Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

És a nossa Fé!

A queda de Domingos, com adeptos sem “Paciência”

Começo por dizer que fui um entusiasta da contratação de Domingos Paciência para treinador do nosso Sporting. Estava presente no jogo de despedida de Iordanov, quando se gritou das bancadas: “EU SÓ QUERO DOMINGOS CAMPEÃO, DOMINGOS CAMPEÃO!” Nessa altura, acompanhávamos as últimas jornadas de uma disputa entre o Braga e o SLB e todos queríamos o Braga de Domingos como campeão.

 

Fui também um entusiasta da sua possível vinda para o Sporting ainda antes das eleições, sendo que com o aparecimento de uma melhor alternativa por parte de outra lista passei a apoiar o então “desempregado” Frank Rijkaard. Quando foi feito o anúncio de Domingos Paciência, na lista do nosso presidente, fiquei um pouco surpreendido. Com nomes fortes em todos os outros campos dessa mesma lista, incluindo figuras de peso e com muita glória no nosso clube, confesso que fiquei desiludido pela escolha de Domingos para treinador e razões seguintes que infelizmente se mantiveram:

 

Precisamos de um treinador experiente e com nome. Domingos Paciência tem?

Precisamos de um treinador que imponha respeito no balneário e à comunicação social. Domingos impunha?

Precisamos de um treinador com experiência a gerir jovens e jovens promessas. Domingos tinha essa experiência?

Precisamos de um treinador que exija o máximo dos jogadores em todos os treinos e aos diretores da SAD contratações que em simultâneo aliem a qualidade do jogo a serem bons negócios. Domingos tinha esse perfil?

Precisamos de uma equipa técnica competente e com uma visão e conhecimento profundo de futebol. Domingos tinha essa equipa técnica?

Precisamos de um treinador aglutinador, bom psicólogo ou rígido consoante as alturas certas. Domingos demonstrou não ter estas qualidades.

 

Acima de tudo, temos uma certeza: Domingos Paciência não conseguiu levar este plantel ao êxito que todos esperávamos. Os resultados que nos proporcionou não foram maus, mas sim péssimos. E posto isto, pergunto:

É este o Sporting que queremos?
Com um treinador que não conseguia tirar partido dos jogadores que tinha ao seu dispor? Bastaria lembrar apenas um exemplo:

André Santos não é melhor que Daniel Carriço no meio campo defensivo? Quantas vezes repetimos o onze? Quantas vezes demos por nós, adeptos, a perguntar por que razão este ou aquele jogador era titular?

Mesmo com tantas lesões, temos um plantel que nos dá algumas garantias, dos seniores aos juniores.

Atente-se no que fez o Braga, que também revolucionou o seu plantel e a sua equipa técnica, que também tem jogadores lesionados. E no entanto, repare-se no campeonato que a equipa está a fazer.

 

Amo-te, Sporting!

2 comentários

Comentar post

{ Blog fundado em 2012. }

Siga o blog por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D