.S. -

Não terá sido a devolução dos 2 pontos, que nos foram directamente sonegados em Alvalade, pelo Hugo Miguel?!





De Pedro Correia a 22 de Dezembro de 2013 às 22:13
E a propósito de sonegar, isto é roubar: já concederam a medalha de sócio honorário ao senhor Duarte Gomes, que impediu a vossa eliminação na Taça de Portugal frente ao Sporting?


De aNNóNNymus a 23 de Dezembro de 2013 às 11:38
Não vi o jogo.

Estava a trabalhar bem longe, a alguns milhares de Kms de distância. Não me apeteceu levantar-me de madrugada para seguir o jogo.

Quando cheguei ao nosso País, vi um dos resumos apresentado num dos canais generalistas.

Por aqui, no seu blog, li todos os comentários, prós e contras.

Houve alguns de benfiquistas que apoiados em imagens, lhes desarmaram a sua (vossa) visão clubista, para ser meiguinho, e o deixaram, a si, encostado à parede, sem resposta.

Vou repetir-me. O costume, perdem ou empatam ... são roubados !!!

E o azedume e a má criação e baixo nível do ranger do Texas está a formar escola - ontem mesmo foram os putos dos iniciados !!!



De Pedro Correia a 23 de Dezembro de 2013 às 17:50
"Azedume, má criação e baixo nível do Ranger do Texas"? Não seja tão severo com o seu presidente. Afinal ele só disse que o árbitro Jorge Tavares "ou é cego ou não tem competência".


De aNNóNNymus a 24 de Dezembro de 2013 às 00:58
Voltou à 'primeira forma' ?!!!

Dificuldade momentânea de compreensão ou falta de argumentação?

Ao titio de Cascais, vosso 'preclaro' presidente, chamei-lhe em tempos Huno de Carvalho.

Você não gostou ... !!!

Declina agora o epíteto que outro alguém lhe colocou de ranger do Texas.

Que posso fazer?!!! Em russo ... nhostrónhónhói Sporting, está bem para si.


De Pedro Correia a 24 de Dezembro de 2013 às 17:27
Antes em russo do que em "líbio" ou "colombiano".


De Edmundo Gonçalves a 22 de Dezembro de 2013 às 03:18
Demorei mais um pouco a vir aqui, porque corria o risco de não ver publicado o que me apetecia escrever.

De acordo com a apreciação.

A exibição não foi das mais conseguidas, mas é certo que só houve uma equipa em campo.
Uma equipa que desde o apito inicial procurou conseguir o objectivo que tinha para este jogo.
Ao longo dos 95 minutos da partida (1+4 minutos de compensação), foi vísivel a aplicação de todos em prol do resultado final.
Terminou o encontro com nota quase positiva, é o que me parece.

Bom, agora o Sporting:
O capitão esteve mais uma vez irrepreensível, fez uma mancha enorme numa jogada que poderia dar golo;
A defesa esteve bem, tanto a defender como a atacar, o que já se vem tornando habitual;
Carvalho mais uma vez bem, gostava de saber a marca da cola que usa nas botas;
Martins bem também, embora não tão bem como na semana passada;
Adrien ganhou um lugar na selecção, se PB não usar os mesmos óculos que Manuel Machado;
Carrilho jogou muito bem: um tipo que foi impedido (ilegalmente) de ficar isolado por duas vezes, a quem arrancaram dois foras de jogo "engraçados" e que durante todo o jogo andou a fugir dum gajo que tinha como alvo as suas pernas, de zero a dez, merece onze! por isso dou nota doze ao Capel, ou seis, ainda não sei bem, porque se não jogou nada, não fez porque também é verdade que o não fez, porque foi o saco de pancada dum outro madeirense tirado de fotocópia do "amigo" do Carrilho.
Do Slimani já o Pedro falou e bem! apenas quero acrescentar que se deve apresentar a candidatura do moço ao prémio Nobel da fisíca: afinal não é para todos empurrar um tipo pelas costas e ele cair para trás!

Quanto ao senhor do apito, esqueci-me lá em cima, mostrou o primeiro cartão a um dos deles aos 80 minutos e creio estar tudo dito!
Bom, tudo não. Parece-me que não recebe nada pelo trabalho, não conseguiu construir uma derrota.

E perguntar-lhe se ele conhece algum dentista?


Saudações Leoninas


De Pedro Correia a 22 de Dezembro de 2013 às 11:20
As duas faltas não marcadas sobre Carrillo, a agressão contra Jefferson que ficou por marcar (e condicionou fisicamente o jogador até ao fim do encontro), as bolas disputadas junto à linha lateral que resultavam sistematicamente em lançamentos para o Nacional contra todas as evidências e a extrema complacência do árbitro perante o óbvio antijogo madeirense nas reposições da bola deixavam perceber desde logo a pior face da mais medíocre arbitragem portuguesa: aquela que condiciona uma partida com a soma de pequenos e médios "enganos" sempre a favorecer um lado.
Mas a cereja em cima do bolo foi o golo anulado a Slimani, lance no qual nem o mais fanático anti-Sporting (talvez com a excepção daquele senhor de gravata vermelha que solta uns guinchos televisivos à segunda-feira) consegue vislumbrar falta do internacional argelino.

