Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

Aos domingos e às segundas

Este fim de semana os comentaristas rubro-azul do costume vieram todos deitar lágrimas pelo Domingos e lágrimas, verdadeiramente de crocodilo, pelo 'projeto do Sporting'. Para os rapazes Domingos é uma virgem, pura do não cometer erros, que candidamente levava o Sporting à glória. Eles não cuidaram de questionar(se) porque havia tantas mudanças na equipa e tantos jogadores magoados, porque a equipa entrou num ciclo de óbvio cansaço (como seria a preparação física?), porque o treinador repetia, jornadas seguidas, que o time dera a primeira parte ao adversário ou porque deixara de saber marcar golos. A acção do treinador não teria algo a ver com isso? Ou o treinador seria um extra-terrestre, sem responsabilidade no comportamento da equipa? Mas nada disto, que é (seria) sério, preocupou os jornalistas e comentaristas. Nem preocupou saber (e veio-se a saber) se em Braga já se teriam verificado situações semelhantes. Até cairem numa situação caricata: o Domingos e o projeto do Sporting, em que o eleito para dirigir o clube e ter um projeto parece ter sido o treinador do qual, pelos vistos, o presidente sufragado maioritariamente pelos sócios seria um mero apêndice. Como é então? No tempo do Paulo Bento que, com parcos meios, levou o Sporting três anos seguidos à Champions e ganhou duas Taças de Portugal e duas Supertaças - e pediu-se a sua cabeça. No tempo de Paulo Sérgio, sem meios também, humilhou-se o saber do treinador e pediu-se a sua cabeça. Com Domingos, a quem o clube ofereceu os jogadores que ele pediu, fez a renovação que ele pediu, há um sentimento de 'coitadinho do treinador'. Que resulta destes meses? Uma equipa que teve momentos de bons resultados e os perdeu e ia deslizando para o meio da tabela (não era lutar pelo terceiro lugar, porque ainda não teria estaleca para lutar pelos dois primeiros... estávamos já a lutar pelo quinto!), um treinador claramente desorientado e sem chama, etc, etc, etc. Não dá para entender esta gente.

3 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D