De qualquer modo continuamos em primeiro, Edmundo. Para azia de muitos - até de alguns sportinguistas, veja lá.

Bom Natal. E Saudações Leoninas, sempre.


De Zé da Mouraria a 22 de Dezembro de 2013 às 19:03
"...afinal não é para todos empurrar um tipo pelas costas e ele cair para trás!"

Se não eras o dono da bola, tu nem na tua rua jogaste à bola.

Não é preciso ser nenhum Einstein para saber que alguém, já de pés no ar, ao ser TOCADO (e não empurrado pelos ombros, como aconteceu no golo da vitória, validado ao fcp em Paços de Ferreira) pelas costas se desequilibra para trás

A única coisa que vos resta para discussão, é se o central ao saltar chegaria ou não à bola, ou se se aproveitou do TOQUE que o desequilibra.

Golo irregular, bem anulado.

Se o jogador do Nacional é tocado, como ninguém, nem vós, parece ter dúvidas, é FALTA, da qual o Slimani tira VANTAGEM.

E agora uma palavra de estímulo para a 'Abelha Maia' ... paciência, muita paciência!

É preciso coragem, tantos são os Calimeros :-))




De Pedro Correia a 22 de Dezembro de 2013 às 22:10
Tu quando és TOCADO e não empurrado cais para TRÁS?
És um verdadeiro NENÚFAR, pá.


De Zé da Mouraria a 23 de Dezembro de 2013 às 13:10
Não, meu caro 'teorizador' das Leis da Gravidade, não sou nem nunca fui nenhum 'nenúfar'.

E muito menos uma Flor de Lis, a mais usual por essas bandas, ou qualquer outra FLOR DE ESTUFA. Da vossa.

Bem pelo contrário. Só se não puder é que não devolvo os 'mimos' recebidos.

A jogar futebol fui agredido de todas as formas e feitios, acotovelado, tocado, apalpado, beliscado, puxado, (...até pelo cabelo comprido) empurrado, esmurrado, pisado, and so on.
Nem sempre tão sorrateiramente, como o caso presente.
Ao contrário do que parece ser normal da vossa escola, nunca fui cuspido.

E sim, qualquer pessoa em movimento ascensional, sendo tocada daquela forma desequilibra-se e cai para TRÁS.
(mas sempre te tomei por mais sagaz e inteligente, devo estar errado na apreciação)

Com maior ou menor teatralização, sobre a qual tenho lido e ouvido, dos afectos e afectados à vossa parte, as maiores barbaridades.

Conclusão comum a todos os cataventos.

Há uma falta no lance (alguns até conseguem ver as 2 irregularidades existentes), mas o sacrista do árbitro, não devia ter sido tão assertivo ao fazer cumprir a Lei e não a devia ter assinalado.

Tanta hipocrisia. Cambada de invertebrados.


De Pedro Correia a 23 de Dezembro de 2013 às 17:55
Com tanta azia antes da consoada recomendo uma boa provisão de sais de frutos. E nem percebo porquê: vocês afinal já estão à frente. Na Liga Record, aquela que começa a contar a partir de baixo.


De Zé da Mouraria a 24 de Dezembro de 2013 às 17:24
Desde quando é que assistir às Comédias e Farsas encenadas no Dramático de Telheiras, nos podem provocar azia?

É gozo, puro gozo, aquilo que nos dá!

Ah e voltei, uma vez mais, a ficar em 6º lugar ...

na classificação da UEFA.


De Pedro Correia a 24 de Dezembro de 2013 às 17:38
E também têm o treinador mais bem pago do mundo, no 'ratio' entre salário auferido e títulos conquistados. O ideal para ganhar o campeonato dos... totós.


De Edmundo Gonçalves a 23 de Dezembro de 2013 às 00:51
Tu queres é carrascão, pá!
Aqui só servimos Barca Velha, não é para os teus queixos...

Um santo Natal pra ti também!


De Edmundo Gonçalves a 23 de Dezembro de 2013 às 01:44
Ainda para te ajudar, mas vê só depois de passar o efeito do carrascão:

http://gifsforum.com/images/gif/other/grand/b4adb4c346f9a0f24cc548cb5a7628bf.gif


De Zé da Mouraria a 23 de Dezembro de 2013 às 17:01
Golo irregular, bem anulado.

Se o jogador do Nacional é tocado, como ninguém, nem vós, parece ter dúvidas, e todas as imagens comprovam, é FALTA, da qual o Slimani tira VANTAGEM.


De Edmundo Gonçalves a 23 de Dezembro de 2013 às 19:24
Não consegues linkar?

Se não vez bem, pede os óculos ao cretino do Machado!


De Pedro Correia a 24 de Dezembro de 2013 às 17:29
Míster Machado vê tão bem como fala. A 70 centímetros ou a 70 metros.


De Zé da Mouraria a 24 de Dezembro de 2013 às 01:10

A minha resposta ao 'carrascão' não foi do vosso agrado?

Só te pedi para parares de beber ... água!


De Fernando Albuquerque a 22 de Dezembro de 2013 às 08:35
Prezado Pedro Correia

De acordo com a sua apreciação. Penso que o SCP não jogou com tanta raça como é seu costume. Todos vimos o jogo "aberto" que o Nacional praticou. O treinador Machado é um "artista ", sem valor, pois a sua equipa fez tudo o que não se deve fazer num jogo de futebol.
Essa forma de jogar só foi possível porque o apitador de serviço consentiu uma agressividade exagerada, perda de muito tempo nas reposições de bolas pelo guarda-redes, nos lançamentos da bola e no aspecto técnico de facto não vieram de avião mas sim de autocarro, pois o ponta de lança foi sempre o defesa direito e se tiveram uma oportunidade foi mais pela distracção dos nossos centrais.

Quanto ao apitador de serviço, que faz parte do tal sistema que aponto sempre, pois quem não vê faltas para cartões avermelhados, sem as marcar e consegue
descortinar uma falta do nosso jogador, algo de errado se passa neste desporto que nada tem de sério.

Para terminar continuo a pensar que o penalti inventado contra o Belenenses, serve para que os nossos adversários apontem esse "favor" como um bónus que tivemos, quando ganhámos o jogo à vontade e sem qualquer dúvida. Detesto estes favores envenenados.

Já me esquecia que ontem sem querer ouvi o Sr. Joaquim Rita dizer que o golo do SCP foi limpo e por isso nos roubaram mais 2 pontos. Algo se passa com esta apreciação.

Votos de FELIZ NATAL PARA TODOS

Um abraço do Fernando Albuquerque



De Pedro Correia a 22 de Dezembro de 2013 às 11:29
Prezado Fernando Albuquerque:

Esse comentador limitou-se a sublinhar o óbvio, aquilo que estava à vista de toda a gente excepto do senhor Manuel Mota e do outro Manel, aquele que garante ter visto à distância de 70 metros um "empurrão" por trás que faz um jogador cair de costas, negação extrema das leis da física.

O Sporting acabou prejudicado pela lesão de André Martins. Adrien e William demonstraram a qualidade de sempre, Cédric e Jefferson (este até à patada recebida do defesa direito do Nacional) mostraram-se ao nível a que já nos habituaram e os nossos centrais tiveram um único deslize ao longo de todo o jogo. Mas desta vez os nossos extremos não funcionaram tão bem - sobretudo o Capel, que desbaratou contínuos lances ofensivos no corredor direito.
Mas foi extraordinária a atmosfera que ontem se viveu em Alvalade, com 40 mil vozes a apoiar a equipa. Que diferença em relação ao que se passava há um ano, com espectáculos miseráveis e o estádio vazio.

Desejo-lhe um bom Natal, votos que faço extensivos a todos os seus.

Um abraço amigo.


Comentar post

Autores
Pesquisar
 
Posts recentes

Hoje giro eu - o Rei vai ...

Vamos ter saudades dele

Porque hoje é Quarta-feir...

Leitura recomendada

A frase

Balanço dos 3 primeiros j...

Catorze passarinhos e um ...

Poucos se salvaram numa e...

Hoje giro eu - Equipa da ...

Na Mouche?

Facebook
És a Nossa Fé no Facebook
Twitter
És a Nossa Fé no Twitter
Arquivo

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Tags

sporting

comentários

memória

selecção

leoas

bruno de carvalho

prognósticos

jorge jesus

balanço

slb

há um ano

vitórias

campeonato

jogadores

benfica

eleições

rescaldo

arbitragem

mundial 2014

taça de portugal

golos

nós

ler os outros

liga europa

godinho lopes

futebol

árbitros

clássicos

euro 2016

comentadores

cristiano ronaldo

scp

formação

humor

análise

crise

chavões

liga dos campeões

derrotas

william carvalho

todas as tags

Mais comentados
158 comentários
155 comentários
152 comentários
142 comentários
138 comentários
136 comentários
132 comentários
Ligações
Créditos
Layout: SAPO/Pedro Neves
Fotografias de cabeçalho: Flickr/blvesboy e Flickr/André
blogs SAPO
subscrever feeds